É verdade que jiló emagrece?

Por mais que haja alertas e avisos dos mais diversos, a procura por “milagres” dietéticos cria uma série de perguntas que visam a busca do emagrecimento rápido. A mais nova pergunta da safra questiona: “é verdade que jiló emagrece?”.

Talvez o fato do pequeno fruto ser tão pouco consumido hoje em dia, graças principalmente ao seu amargor, tenha feito dele uma espécie de herói incompreendido das dietas. Sim, há benefícios ligados ao consumo de jiló, mas não há milagres ou panaceias ligados a ele.

jilo É verdade que jiló emagrece?

O jiló e suas propriedades nutricionais

O jiló (Solanum gilo) nasce de um arbusto que atinge cerca de um metro de altura. O jiloeiro produz frutos que geralmente são arredondados, mas podem aparecer variedades ovais. Entre os principais nutrientes do jiló, destacam-se:

  • Vitamina C, que infelizmente perde-se no cozimento.
  • Vitamina B5, uma das vitaminas do complexo B que mais contribuem na metabolização de proteínas e gorduras.
  • Minerais como ferro, fósforo e cálcio.

Por que dizem que jiló emagrece?

Parte desta crença vem de uma ideia arraigada provavelmente pelos nossos ancestrais, que vaticinava: tudo o que arde e é amargo faz bem à saúde.

Fort Max Diet 19EAF48F É verdade que jiló emagrece? É verdade que jiló emagrece?

Embora o tempo e pesquisas científicas tenham derrubado o simplismo deste enunciado, o jiló tem a seu favor anos de pesquisas sobre seus efeitos no metabolismo. Acompanhe.

  • O jiló tem apenas 40 calorias por 100 gramas, o que o torna uma escolha leve no cardápio.
  • O jiló é rico em antioxidantes chamados flavonoides, presentes em frutas e vegetais, que são agentes que impedem o acúmulo do colesterol ruim na parede das artérias.
  • As fibras presentes no jiló também auxiliam no combate ao colesterol, pois um sistema digestivo que funciona com regularidade ajuda a eliminar gorduras.
  • Graças à qualidade das fibras do jiló, aliadas à grande quantidade de água presente no fruto, o consumo regular de jiló produz saciedade e elimina a fome causada principalmente pela ansiedade.
  • O sabor amargo do jiló tem uma importante função clínica: ajuda a eliminar a temida halitose, ou mau hálito. O princípio ativo que causa o amargor do jiló tem ação bactericida na boca.

O jiló emagrece se, aliado ao consumo regular, pelo menos duas vezes por semana, hábitos saudáveis de vida e dietas balanceadas forem agregados à rotina.

Não existem milagres em dietas sérias, mas existe um pequeno truque para atenuar o sabor amargo do jiló, que é o principal impedimento do acréscimo do fruto ao cardápio: deixe o jiló mergulhado em uma solução de água e sal por pelo menos 15 minutos antes do preparo.

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *