Dieta do Tomate

Desconfie de qualquer dieta que pregue quaisquer restrições alimentares. Um dos bons exemplos é essa tal dieta do tomate.

vitamina verduras dieta de tomate 3344484 300x199 Dieta do Tomate

Por força das minhas atribuições, descobri que uma certa dieta do tomate está correndo pela internet e tem encontrado respaldo em muitas mulheres que querem emagrecer de forma quase desesperada.

As afirmações entusiásticas de alguns fóruns e blogs pessoais  deixaram minhas orelhas em pé, já que havia indícios muito fortes de que essa tal dieta tinha algo de errado. Pesquisando um pouco mais e fazendo as perguntas certas aos meus médicos, pude enfim deixar as coisas um pouco mais claras e colocar a dieta do tomate em seu devido lugar.

Como é a Dieta do Tomate

A escolha do nome permanece no limbo das lendas urbanas, mas a dieta do tomate propõe o consumo de apenas alguns tipos de comida, restringindo o consumo diário a apenas um tipo de alimento.

Gorduras, leite, leguminosas como feijão e ervilha e açúcares são eliminados completamente do cardápio. Qualquer nutricionista que honre seu CRN jamais endossaria uma dieta restritiva como essa, já que a ausência de nutrientes essenciais à sobrevivência humana por um período muito longo pode acarretar desde desnutrição severa até a morte.

300x250 Dieta do Tomate Dieta do Tomate

O que comer na Dieta do Tomate

A dieta do tomate sugere uma ação de sete dias para a suposta perda de 3 a 5 quilos:

  • Primeiro dia – tomate.
  • Segundo dia – carne assada ou grelhada.
  • Terceiro dia – alface.
  • Quarto dia – ovo cozido.
  • Quinto dia – maçã.
  • Sexto dia – frango assado ou grelhado.
  • Sétimo dia – tomate.

Quais os prós e contras da dieta do tomate?

O único ponto positivo, se é que podemos dizer isso, é o estímulo ao consumo do tomate, fonte de vitaminas importantes e licopeno, um poderoso antioxidante que está associado ao combate do câncer de próstata em homens. No mais, a chamada dieta do tomate só possui contraindicações. Acompanhe.

  • A dieta do tomate impõe uma restrição absurda de nutrientes essenciais ao nosso metabolismo.
  • Ausência de gorduras que forneçam colesterol bom e permitam a absorção de vitaminas e minerais que só se dissolvem na presença de lipídios.
  • Dietas restritivas são reconhecidas por causar ansiedade, graças às limitações do cardápio, e por serem precursoras dos picos de fome, que detonam quaisquer pretensões de perda de peso. Essas dietas que se limitam a poucos pratos fazem com que a pessoa enjoe rapidamente da falta de opções do menu.

A dieta do tomate não tem sequer respaldo científico. Nenhum nutricionista, endocrinologista ou médico sério prescreveria uma dieta tão restritiva, principalmente sabendo das consequências a médio prazo que dietas deste tipo causam nas pessoas.

Essa dieta lembra muito as famosas dietas da sopa que proliferavam no final do século passado, que foram devidamente rechaçadas por todos os médicos. Afaste-se da dieta do tomate e procure um nutricionista que elaborará uma dieta segura e nutritiva.

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.