Exercícios e distensão muscular

Tome cuidado com a distensão muscular ao incluir exercícios em sua rotina diária.

15 de abril de 2017 • Por Mariana, em Comportamento, Fitness


Praticar exercícios é um caminho seguro para emagrecer e adicionar bem estar e qualidade de vida à rotina. Contudo, é preciso cuidado para executar atividades físicas, mesmo as mais rotineiras, se correr o risco de uma distensão muscular.

Para que o prazer do aporte de endorfinas não se transforme na dor de uma lesão limitante, conheça o que é, como acontece e como evitar a distensão muscular.

A distensão muscular

Em termos leigos, a distensão muscular é o rompimento de vasos sanguíneos que irrigam os músculos e tendões ligados ao nossos ossos devido a algum esforço.Esse esforço gera um hematoma seguido de inflamação, o famoso inchaço.

A distensão pode ser aguda, quando é causada por uma contração muscular brusca, como o causado durante a prática de esportes, quando torcemos involuntariamente nosso pé, ou quando levantamos peso de forma inadequada.

Já a distensão muscular crônica é causada quando o músculo é exigido de forma contínua e sequencial por um longo período de tempo. Esse tipo de lesão é tristemente comum em atletas de alto desempenho e trabalhadores que realizam esforços repetitivos para a realização de suas atividades.

Quem pode sofrer mais com a distensão muscular aguda?

Pessoas que estão acima do peso possuem uma tendência maior a ter esse tipo de lesão. Além desse fator, há a falta de preparação adequada para a prática de exercícios, como o alongamento pré e pós-treino, e o cansaço intenso.

Sintomas da distensão

Dor, uma mancha roxa no local da lesão (hematoma), inchaço imediato no local (edema) e dificuldade em movimentar o músculo lesionado. A dor pode vir juntamento com pontadas incômodas, o que interfere ainda mais na movimentação do músculo.

É possível evitar a distensão muscular?

Quando não envolve nenhum acidente fortuito, sim. basta acrescentar à sua rotina alguns pequenos cuidados.

Habitue-se a praticar alongamento antes e depois de quaisquer exercícios. Não menospreze os momentos em que você se espreguiça após o sono; os músculos necessitam voltar à ativa após as necessárias horas de repouso e o espreguiçar é parte desse ritual.

Como tratar a distensão muscular?

  • Aplique gelo na região lesionada. O frio diminui a sensação dolorida, o inchaço e o sangramento interno.
  • Enfaixe o músculo para evitar o aumento tanto do hematoma quanto do sangramento dos vasos internos.
  • Mantenha o membro distendido em uma posição acima da região do coração, para que ele receba menos ação da corrente sanguínea, aliviando a sensação de dor.
  • Evite movimentar o músculo que sofreu a distensão muscular.
  • Use analgésicos e anti-inflamatórios caso a dor seja excruciante, mas seja prudente. Use por um período curto de até dois dias e consulte um médico.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.56
Total de Votos: 9

Exercícios e distensão muscular

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

O que você pensa disso? Vamos construir um debate!