Dietas para definir o corpo

Emagrecer é apenas a primeira parte da longa jornada rumo ao corpo esbelto e saudável. Após a conquista do fim dos quilos a mais, é preciso manter esse peso ideal e não deixar o organismo sentir falta dos quilos eliminados. Por isso, a próxima etapa é modelar os músculos com o intuito de não deixá-los esmorecer.

Além da óbvia inserção da musculação para manter o corpo, faz-se necessária a inclusão de dietas para definir o corpo, pois não é passando fome que você manterá sua bela silhueta (lembre-se do recado dado no texto “Não comer emagrece?”).

Frutas 300x160 Dietas para definir o corpo

Definindo os músculos de maneira correta

De maneira geral, quando elimina-se peso decorrente dos estoques de gordura, a pele que a recobria sofre um recrudescimento. Ou seja, ela encolhe e fica flácida, e dependendo de onde essa pele fica o aspecto não é visualmente agradável, principalmente para nós, mulheres. Como intervenções cirúrgicas envolvem os riscos inerentes a qualquer cirurgia, o ideal é ampliar o foco dos exercícios e incluir dietas para definir o corpo.

É hora de incluir os chamados exercícios anaeróbicos, como a musculação, e fazê-las de forma ao mesmo tempo localizada e uniforme. Localizada, para que os músculos onde a flacidez impera sejam devidamente trabalhados; uniforme, pois todos os músculos precisam ter o mesmo aspecto, evitando atrofias e disfunções.

 Dietas para definir o corpo

E onde as dietas para definir o corpo entram nessa história, você deve estar me perguntando?

Quais as dietas para definir o corpo?

Para que o exercício seja efetivo, é preciso que o corpo seja corretamente alimentado para suprir os músculos de energia. Obviamente será preciso uma avaliação nutricional criteriosa para que suas dietas sejam eficazes para você (e antes que alguém me pergunte do porquê das “dietas” no plural, me responda: você aguentaria um único cardápio todo santo dia só para definir o corpo? Pois é), mas algumas dicas podem ser seguidas usando-se uma pitada de bom senso.

  • Uma refeição equilibrada precisa de carboidratos, proteína e gordura. Mas não quaisquer destas substâncias! Aposte nos carboidratos que forneçam energia sem sobrecarregar o pâncreas (o órgão que produz a insulina), como as obtidas das frutas e alimentos integrais ricos em fibras.
  • No caso da proteína, a melhor fonte continua sendo a carne, seja de boi (peça cortes magros), de peixe ou frango, assados ou grelhados.
  • Não é possível eliminar a gordura do cardápio porque algumas vitaminas essenciais à vida só são metabolizadas quando há lipídios. A gordura contida em alguns peixes, mais o azeite de oliva e o óleo de coco extravirgem são opções saudáveis, mas com muita moderação.
  • Obedeça o ciclo de renovação do seu corpo. As células do nosso corpo sofrem constantes regenerações, geralmente mensais, onde pele, músculos e órgãos internos ganham literalmente uma nova vida. Ajude essa regeneração natural e automática consumido alimentos que potencializem a renovação, como o maior consumo de fibras, frutas, legumes e água.

Para saber quais as dietas para definir o corpo perfeitas para você, repito sempre e em todo o texto possível: consulte seu médico. Se quiser seguir uma dieta lida em um site ou revista, pergunte antes se ela será válida para o seu metabolismo.

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *