Emagrecer com CLA

Quem frequenta academias já deve ter ouvido falar do CLA. O que podemos dizer sobre esse suplemento?

16 de junho de 2015 • Por Mariana, em Alimentos, Medicamentos


CLA é a sigla em Inglês do ácido linoleico conjugado, um dos muitos ácidos graxos presentes na gordura animal que tem sido encontrada em diversos suplementos alimentares destinados a atletas de alta performance.

Há muitas informações controversas sobre esse composto, e graças a isso há quem queira simplesmente emagrecer com CLA porque “ouviram dizer” que o ácido linoleico conjugado queima gorduras.

Como ouvir dizer e saber são coisas muito distintas, procurei fontes seguras de informação sobre essa suplementação e se é possível emagrecer com CLA.

 


O que é CLA

O CLA é um ácido graxo, um dos componentes da gordura, juntamente com o glicerol. Na natureza o CLA é encontrado em carnes, principalmente bovinas e caprinas, e na gordura do leite.

novas-pilulas-naturais-para-emagrecer

O ácido linoleico conjugado faz parte das gorduras polinsaturadas e costuma fazer parte de suplementos alimentares usados por atletas e fisiculturistas.


carregando…

Os pressupostos efeitos do CLA no organismo

  • Basicamente, os atletas procuram emagrecer com CLA graças a uma propriedade inata do ácido linoleico conjugado: o aumento das enzimas que consomem os estoques de gordura corporal. O aumento dessas enzimas é potencializada por exercícios de alto desempenho, o que ocasiona a perda do acúmulo de gordura sob a pele e aumento da massa muscular magra.
  • Não há evidências claras a esse respeito, ms afirma-se que o CLA tem efeito anti-oxidante, que ajuda as células a eliminarem toxinas e permitem maior ação do sistema imunológico.

 


Contraindicações do CLA

  • O CLA promove uma diminuição da produção da leptina, o hormônio da saciedade produzido pelas células adiposas. Quando menor a quantidade de leptina, maior é o tempo de resposta à saciedade, ou seja, demora-se mais para parar de sentir fome.
  • O CLA também aumenta a resistência à insulina, o que pode causar desagradáveis picos de glicemia ao usuários do ácido linoleico conjugado.
  • Um dos órgãos mais atingidos pelo consumo de CLA é o fígado, que pode sofrer com o aumento do seu tamanho normal e com a chamada esteatose hepática, o acúmulo de gordura nas paredes externas do fígado, que pode causar falência hepática.

Os suplementos alimentares não possuem um padrão de quantidade mínima e segura para o uso de CLA em suas fórmulas e os riscos do uso indiscriminado, principalmente dos que querem emagrecer com CLA, são muito evidentes.

Por isso, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) baixou uma resolução em 2007 proibindo a comercialização do CLA no Brasil até que se decida quais são os níveis mais seguros de consumo

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!