Como emagrecer a mente

A mente é o primeiro órgão que precisa receber treinamento para emagrecer. Não é uma tarefa fácil e os exercícios precisam de afinco extra, mas os resultados são recompensadores.

18 de outubro de 2014 • Por Mariana, em Comportamento, Destaques


Seja sincera: quando você leu o título desta postagem achou que fosse alguma piada. Como assim, emagrecer a mente? Já não basta querer emagrecer o corpo? Se estivesse sendo literal eu provavelmente daria uma série de exercícios mentais para fazer sua massa cinzenta caber em um biquíni, mas emagrecer a mente é um conceito bem mais sério do que parece à primeira vista.

Para saber como emagrecer a mente é preciso pensar magro, e para pensar magro é preciso mais do que força muscular para pedalar; é preciso treinar o pensamento. Tenha calma, leitora, e você vai ver que emagrecer a mente pode ser o primeiro passo para uma dieta de sucesso.


Por que emagrecer a mente?

Imagine a seguinte situação: você encontra uma dieta que funciona de verdade, com uma junção equilibrada de reeducação alimentar e exercícios físicos moderados que faz com que a perda de peso seja constante, saudável e de fácil manutenção.

Se a primeira coisa que pensa ao ver o programa completo é “não vou conseguir”; se depois de se sabotar, olha para o espelho e vê uma pessoa “irremediavelmente gorda”; se a ansiedade em começar e não conseguir terminar fizer você detonar uma caixa inteira de chocolate… é hora de começar a se questionar o porquê destes pensamentos negativos e obesos.

Emagrecer a mente não é mentir para você mesma, dizendo que você é magra em um mundo alternativo. Emagrecer a mente é propor a você mesma o desafio de se fazer perguntas que gerem respostas cruas e definitivas sobre os porquês de seu sobrepeso: como para me alimentar ou para encobrir frustrações? Sinto fome ou vontade de comer? Posso fazer algo para controlar o desejo de comer sem controle? Gosto de ter peso extra?

As respostas nem sempre serão agradáveis, mas quando elas refletirem os motivos que fazem você comer mais do que deveria e sem controle já deu o primeiro passo para emagrecer a mente. O segundo passo é reeducar a mente a pensar sempre favoravelmente ao seu desejo de  emagrecer. E as dicas abaixo só funcionarão se você praticar. E praticar. E praticar mais. E mais. Como me disse um sábio amigo, não existe comida grátis.

carregando…


Como emagrecer a mente?

  • Não tenha pensamentos gordos. Quando gorduras e açúcares passar por sua mente, apague, delete e siga em frente.
  • Imagine-se usando alguns números a menos. Nada que seja inalcançável nesta primeira fase para que a frustração não abra caminho através de guloseimas. Fixe esta imagem em seu cérebro e determine que em breve você chegará lá.
  • Não tente demolir seus próprios planos. Seja uma pessoa positiva e comece perdoando a si mesma. Olhe o mundo sem ranços autodestrutivos.
  • Não encontre justificativas para seu excesso de peso; procure saber o bem que perder peso ira fazer a você em todas as esferas – físicas, clínicas, profissionais e pessoais.
  • Aprenda a traçar metas e a cumpri-las. Depois de imaginar os números a menos no manequim, é hora de fazer algo para que isso aconteça. Estabeleça compromissos com você mesma.
  • Não tente ser a Mulher Maravilha. Determine metas possíveis e siga-as seguindo a ordem natural das coisas. Usando uma imagem mental batida mas eficaz, comece engatinhando, ande e não se preocupe com os tropeços e quando as pernas estiverem fortes, corra. Devagar, mas corra.
  • Engane sua gula. Se você conseguiu determinar a fonte destes acessos de fome, deixe esses impulsos para trás. Tome água, dê uma caminhada, fale com alguém que tenha importância em sua vida, beije… seja criativa e esqueça a geladeira.
  • Ame a pessoa mais importante nesse processo todo: você.

Não consegue emagrecer a mente sozinha? Saiba que você não é a única. Existem grupos de terapia cognitiva, programação neurolinguística e demais tratamentos psicoterapêuticos que podem ajudar você a saber como emagrecer a mente para, enfim, conseguir se ver magra e ser magra.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!