Emagrecer com Boldo

O sempre popular e nada agradável ao paladar boldo às vezes aparece como medicamento coadjuvante do emagrecimento. Saiba o que existe de verdade nessa suposição.

19 de novembro de 2013 • Por Mariana, em Medicamentos


Como se tivessem surgido do éter, algumas novas fórmulas para emagrecer aparecem na boca do povo e consequentemente na internet. De uma hora para outra aparecem artigos sem assinatura e sem origem definida dizendo ser possível emagrecer com boldo.

Antes de mais nada, cabe dizer que há três plantas com esse nome, sendo que duas delas são usadas como medicamento fitoterápico há gerações. Destrinchando as plantas e seus usos medicinais poderemos pelo menos vislumbrar alguma possibilidade de emagrecer com boldo.

O boldo-de jardim

  • Planta arbustiva, que atinge cerca de 1,5 metro de altura.
  • As folhas são ovaladas e com toque aveludado, e é com elas que se faz o famoso chá do boldo.
  • A floração tem tom azul em estames que formam pequenos cachos.

 

O boldo-do-chile

  • Árvore que atinge até 15 metros.
  • As folhas ovaladas tem consistência mais parecida com couro (por isso são chamadas de folhas coriáceas).

Uso popular do boldo

Tanto o boldo-de-jardim, originário da África, quanto o boldo-do-chile, oriundo dos Andes chilenos, são usados como coadjuvantes de problemas digestivos de origem hepática. Estudos científicos posteriores chegaram às seguintes conclusões sobre os efeitos do boldo:

  • Os princípios ativos do boldo protegem o fígado, eliminando as principais toxinas trazidas pela alimentação.
  • O chá ou extrato de boldo ajudam a melhorar fluxo de bile, secreção hormonal que age na digestão de gorduras, o que torna o boldo indicado para quem exagerou no consumo de alimentos muito gordurosos ou quem tem leve intolerância à gordura.
  • O efeito antioxidante de um dos princípios ativos do boldo, chamado de boldina, foi comprovado. Os efeitos antibacterianos e antifúngicos são consideráveis e podem ser auxiliares na eliminação de parasitas.
  • Graças aos efeitos acima descritos, o chá de boldo tem valor digestivo, principalmente em alimentos metabolizados pelo fígado, e diurético.

Contraindicações do uso do boldo

  • O excesso de consumo do chá de boldo pode acarretar irritações na mucosa intestinal e prejudicar a flora bacteriana do intestino.
  • Gestantes devem evitar o consumo de boldo por conta de suas propriedades abortivas.

Como emagrecer com boldo?

A origem da crença que se pode emagrecer com boldo pode ser atribuída aos efeitos que o chá de boldo causa.

carregando…

Como a digestão de gorduras fica facilitada, graças ao seu efeito na produção biliar, muitos podem ter sido levados a concluir que o boldo elimina a gordura corporal.

Isso, aliado ao alívio que o chá de boldo proporciona, deve ter sido o combustível para a criação de mais uma panaceia que promete o emagrecimento.

Contudo, os únicos efeitos cientificamente comprovados do boldo dizem respeito ao trato hepático e intestinal. Quaisquer informações que informem que é possível emagrecer com boldo carecem de fundamentação científica. Consulte sempre seu médico.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!