Batata doce na dieta

Por que a batata doce é tão usada em cardápios de atletas? Ela ajuda a controlar o peso?

A batata doce é um dos paradigmas das dietas de muitos esportistas, fisiculturistas e blogueiras fitness desde o final do século passado. Se você já se perguntou o porquê dessa aparente fixação pelo tubérculo, saiba que esse relacionamento íntimo não veio de graça.

A batata doce é um dos alimentos mais completos para quem deseja praticar atividades físicas graças á sua excelente combinação nutricional, um verdadeiro achado ao alcance de todos os bolsos.

O que a batata doce tem?

O tubérculo é um dos mais ricos em fibras, sendo excelente para o sistema digestório. A batata doce tem tem grande aporte de cálcio e ferro, que são amigos do emagrecimento além de ajudar a prevenir problemas como a osteoporose a a anemia.

A batata doce amarela é rica em betacaroteno, como a maioria do alimentos de cor amarela ou laranja, que se transforma em vitamina A, que ajuda no ganho de massa muscular magra, aumenta a imunidade e colabora na manutenção da saúde dos olhos e da pele.

Já a versão roxa tem um antioxidante chamado antocianina, que elimina fontes de radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular.

Benefícios da batata doce

A raiz tornou-se o alimento pré-treino por excelência graças ao seu índice glicêmico, que se mantém em uma média onde ele fornece energia ao organismo liberando glicose (o açúcar simples) de maneira gradual. Isso faz com que os níveis de insulina mantenham-se em níveis normais e não sofram picos que fazem o organismo estocar gordura e provoquem a diabetes do tipo 2.

Essa eliminação gradual de energia que a batata doce proporciona é essencial para quem pratica exercícios, já que a lentidão evita a chamada hipoglicemia de rebote, que ocorre quando o corpo consome rápido demais a glicose graças à fontes com alto índice glicêmico, causando tonturas, enjoos e mesmo desmaios durante o treino.

Parte da energia da batata doce é gasta nos movimentos do exercício e parte é estocada nos músculos em forma de glicogênio, que permite a queima de calorias mesmo em repouso.

Quem tem diabetes pode consumir a batata doce (evidentemente sob o escrutínio de um nutricionista). A raiz possui elevado teor de amido resistente, uma fibra alimentar que graças à sua digestão lenta reduz os riscos de picos de glicose no sangue e também os quadros hipoglicêmicos tão comuns aos diabéticos.

Sugestões de consumo

Para que todos os benefícios da batata doce sejam aproveitados em sua plenitude, ele deve ser consumido cozido ou assado, puro ou em purês e sopas. Se quiser incluir um aporte termogênico maior (ou seja, aumentar a capacidade de queimar calorias), polvilhe canela. Em uma sopa, incremente com especiarias como alecrim e tomilho, por exemplo.

Mas não se esqueça: saiba quais as porções adequadas para consumo de batata doce com o seu nutricionista.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.67
Total de Votos: 12
Batata doce na dieta

Comente