Alimentos que combatem a gordura

Conheça uma lista de alimentos que ajudam no combate à gordura e que podem ser incluídas em diversos cardápios.

12 de maio de 2014 • Por Mariana, em Alimentos


A gordura é uma substância essencial ao metabolismo. Ela nos fornece energia e ajuda a absorver vitaminas importantes. Contudo, o grande problema é o excesso, e as refeições desregradas são repletas desse nutriente.

Saber o que se come é uma das principais receitas de sucesso de uma dieta. Alguns alimentos são nutricionalmente indicados para combater a gordura sem eliminá-la por completo. Conheça os mais eficientes e pense em inclui-los em seu cardápio.

organicos


Aviso importante

Os alimentos abaixo sugeridos devem fazer parte de uma dieta supervisionada por um nutricionista para que se combata a gordura sem prejuízo à saúde. Evite elaborar pratos sem essa orientação.


Alguns alimentos e suas propriedades


Canela

Especiaria sem calorias significantes, tem a famosa ação termogênica (auxilia o metabolismo a queimar gordura) e ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Pode ser consumido sobre alimentos em forma de pó ou em infusões, como chá.


Chá verde

A nova moda entre as adeptas das dietas para emagrecer é reconhecidamente eficiente no combate à chamada gordura visceral. Esse efeito benéfico se dá por conta de uma substância chamada catequina, um poderoso antioxidante.


Melancia

A fruta é praticamente feita de água, o que proporciona saciedade. Rico em licopeno, antioxidante com boa ação anticancerígena e vitaminas A e C, a melancia também se destaca por ter poucas calorias.


Frutas vermelhas

Conhecidas em outros países como berries, frutas como morangos, framboesas e blueberry contém substâncias que eliminam os radicais livres, conseguem deixar a fome sob controle, tem muita água em sua composição baixo teor calórico.


Legumes e vegetais crus

Uma salada feita com cenoura, pepino, couve-flor, tomate e demais legumes populares fornecem uma miríade não só de cores, mas de nutrientes essenciais. Ricos em fibras, reconhecidos vetores da saciedade e em vitaminas e minerais, são largamente usadas e recomendadas em todas as dietas.


carregando…

Ovos

Pelo segundo ano consecutivo, os ovos se mantêm como aliados da dieta, e não mais os vilões de outrora. Comer um ovo cozido de manhã ajuda a manter a tentação do petisco fora de hora, graças à sua proteína de alta qualidade. Deve-se, claro, evitar comer ovos fritos.


Aveia

Fibras, água, antioxidantes que auxiliam no combate ao colesterol e ao diabetes. A aveia continua no topo dos chamados alimentos funcionais há décadas e a cada dia que passa seus benefícios são alardeados. Sugere-se consumi-la em mingaus com pouco ou nenhum açúcar e leite desnatado.


Sopas

Nada de cremes pesados e carnes gordurosas aqui. Estamos falando de caldos feitos com legumes e grãos. São perfeitos para preencher o vazio do estômago principalmente no jantar e na ceia, e caso os ingredientes escolhidos sejam saudáveis, como carnes brancas sem capa de gordura, os níveis calóricos são baixos.


Sementes oleaginosas

São os alimentos mais calóricos dessa lista, mas quando consumidos com parcimônia, principalmente como lanche, fornecem proteínas, fibras e gorduras que evitam o acúmulo de colesterol e triglicérides. Castanhas, amêndoas, amendoins e nozes são mais fáceis de achar no Brasil. Evite as versões salgadas.


Peixes

Leves, ricos em proteína de alta qualidade e fontes do melhor tipo de gordura existente, os ácidos graxos Ômega 3, 6 e 9. Não se intimide quando ouvir dizer que o salmão é a melhor fonte desses nutrientes. Embora seja verdade, os peixes mais populares encontrados em nosso país dão conta do recado com galhardia e com menos dinheiro.


Feijão

O par do arroz nosso de cada dia é fonte de tantos nutrientes importantes que chega a ser um contrassenso abandonar nosso cardápio por cauda do fast-food. São as melhores fontes de fibra existentes, além de proteína, ferro, cálcio, e muitos minerais importantes.

Existem muitos outros alimentos que combatem a gordura e que podem ser incluídas, como a batata doce, o iogurte (o tradicional e o grego, hoje tão em voga), as saladas verdes e diversos pratos típicos de diversas culturas.

Mas não se engane: uma alimentação adequada só funciona com atividades físicas adequadas e frequentes. Consulte sempre um médico antes de começar qualquer programa dietético.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!