Como perder peso de forma básica

Parece simples, mas perder peso é uma questão multifatorial que precisa ser bem analisada. Comece com os questionamentos aqui sugeridos.

02 de fevereiro de 2015 • Por Mariana, em Destaques, Dicas e Dietas


O grande problema de quem quer emagrecer é imaginar que exista uma fórmula mágica que consiga secar e eliminar a obesidade fazendo o exercício “X”, comendo o prato “Y” ou tomando o remédio “Z”.

Perder peso de forma básica e realista tem ares de esforço monumental com resultados pífios por não serem rápidos, todavia ninguém pensa que pessoas com sobrepeso acumularam gordura milagrosamente de um dia para outro.


Analisando o acúmulo de gordura

Convido a leitora a seguir um pequena linha de raciocínio lógico, com algumas inevitáveis digressões durante o processo, sobre o que torna a sociedade do século XXI propensa à obesidade.

No alvorecer da humanidade, quando éramos apenas um bando de Homo sapiens nômades, comia-se o que se caçava e fugia-se de quem queria fazer das pessoas alimento. Engordar nem sequer era uma opção.

Depois que o ser humano fundou as vilas e cidades e conseguiu “domar” os alimentos plantando e criando a pecuária, era preciso trabalhar duro para ter comida à mesa, ou sobre o tecido no  chão.Queimava-se enormes quantidades de calorias para que o alimento transformasse-se em algo comestível.

Mesmo após a Revolução Industrial e até meados do século XX, praticava-se, mesmo sem se ter consciência, muita atividade física. Acompanhe.

  • Para ir ao trabalho e voltar para casa, caminhava-se ou andava-se de bicicleta;
  • O serviço braçal de outrora dependia muito de ferramentas que eram versões melhoradas dos instrumentos do período da pedra polida;
  • Mesmo os felizes proprietários de carros não dispunham de facilidades como vidros elétricos, direção hidráulica e transmissão automática. Pergunte ao seu avô como era dirigir um Fusca ou um caminhão Mercedes LAP-321.


O papel dos alimentos e da falta de atividades físicas

A relação da humanidade com os alimentos mudou desde que foram descobertos os edulcorantes, os conservadores e a gordura hidrogenada.

Finalmente a comida duraria mais do que o tempo de decomposição natural; pena que só depois de décadas descobriram os malefícios.

carregando…

Hoje o esforço físico de muitas atividades foi diminuído ou abolido; transportar-se de um local a outro chega a ser ridículo de tão fácil; alimentar-se não dependia mais dos itens no quintal e dos dotes culinários de alguém.

O uso de gorduras e açúcares disseminou-se graças ao fast food e, em proporção inversa, a atividade física dos seres humanos diminuiu drasticamente, Uma pessoa não se esforça mais nem para discar um número de telefone!


Considerações finais

A forma básica de perder peso é terrivelmente simples: basta consumir a quantidade de calorias que se gasta durante um período de 24 horas e nem uma quilocaloria a mais.

Seres humanos sedentários, segundo pesquisas sérias, precisam consumir uma média de 2500 kcal diárias, e essa marca é batida facilmente quando, ao invés de almoçarmos em casa, decidimos comer um sanduíche qualquer juntamente com meio litro de refrigerante.

As responsabilidades do mundo moderno e das atitudes tomadas precisam ser devidamente pesadas.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!