Como emagrecer a panturrilha

Ao emagrecer, é preciso pensar no conjunto harmonioso. Não basta apenas eliminar o excesso na barriga. muitas outras partes precisam perder as formas avantajadas de outrora. Comecemos pela panturrilha.

26 de outubro de 2014 • Por Mariana, em Assuntos Diversos, Comportamento


Quando o corpo emagrece e perde o excesso de gordura, a pele que a sustentava pode ficar flácida ou saliente demais e uma das partes do nosso corpo que mais sofre essa flacidez é a panturrilha.

Não à toa, a procura aqui e em diversos sites por métodos eficazes para emagrecer a panturrilha, eliminando o que alguns chamam de cankle [em Inglês, uma palavra formada pela junção de calf (panturrilha ou “batata da perna” no popular) e ankle (tornozelo), ou a perna tronco-de-árvore]. Pesquisando um pouco sobre o assunto descobri como emagrecer a panturrilha. Ou melhor, como tonificá-la.

 


A panturrilha

Essa parte do corpo que muitos teimam em afirmar que é um tubérculo (batata é rica em amido que engorda, por isso chame de panturrilha) é composto de dois músculos principais e uma terminação nervosa:

  • O  nervo tibial anterior, que ajuda na flexão da planta do pé e localiza-se na parte de trás da perna, percorrendo todos os feixes musculares.
  • O  músculo sóleo, que movimenta o tornozelo nos movimentos de extensão e flexão planar.
  • O gastrocnêmio, que movimenta joelho e tornozelo e é fundamental na flexão dos pés.

Quando engordamos, a panturrilha acumula mais líquido do que gordura, mas ainda assim avoluma-se artificialmente graças principalmente à força que a panturrilha faz para ajudar na sustentação.

carregando…


Como emagrecer a panturrilha

Como dito no primeiro parágrafo, tecnicamente não é possível emagrecer a panturrilha, e sim tonificá-la com exercícios específicos:

  • Fazer alongamentos da panturrilha com pesos para não distender o nervo tibial.
  • Flexionar o gastrocnêmio com carga, para que a definição da panturrilha seja visível.
  • Reforçar o músculo sóleo, que sustentará a forma e a integridade do gastrocnêmio, com flexões para o dorso (dorsiflexão) e plantares, agachamentos e pulos.
  • Levantar pesos com as pernas em aparelho de ginástica específico.

Tome cuidado ao começar qualquer série de exercícios: você quer apenas emagrecer a panturrilha, e não tornar-se uma fisiculturista. Como os músculos nessa parte da perna suportam mais repetições em treinamentos, alguns exageros podem acontecer. Não são raros casos de hipertrofia nessa região, o que pode arruinar a harmonia dos feixes musculares. Em alguns casos a panturrilha pode ficar mais grossa que a coxa. Tome cuidado e não faça exercícios sem supervisão.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!