Boxe para emagrecer

O boxe tem adeptas fervorosas graças à imensa perda calórica e tonificação muscular advindas de sua prática. Saiba se essa atividade pode ser sua lendo esse post.

Com a popularização do chamado MMA (sigla em Inglês para artes marciais mistas), o boxe, chamada pelos entusiastas de nobre arte (se bem que eu não vejo nobreza alguma em dois marmanjos se socando, mas cada um com seu gosto) foi relegado a segundo plano.

Talvez seja a hora de nós, mulheres, usarmos o boxe para emagrecer e tonificar a musculatura longe da quase obrigação em ser uma nova Menina de Ouro. Os benefícios físicos dos movimentos do boxe nocauteiam as calorias.

O boxe na queima de calorias

Algumas academias adaptaram-se à grande procura pelo boxe para emagrecer por mulheres que cansaram da rotina dos aparelhos de ginástica.

Foi uma constatação óbvia: os lutadores profissionais tem, além dos hematomas, corpos com músculos bem definidos, e não à toa; veja os principais benefícios que a prática do boxe proporciona:

  • O boxe força a melhora postural, já que pernas e braços precisam se manter em posições que garantam estabilidade e força.
  • O condicionamento físico aumenta com a prática do boxe.
  • Graças às táticas de respiração, o condicionamento pulmonar e cardiovascular sofre um aumento considerável, deixando seu corpo pronto para treinos cada vez mais desafiadores.
  • O boxe para emagrecer é mais efetivo quando inclui-se musculação, que como já visto no texto “Musculação para emagrecer“.

Praticando boxe para emagrecer

A primeira providência é fazer uma avaliação médica para verificar seu atual nível de condicionamento e eventuais problemas nas articulações, principalmente as dos pés e punhos.

Isso é necessário porque o boxe pode eliminar em uma hora nada menos do que 1000 calorias. Interessada? Os principais músculos envolvidos e beneficiados pelo boxe são justamente o que mais queremos manter rígidos e magros:

  • Abdome, principalmente os músculos laterias e posteriores.
  • Glúteos.
  • Bíceps e tríceps.
  • Quadríceps e demais músculos da coxa.
  • Panturrilha.

Para que o condicionamento físico exigido pelo boxe seja atingido, as sessões de treino podem incluir:

  • Pular corda, aumentando a velocidade toda vez que suas habilidades melhoram.
  • Socar o saco de areia, para reforçar os músculos do braço, treinar os movimentos de perna e a resistência aeróbica.
  • Treinar a velocidade do soco com os chamados punching balls, aqueles sacos pequenos que são presos acima da altura da cabeça. Excelente treino para a coordenação motora e aumento da função cardiorrespiratória.

Se quiser começar a usar o boxe para emagrecer, prepare suas luvas e ataduras mas nunca descuide da alimentação balanceada. O boxe é apenas um dos caminhos que podem ser trilhados em busca do emagrecimento. Basta que isso seja feito com critério e auxílio profissional.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 11
Boxe para emagrecer

Comente