5 vantagens de tomar água em jejum

Beber água em jejum traz inúmeros benefícios além da hidratação.

18 de maio de 2017 • Por Mariana, em Comportamento, Dicas e Dietas


A água é o elemento mais importante do nosso organismo. 75% de nossa compleição física é composta do líquido vital, por isso a hidratação é tão importante em qualquer dieta que se preze.

Alguns estudos comandados pelo Instituto Europeu de Hidratação vão ainda mais longe: os pesquisadores afirmam que tomar água em jejum proporciona ainda mais benefícios.


A água como solvente

Manter o corpo bem hidratado é, como dissemos acima, vital – e não há exagero nessa afirmação. A água, em termos metabólicos, é o solvente de diversos processos químicos como a respiração celular e a síntese e absorção dos nutrientes que ingerimos.

Por isso que um dos poucos consensos entre a comunidade médica em geral e nutricionistas e nutrólogos em particular é que um ser humano precisa consumir em média 2 litros de água por dia.

 

Tomar água em jejum, segundo as pesquisas, potencializa os já excelentes efeitos do líquido no organismo. Basta tomar pelo menos dois copos de água 10 minutos antes da primeira refeição.

A partir daí, basta continuar tomando água normalmente durante todo o dia.


Quais os benefícios de beber água em jejum?

  1. A água lubrifica e ajuda a proteger articulações e músculos, proporcionando o melhor funcionamento deles.
  2. A pele precisa de água para se manter tonificada e com maior flexibilidade.
  3. Os rins, os nossos “filtros”, precisam de água para que os resíduos decorrentes das funções metabólicas sejam eliminadas pela urina.
  4. O sistema digestório precisa de água para auxiliar para dissolver os nutrientes ingeridos e para transportá-los para todo o corpo através da corrente sanguínea.
  5. Nossas funções cognitivas também precisam do líquido. O cérebro precisa receber sangue oxigenado constantemente para se manter atento e a água participa ativamente desse transporte.


carregando…

A Terapia da Água

No Japão, o consumo de água em jejum é um hábito arraigado; tanto, que existe uma certa Terapia da Água. Ela professa métodos para se beber água que podem auxiliar o tratamento de diversas doenças.

Segundo esse tratamento, deve-se beber quatro copos de água em jejum absoluto ao acordar. O líquido deve estar em temperatura ambiente. Durante 45 minutos, não se come nem se bebe mais nada; após esse tempo pode-se alimentar regularmente.


Os cuidados com a água

Vale lembrar que o excesso de água é prejudicial à saúde. Tomar mais do que dois litros por dia faz com que os rins trabalhem sem necessidade.

Quando isso acontece, não só as toxinas e o excesso de nutrientes são eliminados. Quando bebemos água demais, perdemos mais sais minerais através da urina, o que é prejudicial ao metabolismo.

Outro alerta importante: não tome água apenas ao sentir sede, pois isso denota desidratação. Hidrate-se sempre, de forma contínua.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!