Centella asiática para a flacidez

O extrato de centella asiática é conhecido desde a Antiguidade e seu uso foi redefinido graças às pesquisas sobre auxiliares do emagrecimento.

07 de fevereiro de 2014 • Por Mariana, em Medicamentos


Quem consegue eliminar o peso extra sente-se, literal e figurativamente, mais leve. Nada é mais prazeroso ao ver os números decrescentes da balança, que antes apenas mostrava a extensão do sobrepeso. O grande problema agora é estético: a pele, outrora esticada pela camada de gordura, transforma-se em uma peça flácida e disforme, de visual não muito agradável.

Embora existam métodos cirúrgicos para a eliminação da flacidez pós-emagrecimento, eles são mais indicados para quem submeteu-se à cirurgia bariátrica. Médicos sérios preferem tratamentos menos invasivos para quem emagreceu por meio de dietas, exercícios físicos e os eventuais auxílios químicos. Um dos auxiliares mais prescritos e utilizados para a recuperação da tonicidade da pele é um medicamento fitoterápico extraído da planta aquática centella asiática.

Propriedades da centella asiática

centella-asiatica

Nativa da Ásia e da Oceania, a centella asiática é pesquisada há muito tempo graças às suas substâncias obtidas através da extração dos chamados triterpenos da resina da planta. Estas substâncias formam dois ácidos e um glicosídeo largamente usados na cosmetologia: respectivamente, o ácido asiático, o ácido madecássico e o asiaticosídeo.

Inicialmente, a resina da centella asiática era apenas usada para o tratamento da hanseníase (em uma época em que a doença era conhecida por lepra), mas logo os pesquisadores vislumbraram o uso no bilionário ramo da cosmética.

Hoje, a centella asiática, graças ao seu efeito cicatrizante, é usada em tratamentos contra a celulite, mas é reconhecidamente eficaz para promover a sustentação de peles flácidas graças ao auxílio à produção de colágeno  e a melhora na circulação linfática em particular e na vascular em geral, severamente danificadas pela súbita flacidez.

carregando…

Quem determinará a melhor prescrição de uso da centella asiática é o seu médico, pois existem produtos de uso tópico (pomadas, géis e cremes) e para uso interno, ou sistêmico, se seu médico for preciosista (cápsulas, chás, comprimidos).

Indicações e contra-indicações

Os efeitos benéficos da centella asiática só serão sentidos por quem tiver uma alimentação saudável, incluir na rotina atividades físicas e caprichar nos cuidados com a pele, tanto no uso de produtos e cremes adequados quanto no tocante à exposição solar. O uso de centella asiática é contraindicado para quem sofre de gastrite e úlcera, além das pessoas naturalmente alérgicas à planta. Grávidas e lactantes não podem tomar a centella. Nunca se automedique, mesmo com os ditos “produtos naturais”.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!