Aplicativos para celular que ajudam a emagrecer

Literalmente ao alcance da mão, os aplicativos para monitorar dietas e exercícios são cada vez mais populares. Qual o nível de segurança e eficácia deles?

15 de junho de 2015 • Por Mariana, em Comportamento, Dicas e Dietas


Uma das mais novas ferramentas à disposição de quem deseja emagrecer são aplicativos de dieta, disponíveis para smartphones das principais plataformas vigentes no Brasil (Android, iOS e Windows Phone).

A principal dúvida de quem as utiliza é a real eficácia desses programas. Antes, é preciso percorrer o caminho por vezes tortuoso do que é monitorado pelos aplicativos.


Quais são as propostas dos aplicativos de dieta?

Depende do programa e das funções escolhidas. Os aplicativos mais procurados nas principais lojas virtuais (Google Play e App Store) baseiam- se em dois tipos de monitoramento:

Mãos-segurando-um-celular

Calorias e quantidade de alimentos – Nesses, a pessoa escolhe uma dieta pré-estabelecida e o programa calcula as calorias dos alimentos e determina sugestões de cardápio de acordo com um banco de dados com comidas e quantidades calóricas.

Atividades físicas e queima calórica – São equivalentes a personal trainers particulares. Sugerem exercícios com ou sem equipamentos, monitoram o ritmo cardíaco, acompanham virtualmente corridas, entre outras especificidades.


Qual a real eficácia desses aplicativos?

Esses programas são muito bem quistos de maneira geral. A supervisão de dados que requerem contas nem sempre fáceis de serem feitas na ponta do lápis, como a contagem de calorias, é extremamente facilitada.

Os aplicativos também podem ser de grande valia quando sugerem quantidades de comida a ser ingerida, baseando=se na contagem da quantidade calórica.

Há o fator motivacional também. Quando o progresso de um regime é monitorado de forma fácil e quase intuitiva e os resultados aparecem sem que faça grandes esforços intelectuais, há estímulo para se manter o novo estilo de vida proposto.

carregando…


Quais os cuidados que precisam ser tomados?

Os que sempre preconizamos aqui no blog: NUNCA faça dietas ou exercícios sem acompanhamento médico e nutricional.

Por mais tentador que seja confiar totalmente nos aplicativos (afinal, as informações são pertinentes e aparecem no deslizar dos dedos), eles são generalistas.

Ou seja, eles fundamentam suas orientações em uma média considerada aceitável. Contudo, há que se levar SEMPRE em consideração suas necessidades individuais.

Os riscos de sugestão de uma dieta excessivamente hipocalórica (com baixo índice de calorias), por exemplo, não podem ser ignorados.

Use os aplicativos com a mesma cautela usada em seu dia a dia com as dietas e exercícios. São bons coadjuvantes, mas não substituem recomendações médicas.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!