5 motivos para se exercitar no inverno

Resista à tentação de ficar debaixo das cobertas e descubra os benefícios de praticar exercícios no inverno

09 de maio de 2017 • Por Mariana, em Comportamento, Destaques, Fitness


O inverno brasileiro não é exatamente rigoroso, mas no Sul e no Sudeste o frio costuma fazer com que a vontade de se exercitar hiberne como fazem os ursos na América do Norte.

Contudo, praticar exercícios no inverno pode ser mais eficiente do que no verão. E estamos falando de atividades físicas ao ar livre e em locais com ar puro. Correr e pedalar fora das academias climatizadas potencializa diversos benefícios que os exercícios nos trazem naturalmente. Acompanhe.

1-Aumento de gasto calórico

O corpo, ao perder a temperatura em um ambiente frio, será forçado a aumentar a velocidade do seu metabolismo para que ele gaste mais energia para gerar calor.

Essa energia é o famoso gasto calórico, que sofre um acréscimo quando o nosso corpo está sentindo frio. Os músculos se contraem mais e o delicado equilíbrio que mantém o volume de ar nos pulmões e a temperatura corporal constantes e os líquidos perdidos sob controle fazem com que o gasto de energia seja mais eficaz, sem alguns malefícios que o verão causa, como a desidratação.

2- Reforço do sistema imunológico

A atividade física feita no frio faz com que o número de células responsáveis pelo sistema imune (leucócitos, principalmente) tenham um acréscimo, segundo estudos publicados no Journal of Applied Psysiology.

Mas atenção: o exercício deve ser feito de forma moderada e feito por pessoas com condições normais de saúde. Atividades físicas muito intensas e exigentes podem surtir o efeito contrário, ou seja, o organismo pode sofrer uma baixa no sistema imunológico.

Idosos, pessoas com problemas respiratórios e imunodeprimidos devem evitar praticar atividades físicas no inverno, principalmente em dias muito frios.

3-Melhora do rendimento físico

O aquecimento pré-treino é fundamental para quem quiser fazer exercícios ao ar livre no inverno. Lesões causadas por movimentos inadequados são intensificados em ambientes frios, comprometendo tanto o rendimento do exercícios quanto os músculos.

O alongamento e aquecimento feitos antes do treino em dias frios são etapas de adaptação; obedecidos esses ajustes, os benefícios causados pelos exercícios tornam-se evidentes: melhora da capacidade cardíaca e respiratória e fortalecimento muscular.

4-Redução de quadros de depressão

No inverno, a presença de luz solar é reduzida, e isso pode ter um efeito devastador sob algumas pessoas, principalmente se elas não saírem de casa.

carregando…

A prática de exercícios ao ar livre ajuda a liberar neurotransmissores e endorfinas, substâncias que promovem a sensação de bem estar e prazer. Quando o corpo se reveste desses elementos, o desânimo e depressão são mais facilmente debelados.

5-Diminuição da perda de água pelo suor

No verão, a desidratação é um dos maiores perigos para quem pratica atividades físicas, já que a transpiração é intensa e nem todos se lembram de repor líquidos durante o treino.

A perda de água através do suor é bem menor, e o exercício ainda ajuda o organismo a se manter hidratado, já que o sangue corre mais rápido e isso aumenta a capacidade hídrica do plasma sanguíneo, que é composto por 90% de água. Isso ajuda a hidratação corporal.

Considerações finais

Um pequeno alerta para quem mora na região Sul do Brasil, mais propensa a ter invernos mais rigorosos: cuidado com a exposição ao frio intenso.

Procure manter cabeça, pescoço, mãos e pés protegidos. Mãos e pés podem congelar quando não estão bem agasalhados, e a cabeça e o pescoço são as regiões do corpo por onde se perde mais calor corporal.

Use roupas que possam liberar suor sem encharcar e deixar o corpo úmido. Procure orientação de um especialista. Ao término do exercício, proteja-se do frio do ambiente para evitar perda brusca de calor corporal.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!