Alimentos reconhecidamente saudáveis na dieta

Se somos o que comemos, é possível sermos saudáveis se adotarmos alimentos benéficos na dieta. Conheça alguns ingredientes presentes em muitos cardápios reconhecidamente saudáveis mundo afora.

28 de abril de 2014 • Por Mariana, em Alimentos, Destaques


Sempre é bom lembrar que uma dieta saudável é aquela que inclui, e não exclui. Nenhum nutricionista prega o sacrifício ou a exclusão pura e simples porque sabem que para algumas pessoas é muito difícil largar velhos hábitos alimentares de uma hora para outra.

Além disso, uma dieta bem elaborada preconiza que o alimento em si não engorda, e sim o excesso de seu consumo. Existem, é claro, alguns ingredientes que precisam ser evitados, como a gordura trans  e o açúcar refinado. Contudo, basta que eles sejam suprimidos aos poucos por alimentos que são reconhecidamente saudáveis.

600955_143164862473791_992814388_n


Características do alimento saudável

A comida que nos fornecerá energia para as atividades cotidianas também precisa equilibrar os processos metabólicos  complexos que regem nosso organismo. Eis as peculiaridades mais encontradas em diversos alimentos considerados benéficos:

  • Capacidade em não liberar toxinas prejudiciais, ou liberá-las em pequenas quantidade para serem facilmente excretadas.
  • Evitar o colesterol ruim ou produzir condições para que ele não prejudique o sistema circulatório.
  • Ser de fácil digestão, podendo auxiliar as enzimas no complexo sistema digestório.
  • Proporcionar sabor sem interferir na pressão arterial e na digestão.
  • Ajudar a eliminar os temidos picos de insulina, equilibrando sua produção

E a alquimia dos pratos feitos com esses alimentos precisa, é claro, proporcionar sentimentos subjetivos de satisfação e prazer, para que a dieta perca o ar de renúncia tão arraigado a ela.


Alguns alimentos saudáveis

Feijão preto – o feijão que o cariocas consomem no dia a dia e que é uma fonte rica em fibras, ácido fólico e magnésio, que ajudam no combate ao colesterol e ao diabetes.

Peixes em geral – possuem a melhor gordura que se pode consumir, os ácidos graxos Ômega 3 e 6. São excelentes para manter os níveis de triglicérides baixos e sob controle, além de ótimos para combater o colesterol LDL e as inflamações. Embora o caro salmão seja um dos mais recomendados, pode-se substituí-lo pela sardinha, bem mais em conta.

Azeite de oliva extravirgem – um dos equívocos mais comuns em dietas é a satanização das gorduras em geral. Elas são essenciais na metabolização de vitaminas essenciais, por isso basta saber qual gordura consumir. O azeite em sua versão extravirgem é pródigo em antioxidantes que protegem veias e artérias do colesterol ruim.

Sementes oleaginosas – nozes, castanhas, amêndoas e outros são fontes de um mineral chamado selênio, um antioxidante que proporciona o bom funcionamento da tireoide, além de ajudar no combate ao diabetes e ao colesterol.

carregando…

Tofu – é uma das melhores fontes de proteína vegetal e gorduras poli-insaturadas, e há muito deixou de ser sinônimo de comida sem sabor, graças às especiarias que são incluídas em seu preparo.

Batata-doce – o segredo desse tubérculo é a seu baixo índice glicêmico, o que torna a batata-doce aliada do combate ao diabetes e Às doenças do coração. É rico em fibras, vitamina A e licopeno.

Laranja – esqueça os complicados métodos de obtenção de vitamina C. Barata, acessível e suculenta, a laranja fornece o mais famoso antioxidante de forma eficaz, além de ser fonte segura de fibras de alta qualidade.

Cenoura – outra fiel ajudante no combate ao diabetes, ao colesterol, rico em fibras solúveis e betacaroteno, precursores da vitamina A, bom para a manutenção da visão e das boas condições da pele.

Aveia – o inimigo número um do colesterol ruim é um dos melhores alimentos funcionais conhecidos. rico em fibras solúveis, é o responsável tanto pela perfeita digestão quanto pela manutenção da flora intestinal em bom estado.

Os alimentos aqui listados estão aqui a título de informação. A combinação mais adequada entre eles e outros só pode ser feita por um nutricionista.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!