Emagrecer pulando corda

Condicionamento físico e queima de calorias são os principiais atrativos de uma atividade física com ares lúdicos: pular corda.

24 de dezembro de 2014 • Por Mariana, em Comportamento, Dicas e Dietas


Se quem me lê teve uma infância “de quintal”, como costumo dizer, já deve ter em algum momento brincado de pular corda sozinha ou na companhia de irmãos e amigos.

Caso tivéssemos mantido esse hábito, provavelmente não teríamos problemas com a balança, pois muitos preparadores físicos de renome afirmam que é perfeitamente possível emagrecer pulando corda.

Em termos puramente fisiológicos, pular corda é um dos mais completos exercícios aeróbicos, e o custo financeiro dos “equipamentos” beira o ridículo.

O que se ganha (e o que se perde) pulando corda

Quem deseja começar a emagrecer pulando corda, aliando a boa alimentação ao projeto, pode ter algumas dúvidas quanto aos benefícios que esse exercício com ar lúdico pode trazer ao nosso organismo.

Pois saiba que pular corda é um dos principais coadjuvantes do treinamento dos boxeadores e dos lutadores de MMA (espero que você tenha lido o texto “Boxe para Emagrecer“). Agora que consegui sua atenção, veja os principais benefícios trazidos para quem quer emagrecer pulando corda.

carregando…

  • Aumento e melhora das funções respiratórias e circulatórias, que também proporcionam maior oxigenação ao metabolismo como um todo. E você sabe:quanto maior o consumo de oxigênio, maior o gasto calórico.
  • Pular corda faz com que a coordenação motora melhore a cada treino. Ou você nunca se surpreendeu com aquelas meninas que pulam duas cordas em filmes americanos?
  • O ganho muscular do exercício torna-se evidente com o tempo, principalmente bíceps e tríceps nos braços e o quadríceps e adutores nas pernas. Quanto mais músculos, mais massa magra e quanto maior a quantidade de massa magra, maior o ganho metabólico e consequentemente, maior gasto calórico.
  • Pular corda emagrece porque ela faz você perder muitas calorias. Meia hora pulando corda faz você eliminar 350 calorias.

Quem não pode pular corda?

Pular corda é um exercício relativamente simples e muito barato. Você encontra o metro de corda de sisal, que é o mais indicado pela resistência e durabilidade, por menos de R$ 3. Contudo, nem todas podem praticar o exercício. As principais contraindicações são:

  • Quem tem problemas nas articulações envolvidas no ato de pular corda, principalmente o joelho e o tornozelo, mais punhos e cotovelos.
  • Qualquer problema cardiovascular (hipertensão, flebites, veias varicosas) é um forte impedimento para tentar emagrecer pulando corda, graças ao grande aporte de energia desprendida pelo coração.
  • Pessoas muito acima do peso ideal – e quando digo muito acima, quero dizer “a um passo da obesidade mórbida”. Quem tem sobrepeso pode pular corda, desde que se submeta a uma bateria de exames e testes físicos.

O tamanho da corda também é um fator importante a ser levado em consideração. Quem tem até 1,50 metro deve pular corda que tenha pelo menos 2,45 metros. Já quem tem entre 1,50 e 1,80 metro, a corda deve ter 2,65 de extensão, e quem tem acima de 1,80 metro, uma corda com 2,85 ou 2,90 metros é o ideal.

O mais importante em emagrecer pulando corda é o fator diversão envolvido. Finja por alguns instantes estar nos fundos do quintal de sua casa, com 12 ou 13 anos de idade.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!