Como criar a sua dieta

Não sabe como criar sua dieta? Não é tão difícil, desde que seguidas algumas regras simples.

23 de março de 2017 • Por Mariana, em Destaques, Dicas e Dietas


Por mais estranho que isso possa parecer a princípio, cada pessoa precisa criar a sua dieta, pois todo ser humano é único em suas necessidades nutricionais.

Não há como tirar da cartola um cardápio qualquer fundamentado em uma modismo ou promessa de milagre sem levar em consideração o metabolismo, as carências alimentares e a velocidade de resposta às mudanças na dieta de cada um.


As bases da dieta pessoal

Para saber como criar a sua dieta é necessário o acompanhamento clínico de um profissional de saúde, mas os alicerces da maioria das dietas saudáveis é basicamente a mesma.


Consulta médica

 

O primeiro passo a ser dado é o que levará a pessoa a uma consulta clínica com tudo o que se tem direito: avaliação física, exames laboratoriais que determinem as taxas hormonais relevantes à perda de peso e avaliação de consumo médio de calorias.


A anamnese

Feito isso, o profissional de saúde irá debruçar-se sobre a pirâmide alimentar, baseando-se sempre na realidade do paciente.

Foi-se o tempo da prescrição de dietas irreais, não condizentes com o cardápio habitual do brasileiro; hoje as dietas mantém os pés no chão, algumas inclusive baseadas na boa e velha dupla “arroz e feijão”.


carregando…

As calorias ingeridas e consumidas

Ao criar a sua dieta, o nutricionista irá cortar a quantidade de calorias consumidas habitualmente, geralmente entre 20 e 30 por cento. Os maiores cortes serão concentrados nos inimigos habituais das dietas: as gorduras e açúcares.

O principal foco da criação da sua dieta é fazer o organismo acostumar-se com porções maiores de carboidratos complexos presentes em cereais e produtos integrais, aumentar a quantidade de frutas, verduras e legumes e fazer com que o consumo de proteína seja balanceado.

Recomendações como aumentar o volume de água ingerido e livrar-se do sedentarismo fazem parte do da criação da sua dieta.


O seguimento da dieta

O acompanhamento da dieta deve ser rigoroso no início para que não haja espaço para acessos de ansiedade que poderão levar à fome compulsiva.

Uma das metas da reeducação alimentar é fazer com que a pessoa saiba diferenciar a fome da gula causada por outros fatores que não sejam referentes à manutenção do metabolismo.

Esse controle durará até o momento em que a dieta deixe de ser uma meta e transforme-se em uma rotina sem traumas e conflitos.

Não estranhe ao não ver números exatos de calorias, porções e tempo de atividade física. Como a dieta será personalizada de acordo com o biotipo de cada um, cada reeducação terá tabelas próprias e intransferíveis.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!