Dieta das Calorias Inteligentes

A dieta das calorias inteligentes propõe a reeducação alimentar baseada nos principais valores nutricionais dos alimentos.

31 de julho de 2015 • Por Mariana, em Dicas e Dietas


Em 2006, o nutricionista Cesar Pedroso, criador do Instituto de Saúde Integral que faz parte do prestigiado Hospital das Clínicas de São Paulo (SP), elaborou, juntamente com outros nutricionistas e profissionais de saúde sob seu comando, uma dieta que englobasse todos os alimentos dentro de uma tabela nutricional quer fosse fácil de ser seguida pelo brasileiro médio. Nascia a dieta das calorias inteligentes.

 

Método de ação

A dieta das calorias inteligentes baseia-se na pirâmide alimentar moderna e classifica os alimentos de forma que não haja proibição, que leva inevitavelmente ao descontentamento e posterior abandono de qualquer dieta.

alimentacao-saudavel1

 

Ao invés de classificar as comidas apenas pelo valor calórico, os nutricionistas do Hospital das Clínicas usaram a letra K para abranger os principais indicadores dietéticos:

  • As inevitáveis calorias;
  • O índice glicêmico (IG);
  •  O teor de sódio (sal);
  • A quantidade de gorduras saturadas.

Cada alimento possui um K, que abrange os valores acima mencionados e que podem ser combinados em um cardápio saudável em quantidades pré-definidas, sem que nenhum tipo de comida fique de fora.

Classificação dos alimentos na dieta das calorias inteligentes

Para facilitar a compreensão imediata, a dieta das calorias inteligentes usou a boa e velha classificação semafórica das cores para determinar as tabelas de alimentos segundo o seu K:

  • Alimentos verdes – Possuem irrisórios valores calóricos e de sal, índice glicêmico baixo e níveis de gordura saturada inexistentes ou muito baixos. Podem ser incluídos no cardápio com fartura.
  • Alimentos amarelos – Alimentos com pouca gordura, IG mediano e taxas calóricas e de sal medianas, exigindo um pouco mais de cuidado ao incluí-los no cardápio.
  • Alimentos vermelhos – IG alto, muito calóricos e com taxas altas de sal e gordura saturada. Devem ser consumidas com muita moderação.

As tabelas completas podem ser encontradas no livro “A Dieta das Calorias Inteligentes”,  escrito por César Pedroso.

Vantagens da dieta das calorias inteligentes

Por mais que se use o nome “dieta” para fins de simplificação e entendimento, esse é na verdade um programa de reeducação alimentar, que faz com que a pessoa controle o que ela consome. Esse controle começa com a montagem dos pratos que compõem as principais refeições seguindo as tabelas.

As perdas de peso são realistas e seguem níveis nutricionalmente saudáveis. Uma mulher entre 20 e 35 anos, por exemplo, deve consumir no máximo 120 K por dia para eliminar um quilo por semana.

carregando…

Os exemplos de sucesso da dieta são amplamente divulgados no Instituto de Saúde Integral. Os primeiros a testarem a eficácia do sistema K de classificação foram os próprios funcionários do Hospital das Clínicas, que perderam peso de forma significativa.

3837888357_3e9f4f133d

Existe alguma desvantagem ou restrição?

Diversos nutricionistas apontaram a falta de individualização da dieta como principal problema.

Traduzindo: não há nesse programa de reeducação alimentar um estudo pessoal que determine as necessidades de cada um, levando em consideração o gasto calórico, nível de atividades físicas e se houve perda de gordura ou massa muscular magra.

Ainda segundo esses profissionais, o excesso de objetividade da dieta das calorias inteligentes pode ser desvantajoso em determinados casos. Há pessoas que precisam diminuir ou aumentar o consumo de um determinado nutriente de acordo com seu metabolismo.

Considerações finais

O sucesso da dieta das calorias inteligentes é inegável e pode ser comprovado cientificamente graças a extensos testes feitos pela renomada equipe multidisciplinar de um dos centros de referência em saúde mais respeitados do Brasil.

Embora haja nutricionistas e nutrólogos que compreensivelmente questionem certos aspectos da dieta, eles reconhecem que suas vantagens, como a fácil compreensão das tabelas e a enorme abrangência de ingredientes, não podem ser desprezados.

Por mais saudável e segura que a dieta das calorias inteligentes pareça ser, nunca a inicie sem acompanhamento clínico. Consulte um nutricionista e peça auxílio a ele para montar seu cardápio diário. E não se esqueça de incluir atividades físicas.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

1 comentário

  • simone • 30/08/2014

    Dieta realmente funciona, demora um pouco mais d´s resultado

    Responder

Deixe seu comentário!