A dieta dos Gracie

O sucesso dos lutadores de MMA colocou sob os holofotes a dieta dos Gracie, largamente utilizada pelos lutadores. Conheça a história, os princípios e alimentos da mais nova sensação entre as dietas estreladas.

14 de abril de 2014 • Por Mariana, em Dicas e Dietas


Um dos poucos consensos existentes no mundo do esporte diz respeito à hegemonia da família Gracie nas diversas modalidades de luta esportiva existentes.

O patriarca Carlos Gracie (1902-1994) simplesmente recriou o milenar jiu-jitsu à moda brasileira, tornando essa variante de luta um dos paradigmas dos lutadores de MMA.

Para que o clã Gracie mantivesse o proverbial corpo são, Carlos Gracie desenvolveu a hoje famosa dieta dos Gracie, graças a uma verdadeira pesquisa de campo.

dieta-gracie

A criação da dieta dos Gracie

Alguns textos sugerem semelhanças entre a dieta dos Gracie e a dieta das combinações de Herbert Sheldon, porém a busca  de Carlos Greice por um cardápio saudável teve menos preocupações vegetarianas e mais pontuais com suas condições de saúde.

Carlos Gracie sofria com constantes ataques de enxaqueca, além de pleuralgia (inflamação da pleura, membrana que envolve os pulmões) e gota.

Ciente do papel da alimentação e de seus fatores alergênicos, Carlos debruçou-se sobre estudos nutricionais enquanto se isolava do mundo durante suas crises. Esboçou-se aí as bases dos estudos aprofundados que levaram às principais definições da dieta dos Gracie.

Os princípios da dieta dos Gracie

Basicamente, a dieta dos Gracie seguia o bom e velho axioma de Paracelso: “a diferença entre remédio e veneno está na dose”.

Segundo Carlos Gracie, o alimento não poderia envenenar o corpo, e por isso criou-se, após uma série de pesquisas, uma série de combinações baseadas no equilíbrio do pH das refeições, que deve permanecer o mais neutro possível.

As diretrizes básicas da dieta resumem-se em recomendações simples:

  • Não misturar cereais.
  • Usar frutas como parte integrante e importante das principais refeições, não deixando-as apenas como sobremesa.
  • Não consumir gordura e açúcar juntos.
  • Consumir alimentos ácidos em separado dos demais grupos alimentares.
  • Usar e abusar de infusões (chás) para curar e aliviar.
  • Respeitar o tempo de digestão de alimentos, alimentando-se apenas quando o estômago estiver vazio.

Os grupos alimentares

Para que os principais itens da dieta dos Gracie fossem desenvolvidos, os alimentos constantes do cardápio foram divididos em seis grupos, separados para que as combinações entre eles fosse devidamente mesurada.

Todos os principais nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais) estão representados, assim como as interações permitidas e proibidas entre eles. Os grupos foram ordenados alfabeticamente. Acompanhe.

dieta001

carregando…

Grupo A: alimentos que combinam entre si e com um do grupo B

  • Carnes, camarão, lagosta, lula, peixes em geral, ovos.
  • Azeite, abacate, azeitona, castanha de caju, coco seco, manteiga, margarina.
  • Verduras e hortaliças.

Grupo B: alimentos que não podem ser consumidos juntos

  • Arroz, aveia, mandioca, trigo e derivados, milho e derivados, feijão, cevada, farinhas

Grupo C: alimentos que combinam entrei si e os do grupo B, desde que não preparados com óleo

  • Queijos frescos.
  • Açaí.
  • Banana assada ou cozida.
  • Caldo de cana.
  • Açúcar.
  • Uva.
  • Pera.
  • Melancia.

Grupo D: alimentos que não combinam entre si e nem com os outros

  • Laranja, limão, tangerina.
  • Maçã, pera ácida.
  • Caju, pitanga, tâmara.
  • Coalhada.
  • Carambola, pêssego.

Grupo E: leite 

  • Combina com alimentos do grupo B, banana, gema de ovo cozida e derivados do leite, mesmo iogurte e coalhada.
  • Não combina com alimentos do grupo A, carnes, clara de ovo, alimentos doces e açúcar, frutas oleaginosas, abacate.

Grupo F: creme de leite

  • Combina com alimentos do grupo B, abacate, banana assada ou crua, gema de ovo, maçã cozida ou assada, leites e derivados, menos manteiga.
  • Não combina com óleos e gorduras em geral, carnes, frutas doces, verduras e suco de maçã.

Existem os alimentos considerados neutros, que podem ser misturados com qualquer grupo, como café, chás, gema de ovo e coco verde.

Como seguir a dieta dos Gracie

Por mais tentadora que seja a compulsão em seguir os supostos cardápios da dieta dos Gracie encontradas na internet, lembre-se que algumas das combinações sugeridas são focadas em esportistas de alta performance, com necessidades nutricionais e físicas específicas.

Somente um nutricionista poderá determinar quais alimentos e combinações serão as mais adequadas ao seu biotipo, pois uma dieta deve levar em consideração a nutrição e prováveis reações alérgicas. E não se esqueça que dietas sozinhas não fazem milagres; é preciso incluir atividades físicas regulares na nova rotina.

Compartilhe

Conteúdo popular em sua região:

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!