A dieta da água alcalina

A dieta da água alcalina quer eliminar peso equilibrando os níveis de pH d organismo. Isso é eficiente?

15 de outubro de 2014 • Por Mariana, em Dicas e Dietas


A harmonia entre o ácido e o alcalino é uma das novas metas da maioria das dietas elaboradas de alguns anos para cá. A dieta da água alcalina vem somar mais lenha à enorme fogueira de mitos e verdades sobre o muito falado mas pouco conhecido nível de pH.

Mas o que o equilíbrio entre ácidos e alcalinos tem a ver com a perda de peso? Vamos tentar responder isso lembrando um pouco da dieta do pH e elucidando mais alguns pontos importantes.

agua


Acidez e alcalinidade

O pH é a sigla de potencial de hidrogênio, um gás que determina se uma solução (uma mistura homogênea) é ácida, neutra ou alcalina. Os níveis de pH são determinados por uma escala que vai de 0 a 14, divididos dessa forma:

  • De 0 a 7, a solução é ácida.
  • De 7 a 14, a solução é alcalina
  • Entre 7,1 a 7,9, a solução é neutra.


Como isso influencia no emagrecimento?

Segundo pesquisas que ainda precisam ser melhor estudadas mas que possuem diversos dados confiáveis, quando o corpo se torna um ambiente ácido há maior liberação de toxinas, além do comprometimento de diversas funções metabólicas, entre elas a queima eficaz de calorias.

Para que o corpo consiga realizar suas funções, os fluidos corporais, células e o conjunto de órgãos que formam os sistemas precisam estar levemente alcalinos, algo em torno de níveis de pH entre 7,5 e 7,8.


E como funciona a dieta da água alcalina?

Esse nome deriva-se de uma técnica ensinada por nutricionistas para auxiliar a corrente sanguínea e o sistema digestivo a manter um nível alcalino aceitável: tomar logo de manhã, em jejum, um copo de água que tenha obedecido um desses dois procedimentos:

  • Ter sido filtrado em um filtro ionizador;
  • Acrescentar sal marinho;
  • Espremer meio limão.

A água alcalina ajuda a neutralizar a acidez excessiva do organismo, ajudando-o a eliminar as toxinas através da urina e mantendo o sangue dentro de níveis neutros de pH.


carregando…

Mas basta apenas beber água alcalina para emagrecer?

Claro que não. Como começamos e explicar, a água faz parte de um processo mais longo e de comprometimento contínuo, pois envolve mudanças alimentares e de estilo de vida.

Na dieta da água alcalina, é preciso também eliminar ou diminuir o consumo de comidas que elevem a acidez. Esses alimentos já são nossos velhos conhecidos: produtos industrializados, carnes, açúcar, farinhas brancas e derivados do leite.

É preciso também incluir atividades físicas, e não só pela óbvia queima de calorias. O exercício ajuda a ativar os neurotransmissores que causam prazer, alívio e alegria, já que o estresse e o hormônio que ele libera, o cortisol, também aumentam a acidez.


Existem contraindicações? Quais os cuidados?

Essa dieta tende a diminuir a retenção de líquidos, o que é bom mas pode levar à ilusão de perda de peso. O que se elimina é água e não gordura. e isso pode ser frustrante a médio prazo.

A dieta da água alcalina tem um quê restritivo se for seguida sem critério, já que prega a diminuição ou a eliminação do consumo de proteína animal e diversos nutrientes. Como nesse regime não há um controle sobre queima de calorias ou de massa adiposa (gordura), não há como aferir corretamente a perda de peso, e nem se essa eliminação é ideal ao seu organismo.

Quem quiser seguir a dieta da água alcalina precisa de um rigoroso acompanhamento nutricional para que se determine o tipo de regime ideal para o seu caso específico. Contudo, beber água com teor de alcalinidade equilibrada realmente produz bons efeitos no organismo. Ela só não faz milagres. Seja responsável pela sua própria saúde.

 

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!