Coma e Emagreça

Muitos dizem que é preciso reduzir a alimentação ou até mesmo jejuar para que a pessoa emagreça. Descubra porque essa ideia não funciona.

16 de janeiro de 2015 • Por Mariana, em Dicas e Dietas


Chega a ser assustador o número de leitoras que consideram o jejum absoluto em uma ou duas refeições o melhor método para emagrecer.

Graças aos estudos incipientes feitos por diversos médicos a partir da década de 1970 e perpetuados em livros de difícil compreensão ao público leigo, muitas consideram que dieta é sinônimo de ausência parcial ou total de comida.

Hoje os nutricionistas sérios recomendam claramente: coma e emagreça! Vamos por partes.


Coma e emagreça – e nada de jejum

A ideia do jejum para emagrecer vem de uma ideia que a princípio parece ser simples e lógica: se o que comemos é o que nos engorda, então deixemos de comer em determinados momentos. Contudo, o jejum é um suicídio nutricional. Acompanhe.

  • Quando deixamos de nos alimentar, o metabolismo entra em alerta, pensando em uma possível falta contínua de nutrientes.
  • Preventivamente, o corpo começa a acumular reservas de gordura para fornecer energia em casos emergenciais.
  • A energia dispendida não virá dessas reservas de gordura e sim da massa muscular, que além de ser exigido nutricionalmente ainda provém a movimentação básica do ser humano.
  • Quando o corpo recebe alimentação após um grande período de jejum, o metabolismo preventivamente utiliza a glicose não como fonte de energia, mas como estoque para os futuros períodos de jejum.

Você deve ter entendido, mas reforço. O jejum engorda, pois ele destrói a regularidade metabólica.

carregando…


Dicas para comer e emagrecer

Como o jejum não é a resposta para a dieta ideal, basta saber o que comer para emagrecer. As dicas abaixo são genéricas e precisam ser adaptadas ao seu estilo de vida e metabolismo após uma consulta médica. Combinadas?

  • Faça seis refeições por dia. E quando falo refeições, me refiro a porções adequadas a cada período. A divisão clássica das refeições em dietas é a seguinte: café da manhã, lanche matinal, almoço, lanche vespertino, jantar e ceia.
  • Comece o dia com uma proteína de boa qualidade para evitar os temidos picos de fome. Pode ser um embutido light ou mesmo um ovo cozido.
  • Quando fornecer glicose ao seu corpo, aposte em carboidratos complexos, oriundos de alimentos integrais, como aveia não processada e não saborizada, feijão, vegetais, frutas e legumes. Os níveis de insulina ficam sob controle, o que elimina a estocagem de gordura; o sentimento de saciedade aumenta e alguns alimentos auxiliam inclusive no controle da hipertensão e do colesterol.
  • Acelere o metabolismo com os já famosos alimentos termogênicos. Inclua-os em suas refeições na forma de chá, temperos ou complementos.
  • Não gosta de alho e cebola? Pois reveja seu paladar. Ambos são excelentes coadjuvantes no tratamento do controle do colesterol e do triglicérides, aumenta a eficácia do sistema imunológico (o alho possui propriedades antivirais básicas), além de excelentes anti-inflamatórios e antioxidantes.

“Coma e emagreça” não é apenas uma sugestão ou título de um livro; é uma ordem que seu metabolismo dá a você, que deseja emagrecer e culpa justamente os alimentos pela sua cota extra de gordura. Consulte um nutricionista e alimente-se de  forma correta.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!