Cromoterapia para Emagrecer

As cores podem influenciar a dieta e a reeducação alimentar? Conheça a cromoterapia e tire suas próprias conclusões.

23 de julho de 2015 • Por Mariana, em Comportamento, Dicas e Dietas


As terapias alternativas para emagrecer carecem, em sua maioria, de respaldo científico, embora sejam muito usadas ao redor do globo. Uma das que caiu em meu colo (mais especificamente em minha caixa de mensagens) é o uso da cromoterapia para emagrecer.

Neste tipo de tratamento há um importante fator subjetivo que precisa ser levado em consideração na análise desta terapia para a cura de doenças, por isso vou tentar ser o mais objetiva possível usando as informações que consegui pela internet.

 


A cromoterapia

A cromoterapia é, basicamente, o tratamento de doenças usando as cores.

Os adeptos acreditam que cada cor tem uma vibração no espectro de luz que forma a cor, e essa vibração é responsável pela ação terapêutica da terapia das cores.

cromoterapia[1]

O principal efeito da cromoterapia é, segundo o cânone, o equilíbrio de energias que acalmam corpo e mente, produzindo efeitos que vão da tranquilidade ao estímulo.


As cores da cromoterapia

Cada uma das cores do chamado espectro solar tem uma ação distinta no organismo, segundo os preceitos da cromoterapia, e cada um deles tem uma função básica que pode ser atenuada ou destacada de acordo com a tonalidade.

Veja abaixo as cores do espectro solar e sua ação esperada:

carregando…

  • Azul – a cor que transmite calma e tranquilidade. Para eliminar episódios de estresse e medo irracional.
  • Laranja – vibrante, a cor da imunidade e da depuração.
  • Verde – tranquilidade e esperança, a cor que ajuda a circulação sanguínea.
  • Violeta – purificador e calmante, além de estimular a criatividade e a cura.
  • Vermelho – sensualidade, paixão e estímulo. Deve ser usada sempre com cores que evoquem calma, como o azul.
  • Amarelo – a vibração amarela intensifica o raciocínio, a inteligência e a argúcia.


Usando a cromoterapia para emagrecer

O tratamento pode variar de clínica para clínica no que diz respeito aos métodos e equipamentos, mas o uso de lâmpadas e pequenos bastões com luzes emanando em uma de suas pontas são uma espécie de consenso.

Os espectros solares são colocados sob a pele por um tempo determinado pela anamnese realizada pelo profissional.

Além das luzes, há algumas recomendações sobre o uso das cores no dia a dia para que se potencialize os efeitos da cromoterapia para emagrecer. Acompanhe.

  • Na hora de praticar atividades físicas, é preciso que haja estímulo. Recomenda-se o uso de roupas vermelhas.
  • Quando o desânimo em seguir uma dieta ou determinada atividade chegar, abuse do laranja nas roupas e no ambiente, pois essa cor é estimulante para a mente e o corpo.
  • O amarelo tem um efeito digestivo que é muito útil durante as refeições. Uma cozinha ou ambiente amarelo estimula o bom funcionamento do intestino.
  • O violeta, considerada a cor com maior vibração do espectro, elimina ansiedades e angústias, excelente para evitar os impulsos de comer fora de hora.

O uso da cromoterapia para emagrecer não é reconhecido como tratamento eficaz pela comunidade científica, mas faz parte de terapias psicossomáticas que podem induzir um indivíduo a mudar hábitos alimentares e de vida.

Trocando em miúdos: quem pratica a cromoterapia acredita nela e faz com que ela seja o gatilho mental que desperte o desejo de emagrecer com saúde. Mesmo assim, não deixe de consultar seu médico.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!