Cirurgia Bariátrica: Recuperação

As importantes orientações médicas após a cirurgia bariátrica precisam ser seguidas com rigor para que a recuperação seja efetiva. Saiba, de forma resumida, quais as principais recomendações depois da gastroplastia.

Mariana | 31 de maio de 2014 | Cirurgia Bariátrica | Nenhum Comentário

A cirurgia bariátrica foi um sucesso e tudo transcorreu conforme o esperado. Agora o maior responsável pela recuperação pós-cirurgia bariátrica é o próprio paciente.

Novas atitudes e hábitos terão que ser incorporados à nova rotina, pois a redução estomacal não deixa de ser uma “violação” no material original e isso demanda um tempo de adaptação.

Além do acompanhamento psicoterápico – um dos principais obstáculos é fazer com que o operado deixe de “pensar como  gordo” – há toda uma série de atitudes que precisam ser tomadas para que a cirurgia bariátrica atinja os objetivos sem prejudicar a saúde do recém-operado.

Darei recomendações genéricas de recuperação da cirurgia bariátrica baseadas em pesquisas feitas de forma leiga por mim, mas são as recomendações dos médicos que fizeram a redução do estômago que devem ser seguidas.

bariatrica 3 300x225 Cirurgia Bariátrica: Recuperação

Recuperação imediata pós-cirurgia bariátrica

  • Em média, o tempo de permanência no hospital após a cirurgia bariátrica é de dois dias.
  • Não há um tempo médio para a volta às atividades profissionais, pois cada caso é um caso. O tempo mínimo de convalescença é de 20 dias.
  • Episódios de dor podem vir a ocorrer, dependendo do tipo de cirurgia bariátrica foi feita.

 

Recuperação da cirurgia bariátrica: as primeiras duas semanas

  • A dieta após a cirurgia bariátrica é rigorosa: apenas líquidos transparentes nos primeiros dias para que o novo estômago adapte-se ao volume dos alimentos.
  • A dieta muda para alimentos pastosos cerca de uma semana após o início da dieta líquida. Há quem se alimente com papinhas infantis ou misturas próprias encontradas em farmácias. Quem determinará o que será digerido é o médico.
  • A redução de estômago causa desidratação severa, por isso os médicos recomendarão o consumo de pelo menos dois litros de líquidos, principalmente os repositores eletrolíticos sem açúcar. Esses dois litros serão distribuídos durante o dia inteiro e tomados em pequenos goles – o novo estômago não aceitará os antigos goles generosos. Use xícaras de café.
  • Não beba nada com gás ou açúcar, pois as chances desses ingredientes causar vômitos são enormes. Bebidas alcoólicas estão proibidas.
  • Não fique parado. Evite esforços desnecessários, como carregar peso e levantar e agachar bruscamente, mas movimente-se sempre. Prefira as caminhadas leves.
  • Episódios de dor na região abdominal são esperados, mas não devem durar mais do que as primeiras duas semanas. Se a dor persistir, procure o médico.

Recuperação entre 3 e 6 semanas

  • A adaptação aos alimentos pastosos determinará quando a dieta com alimentos sólidos irá começar. Quando não houver mais sintomas como náuseas ou refluxos, alguns alimentos sólidos (sempre sob orientação médica) serão acrescentados.
  • A dieta pós-cirurgia bariátrica é fortemente baseada em proteína, que sacia por mais tempo e fornece energia sem excesso de calorias. Iogurtes com baixa caloria e carne magra, mais grãos e vegetais cozidos são recomendados nessa fase.
  • Alimentos crus, ricos em fibras e carnes muito duras devem ser fortemente evitados. Açúcar, gorduras e quaisquer alimentos calóricos devem ser abolidos, já que a absorção desses tipos de alimentos não se completa, causando desconforto, náuseas e vômitos. É a chamada síndrome do esvaziamento rápido.
  • A recomendação de beber dois litros de líquido por dia continua.
  • Os médicos recomendam o consumo de polivitamínicos e de cálcio, pois a dieta pós-cirurgia bariátrica não fornece os nutrientes necessários.

A inclusão de atividades físicas aeróbicas, como natação e ciclismo, é incentivada após as seis semanas. A perda de peso decorrente da cirurgia bariátrica começa num ritmo quase vertiginoso, mas costuma decrescer quando o corpo se acostuma com o novo estômago e as novas regras nutricionais. Por isso, o acompanhamento médico terá que ser feito regularmente, além da inclusão de hábitos de vida mais saudáveis.

 Cirurgia Bariátrica: Recuperação

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Adicionar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *