Dieta VLCD

A dieta VLCD (dieta de valor calórico muito baixo) é ao mesmo tempo reconhecida pela sua eficácia e temida graças ao seu mau uso. Conheça e avalie esse regime.

23 de novembro de 2016 • Por Mariana, em Destaques, Dicas e Dietas


A procura pela dieta VLCD (acrônimo do Inglês Very Low Calorie Diet, ou dieta de valor calórico muito baixo, em tradução livre) tem aumentado graças aos diversos relatos de sucesso envolvendo sua aplicação em casos de obesidade.

Afinal, o que é, quais são os conceitos, quais os níveis de sucesso e segurança da dieta VLCD? Quem pode seguir esse regime?


O conceito básico da dieta VLCD

Uma dieta normal para uma pessoa saudável deve conter entre 2000 e 2500 Kcal diárias, dependendo sempre do metabolismo e do nível de atividade física ou sedentarismo da pessoa.

Na dieta VLCD, esse nível calórico cai drasticamente para no máximo 800 calorias. É uma dieta hipocalórica, portanto, e por isso não pode ser seguida indefinidamente.


Dietas hipocalóricas não são perigosas?

Quando feitas sem critério, eliminando nutrientes ao bel prazer do inventor da dieta, são perigosíssimas. Por isso a dieta VLCD é prescrita em casos de obesidade determinado pelo IMC (Índice de massa corporal) e sob os seguintes critérios: pacientes diabéticos, com síndrome metabólica e índice de massa corporal que ultrapassem os níveis considerados saudáveis.

O paciente que seguir a dieta VLCD também deverá ter acompanhamento médico, psicológico e físico, já que a redução de aporte calórico deve ser monitorado clinicamente através de exames laboratoriais e clínicos, ter acompanhamento psicológico e incluir atividades físicas que ajudem a queimar calorias.


Por quanto tempo a dieta VLCD deve ser feita?

O tempo de aderência á dieta dependerá de cada paciente, mas estima-se um período entre 4 e 20 semanas. Durante esse tempo, a perda de peso é acentuada até que o metabolismo se acostume à baixa quantidade de calorias.

carregando…

Não se pode estender por mais de 20 semanas o tempo de adesão á dieta. Aumento de consumo de calorias e mudanças de atividades físicas fazem parte do regime, sempre criteriosamente monitorado pela equipe multidisciplinar de saúde.


Benefícios esperados

A dieta VLCD tem objetivos muito claros e determinados durante seu prazo de vigência:

  • Perda de peso acentuada durante o tempo de duração;
  • Redução da gordura visceral;
  • Manutenção e melhora da taxa metabólica basal (o gasto calórico do corpo em repouso);
  • Melhora na composição da massa magra (músculos), o que proporciona maior gasto calórico.


Qualquer pessoas pode aderir à dieta VLCD?

Não. Apenas pessoas com obesidade aliada aos problemas de saúde acima mencionadas devem seguir os preceitos do regime, e ainda assim sob indicação e supervisão médicas. Graças à equipe multidisciplinar envolvida nessa empreitada, a dieta VLCD não é exatamente acessível a todos os bolsos.

O que torna o aviso a seguir muito importante: não acredite em quaisquer dietas hipocalóricas indiscriminadas que usam o nome da dieta VLCD apenas para chamar a atenção. Dietas que pressupõem a eliminação de nutrientes sem recomendação médica tendem a ser danosos e perigosos à saúde. Seja responsável pelo seu bem estar.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!