Como controlar a fome causada pela ansiedade

Olá venho a muito tempo lutando contra a balança, mais devido a hérnia de disco não posso me exercitar, então preciso de alguma coisa para controlar a ansiedade e a fome (sic) Cidinha

20130512 binge eating saidaonline Como controlar a fome causada pela ansiedade

A Cidinha, nossa leitora, enviou o pedido de ajuda acima, que nos motiva a escrever este texto. Infelizmente não existe uma resposta fácil ou simples para este tipo de caso, por uma série de motivos, entre os quais:

  • Não existem duas pessoas iguais, e o que é de ajuda para uns pode não ser para outros.
  • Ansiedade é o sintoma mais aparente de um complexo sistema de dificuldades emocionais, e é impossível a qualquer um querer resolver as necessidades emocionais de alguém por meio de um blog na Internet.

É Preciso Entender a Ansiedade

Antes de mais nada, é necessário que a pessoa que é vítima de compulsão alimentar (ou qualquer outra, mas nos interessa aqui esta que leva diretamente ao sobrepeso) entenda o que é a ansiedade, de onde ela vem e por que ela tem tanto poder sobre sua vida.

Resumindo bastante, ansiedade é medo. Seja medo por si ou por outra pessoa, medo de mudar, medo de perder algo. Mesmo nos casos de raiva, pode ser medo das consequências do que a raiva pode causar.

O estado oposto à ansiedade, é, portanto, a tranquilidade. É aquele estado em que a pessoa se sente segura com relação a ou a despeito de tudo que a cerca. É a ausência de medo, portanto.

Por que ansiedade produz compulsão alimentar

Para entender esse mecanismo precisamos compreender que apesar de sermos uma espécie evoluída, racional, a base de nossas emoções remonta a história antiga da Humanidade, quando o que nos governava era o instinto. Ou, para não precisar ir tão longe, lembrar que quando somos bebês e ainda não sabemos viver no mundo, são os instintos quem nos guiam, e dele nunca nos livramos.

Para os nossos ancestrais genealógicos, ou para um bebê, só existe uma preocupação na vida: sobreviver. Se o bebê está alimentado e sem dor alguma, ele está tranquilo; se ele está com fome ele chora. Sabedores disso, mas quase sempre inconscientes, os pais normalmente se rendem ao programa que faz com que qualquer desconforto que a criança manifeste (pelo choro, ou por qualquer outra maneira) seja aplacado com comida.

Vale notar que não estamos aqui culpando o pai nem a mãe de ninguém.

Tratamento com Remédios

20130512 8960461 magic pill with gear inside 300x225 Como controlar a fome causada pela ansiedadeNormalmente o que as pessoas procuram é um atalho para as suas mazelas. Procuram uma pílula mágica que as faça mudar de estado de ânimo como quem troca o canal no controle remoto da tevê.

011 Como controlar a fome causada pela ansiedade Como controlar a fome causada pela ansiedade

É claro que existem medicamentos que fazem este efeito, e eles são úteis no tratamento de quadros de depressão, ansiedade, etc.

Porém, apenas um médico devidamente habilitado poderá prescrever este tipo de medicação. Jamais o paciente deverá tomar qualquer medicamento sem orientação médica, e menos ainda medicamentos que mexem diretamente com o cérebro.

Também sabemos que apesar de serem de venda proibida sem a devida documentação (receita médica, com ou sem retenção), estes medicamentos todos são muito fáceis de encontrar no mercado negro, normalmente a preços exorbitantes. Nós condenamos totalmente esta prática, não recomendamos a ninguém que se renda à tentação, porque, como dissemos, estes remédios mexem diretamente no cérebro da pessoa, e por mais que a pessoa não queira usá-lo, não vamos ser nós a ficar com a responsabilidade de haver incentivado quem quer que seja a atentar contra seu próprio corpo.

Tratamento com Autoconhecimento

Mesmo que a pessoa opte por tratar a ansiedade com o auxílio de medicamentos, a única maneira de não ficar refém deles para sempre é investigando e descobrindo os mecanismos que a levam ao quadro de ansiedade.

Como já falamos, dá para resumir na emoção medo toda a gênese da ansiedade, porém é importante que a pessoa faça uma autoanálise para descobrir quais são os gatlihos que a levam a sentir medo. É necessário saber também de que a pessoa tem medo, para poder olhar para esta questão racionalmente, e tratar a porção irracional da mente como se fosse uma entidade externa que precisa ser educada.

Problemas profissionais (que levam ao medo de perder o emprego, por exemplo) e pessoais (que levam ao medo de perder o amor da família, do marido, etc) são os gatilhos mais clássicos da ansiedade. Mudanças em geral também (principalmente antes da mudança ocorrer), e é comum que muitas mães se tornem ansiosas quando os filhos começam a ir para a própria vida, e elas começam a se sentir inúteis, já que sua razão de viver sempre foram as crianças.

Seja qual for o gatilho, é importante que a pessoa não caia na tentação de ignorar as informações que tem, e que não se julgue (porque não é caso de condenação nem de absolvição). É necessário educar esta parte de si que fica com medo sem razão, que toma conta do seu ser associando sofrimentos do passado com as probabilidades do futuro.

É claro que é mais fácil falar do que fazer isso, passar pelo processo. É necessário coragem (que é o enfrentamento do medo, e não a ausência dele) e determinação para ir até o fim desse processo — que é quando a pessoa tem tanta consciência de seus mecanismos que já não fica mais refém deles, e pode escolher, na hora mesmo, se vai deixar o gatilho disparar a emoção negativa ou se vai preferir ficar na tranquilidade de saber que como todo medo ele não é real.

Tratamento com Florais e Homeopatia

Há muita controvérsia quanto à eficácia da homeopatia, mas particularmente sou favorável a eles. É possível comprar florais em qualquer farmácia de manipulação hoje em dia, e embora o ideal seja contar com o acompanhamento de um profissional qualificado, a substância dos Florais de Bach adequada ao tratamento da ansiedade é o Agrimony.

É necessário estar atento, contudo, ao fato de que os florais podem tratar um sintoma e “abrir comportas” para que surjam outros. Ao usar o Agrimony a ansiedade vai baixar, mas em seu lugar é muito provável que surja uma outra emoção (ou sentimento) que estava oculto, soterrado sob ela.

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *