Dieta e alergia alimentar

O alimento pode ser seu inimigo. É quando ele causa alergia. Saiba o que é e o que fazer para combatê-la.

28 de maio de 2015 • Por Mariana, em Alimentos, Destaques


Uma dieta nem sempre tem como objetivo emagrecer ou manter o peso ideal. Às vezes, é preciso planejar um regime devido a alguma alergia.

Reações alérgicas a alimentos são um transtorno cada vez mais presente no cotidiano de muitas de nós e elas precisam ser devidamente diagnosticados e tratados com seriedade.


O que é alergia alimentar?

É a resposta, geralmente desagradável, do sistema imunológico ao consumo de algum tipo de comida.

alergia-alimentar

Mesmo uma pequena quantidade é o suficiente para deflagrar a alergia, por isso é preciso saber o que causa a reação e eliminar a sua fonte,  deixando de ingerir o alimento especificado.

Não há um padrão para a duração de uma alergia, que pode durar desde alguns anos, em geral na infância, até a vida inteira.


Quais as causas da alergia?

O alimento que dá o gatilho para a reação alérgica é considerado uma substancia nociva pelo sistema imunológico, equiparado a um vírus ou uma bactéria.

Essas comidas libertam histaminas e anticorpos cujo objetivo principal é eliminar o “agente patogênico” (no caso, o alimento), causando a alergia.


Quais os alimentos que mais causam alergias?

Qualquer comida pode causar reações alérgicas a pessoas propensas, mas os alimentos que mais causam essas reações são:

  • Ovo;
  • Amendoim;
  • Soja;
  • Peixes e frutos do mar;
  • Glúten.


carregando…

Quais os sintomas mais comuns?

É preciso atenção, pois a alergia é uma doença que não tem um padrão de ataque. A pessoa pode sentir alguma reação entre duas horas e um dia após a ingestão do alimento.

Por isso é importante fazer um monitoramento do que se come antes de acusar determinado alimento como “culpado”. Veja quais são os sintomas mais comuns:

  • Coceiras;
  • Rouquidão;
  • Diarreia;
  • Irritação nas mucosas (boca, garganta, olhos);
  • Corrimento nasal;
  • Inchaço;
  • Descamação e bolhas na pele;
  • Falta de ar e respiração difícil.


Há algum fator de risco para alergia?

Sim. Se houver casos de reação alérgica na família, episódios de alergia na infância, histórico de asma ou mesmo a predisposição de crianças muito pequenas e idosos a ter sintomas alérgicos, é preciso investigar isso.


Como descobrir a alergia?

Uma consulta com um médico é essencial. Ele fará os testes necessários para detecção de alguma alergia.

As aferições podem incluir testes cutâneos, dosagem de anticorpos específicos, dietas excludentes (deixa-se de consumir os alimentos suspeitos por tempo determinado) e provocação oral.


Considerações finais

Alergia alimentar é um assunto sério. Deixe as conclusões para quem entende, ou seja, seu médico. Não inclua nem exclua alimentos de sua dieta sem critério.

E não confunda alergia com intolerância alimentar. Esse será o assunto do próximo texto.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!