Como Emagrecer o Pescoço

O pescoço é uma área sensível esteticamente, e emagrecer essa região está entre os mais desejados objetivos entre muitas pessoas. É possível emagrecer o pescoço de forma segura e saudável?

09 de julho de 2018 • Por Mariana, em Atividade Física


Por mais que saibamos o quão saudável é emagrecer, muitas de nós têm, no fundo, mais preocupações estéticas do que nutricionais, e não há nada de errado nisso. Afinal, se para ter o corpo considerado ideal precisa-se de mudanças comportamentais, que se mudem os paradigmas. Principalmente quando o assunto é emagrecer partes específicas.

Um dos questionamentos mais feitos em quaisquer sites e portais é “como emagrecer o pescoço?”. As temíveis papadas são tão ou mais odiadas do que a celulite e há quem não meça esforços físicos e/ou financeiros para se livrar do excesso de gordura em uma área tão visível quanto o pescoço. Tentaremos compilar aqui os métodos mais seguros e confiáveis conhecidos. Claro, sempre lembrando que é preciso uma avaliação médica criteriosa quando o assunto é emagrecimento.

A papada e suas causas

A papada afeta igualmente homens e mulheres e é resultado do acúmulo de gordura. Essa concentração de tecido lipídico é causada por diversos fatores, como excesso de alimentos gordurosos na dieta, problemas hormonais, predisposição genética, sedentarismo e o hábito de fumar. Antes de começar a tentar emagrecer o pescoço, é preciso saber qual causa, ou quais causas, estão relacionadas ao seu caso.

A gordura em volta do pescoço começa a se acumular mais visivelmente após os 30 anos. Esse é o “limite hormonal”, por assim dizer; quando o organismo é jovem consegue consumir mais energia e não dá espaço para que a gordura se concentre em locais esteticamente indesejáveis. Os excessos cometidos durante a juventude, como o consumo excessivo de álcool, comidas calóricas, fumo e excesso de exposição solar faz com que o corpo acumule mais facilmente toxinas e gorduras localizadas quando ultrapassamos os 30 anos.

Como emagrecer o pescoço de modo saudável

O primeiro passo para emagrecer o pescoço e se livrar da papada é mudar hábitos alimentares e comportamentais que podem vir a ser nocivos. Evite o consumo excessivo de sal, açúcar e álcool, que causam, entre outras coisas, retenção de líquidos e aumento do tecido gorduroso. Beber muita água ajuda o organismo a eliminar mais rapidamente as toxinas através da sudorese e da urina.

Quando for ao médico, faça um check-up completo e peça para analisar possíveis intolerâncias alimentares. Os mais comuns são as intolerâncias ao leite e ao glúten. Quem sofre de síndrome do cólon irritável também está propenso a desenvolver papadas graças aos transtornos hormonais causados por ela.

Ainda no tocante à prevenção, habitue-se a fazer séries de exercícios para a área do pescoço. Eles existem e podem ser feitos em casa, tomando-se os cuidados de adaptação: faça séries curtas no início e aumente o tempo quando a chamada zona de conforto chegar. Eis algumas sugestões:

  • Deite-se de costas no chão, relaxe a musculatura do rosto e mova a cabeça na direção do peito até que o queixo o toque. É como responder “sim” com a cabeça. Comece com 10 repetições e vá aumentando aos poucos até chegar ao máximo de 50, considerado seguro por especialistas.
  • Sente-se com as costas retas, movimente o pescoço para um lado e toque o céu da boca (palato) com a língua. Isso fará com que os músculos do pescoço mantenham-se retesados. Mexa a cabeça para outro lado um ou dois segundos depois, sempre mantendo a língua no palato. Bastam 10 ou 15 repetições.
  • Sentada em uma cadeira e mantendo-se ereta, como no exercício anterior, mexa a cabeça para trás como se quisesse olhar o teto. Mantenha essa posição e estique o pescoço como se quisesse tocar o forro de sua casa com os lábios; fique por pelo menos cinco segundos nessa posição. Volte a olhar para frente e repita esse movimento mais 10 vezes, pelo menos.

Essas ações acima descritas são para prevenção e possível eliminação da papada em estágios leves e médios. Por serem medidas de contenção, não espere resultados imediatos; tenha paciência e persistência. E nunca deixe de consultar seu médico.

Outras fatores que podem causar a papada

Nem sempre emagrecer o pescoço é uma preocupação puramente estética. A aferição da circunferência do pescoço pode indicar mais do que obesidade. Existem doenças ligadas à presença de papadas que precisam ser diagnosticadas por um médico, como o bócio (crescimento anormal da tireoide) e a síndrome de Cushing (causada pelo uso contínuo e maciço de corticoides). Nos dois casos, apenas um médico, de preferência um endocrinologista, pode diagnosticar e prescrever tratamentos.

A cirurgia plástica resolve?

A cirurgia plástica para emagrecer o pescoço (também chamada de lifting cervical) só poderá ser indicada a critério médico. As indicações mais comuns são; flacidez e excesso de pele causadas pelo emagrecimento após a cirurgia bariátrica; grande volume de tecido gorduroso; musculatura enfraquecida pela idade ou questões físicas e hormonais; bandas platismais (pregas muito acentuadas e em forma de V).

Por mais que as técnicas de cirurgia plástica estejam mais seguras e avançadas, nada pode deter o envelhecimento natural do ser humano. Manter o pescoço livre da papada não é possível após certa idade, mas os exageros podem ser evitados tomando-se os cuidados básicos de saúde e obedecendo as recomendações médicas em casos cirúrgicos.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 5
Total de Votos: 12

Como Emagrecer o Pescoço

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

O que você pensa disso? Vamos construir um debate!