Dieta de Academia

Quando nos matriculamos em uma academia, temos que nos preocupar com os exercícios e com a alimentação pré e pós-treino.

16 de fevereiro de 2015 • Por Mariana, em Destaques, Dicas e Dietas


Praticar exercícios em uma academia requer doses enormes de disciplina e foco, principalmente para que é fã dos corpos sarados que desfilam por lá.

Brincadeiras à parte, de nada adianta simplesmente acabar-se em uma bicicleta ergométrica ou em uma acelerada aula de spinning ou musculação se a movimentação não rimar com alimentação.

Não existe especificamente uma dieta de academia, mas algumas pequenas mudanças alimentares complementam o treino e o potencializam.


Dieta de academia: o que comer antes do treino

Existe um consenso entre treinadores sérios: não é recomendável ir ao treino em jejum. Por mais que aparentemente haja incompatibilidade entre o ato de comer e o ato de malhar, há uma explicação precisa.

Se uma pessoa estiver sem comer por mais de quatro horas antes de se exercitar, o que o corpo vai queimar durante as sessões não será gordura, e sim a massa muscular.

Para que o corpo elimine gordura, ele precisa do estímulo de uma substância chamada glicogênio, obtida a partir do consumo de carboidratos. Eis o porquê da permanência insistente daquela maldita barriguinha ou culote.

Veja o que é recomendável comer antes da malhação:

carregando…

  • Se você comer uma hora antes do treino, consuma carboidratos vindos de fontes saudáveis e com baixo índice glicêmico, como frutas e produtos feitos com cereais integrais. Se o intervalo de tempo for ainda menor, você pode consumir carboidratos simples e alimentos feitos com farinhas refinadas com moderação, pois elas são uma espécie de “carga rápida”. Evite o consumo de proteínas nestes intervalos; a digestão mais lenta deixa o estômago pesado.
  • Caso o intervalo de tempo seja maior do que uma hora antes dos exercícios, é possível incluir proteína no lanche. Ovo cozido, peixe, carnes brancas sem pele e grelhadas darão aos músculos a resistência e a capacidade de recuperação ideais antes de após o treino.


Dieta de academia – o que comer após o treino

Por maiores que sejam os benefícios que os exercícios proporcionem, os músculos sofrem com o trabalho intenso e precisam de tempo e alimento adequados para se recuperar.

Na primeira hora pós-treino, volte a priorizar a proteína, que auxiliam na regeneração muscular. Não abandone o carboidrato, mas dessa vez fique apenas com as versões saudáveis contidas nas frutas e em biscoitos integrais, por exemplo.

Não se esqueça do detalhe mais importante: antes, durante e depois dos exercícios, consuma água. Muita água. Hidrate o corpo e não o deixe sem reservas líquidas.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!