Dieta da Gelatina

A gelatina é a famosa substituta dos doces nas dietas. Saiba porque ela é recomendada principalmente para quem não vive sem doces.

05 de fevereiro de 2015 • Por Mariana, em Alimentos, Destaques, Dicas e Dietas


Talvez este texto não devesse se chamar dieta da gelatina, e sim gelatina na dieta, ou coisa parecida. Afinal, não é possível que uma dieta saudável seja baseada exclusivamente em gelatina.

Mas, seja qual for a dieta que você esteja fazendo, a gelatina pode ser um complemento deveras interessante, tanto pelas suas características nutritivas quanto pelo paladar.

Apenas para deixar claro, não recomendamos que você inclua ou exclua alimentos de sua dieta sem o consentimento de seu médico ou nutricionista. E quando falamos em incluir gelatina na sua dieta, estamos nos referindo à gelatina dietética, ou seja, sem açúcar.


Propriedades Nutricionais da Gelatina

A gelatina é rica em colágeno. Ou melhor, a gelatina é composta de proteínas que ajudam na síntese e na renovação do colágeno.

Colágeno, para quem não sabe, é a substância responsável pela firmeza de nossos músculos e pele. Até os 25 anos de idade o organismo produz todo o colágeno de que precisa, mas depois disso a produção vai diminuindo com a progressão da idade.

Só disso já dá para imaginar que a gelatina seja mesmo benéfica para quem está de dieta: à medida que o peso diminui, com ele vão-se as medidas, mas costumam sobrar as peles. Com a diminuição do colágeno também é comum que os músculos fiquem flácidos e a densidade óssea diminua, assim como a força e a elasticidade das articulações e ligamentos.

Há quem diga também que o consumo regular de gelatina seja capaz de reduzir os níveis de colesterol e triglicérides, mas carecemos de conhecimento para corroborar tal afirmativa.

carregando…

Ainda, a gelatina, por ser “fornecedora de colágeno”, tem a capacidade de melhorar a espessura, o brilho e o viço do cabelo. Pele e cabelo bonitos já são meio caminho andado para uma autoestima em dia, fundamental para se encarar o sacrifício de qualquer dieta sem esmorecer.

Se não bastassem essas virtudes, a gelatina ainda é saborosa, refrescante, facílima de preparar (é só despejar o conteúdo do pacotinho na água fervendo, mexer, adicionar água gelada e mexer de novo), e pela sua consistência promove a sensação de saciedade, que evita que a pessoa continue comendo além da necessidade.

Como sua composição é, em grande parte, água, a gelatina ainda promove a hidratação do organismo, fundamental para a manutenção de uma boa saúde.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!