Exercícios que mais queimam calorias

Encare a promessa de começar a fazer exercícios e escolha a atividade física que mais derrete calorias.

A manjada resolução de ano novo está de volta: “vou me matricular em uma academia e fazer mais exercícios”. Entrar em forma e mantê-la não é tão simples quanto as blogueiras fitness deixam transparecer. É preciso aliar disposição (nem sempre presente graças às nossas obrigações diárias) e exercícios que combinem atividades cardiorrespiratória e muscular eficazes.

Há que se pesar também o condicionamento físico de de cada uma de nós aliado à intensidade, ao volume e ao tempo desprendido nas atividades físicas. Emagrecer praticando exercícios não é uma tarefa milagrosa, mas quando combinado a um estilo de vida que aglutine alimentação saudável e atitudes positivistas, pode ser altamente eficientes.

Conheça alguns exercícios que mais queimam calorias de acordo com diversos treinadores profissionais e escolha o que for mais adequado ao seu biotipo e ao seu condicionamento físico, além do imponderável prazer ao se praticar uma atividade física.

Mas antes, um aviso: antes de praticar quaisquer exercícios físicos, consulte seu médico e faça um teste de condicionamento físico para saber em que ritmo você deve iniciar uma atividade regular. Obedeça o tempo para alongamento, a frequência de séries e repetições e o período de descanso.

Elíptico

O simulador de caminhadas é indicado para aumento gradativo da frequência cardiorrespiratória e para quem precisa adaptar o condicionamento físico aos poucos. O baixo nível de impacto nas articulações é muito bem-vindo, o que o torna indicado para treinamento na terceira idade.

O gasto calórico médio é de 400 calorias por hora no nível intermediário.

Step

Exercícios que nos forçam a subir degraus fazem o corpo trabalhar contra a gravidade, o que proporciona aumento do ritmo cardíaco e de força muscular nos membros inferiores. O esforço aeróbico em uma sessão de step com cerca de 70 repetições pode gastar cerca de 560 calorias por hora.

Bicicleta

Aulas de spinning são dinâmicas, intensas e promovem benefícios para a circulação sanguínea, a respiração e o respectivo aumento do fôlego e para o músculo cardíaco. Aulas em bicicletas ergométricas são indicadas para quem tem sobrepeso, pois evitam o impacto de exercícios que exigem muito das articulações. Queima-se uma média de 620 calorias por hora quando há mudanças balanceadas de ritmo, como os sprints seguidos de redução da velocidade.

Esteira

Mais tradicional em academias, impossível. Simular corridas trabalha os principais músculos do corpo (abdome, pernas e braços), incrementa o equilíbrio e consome uma quantidade enorme de energia. Uma hora de esteira a 12 km/h queima 700 calorias em média. Quem tem problemas nos joelhos, quadris e nos pés deve evitar essa atividade física.

Corrida

Desde que foi mundialmente incensada pelo doutor Kenneth Cooper — que, por tabela, emprestou seu sobrenome ao nome da atividade física — a comunidade de corredores aumenta exponencialmente, e com ela um mercado que cria vestimentas e novos métodos de treino adaptáveis a todo o tipo de condicionamento físico.

  • Gasto calórico: de 600 a 900 kcal por hora
  • Prós: melhora a respiração e a resistência cardíaca
  • Contras: pode causar lesões nas articulações e na coluna, se feito sem calçado e ritmo adequados.

Pular corda

A brincadeira lúdica que se transformou na menina dos olhos da galera do crossfit. Para quem já possui melhor condicionamento físico é um excelente exercício que incrementa a coordenação motora, fortalece os músculos e melhora a capacidade cardiorrespiratória. Deve ser evitado por quem tem sobrepeso e para quem possui problemas nas articulações graças ao alto impacto. Em uma sessão que pede 120 saltos por minuto (cerca de seis repetições, com tempo de descanso até o coração bater em ritmo normal), gasta-se 830 calorias em média.

Movimentos de remada

Não é preciso morar perto de uma baía ou ter um caiaque; as academias possuem simuladores de remo que são perfeitos para quem quer movimentar a maior quantidade de músculos com o mínimo de movimentos, o que não significa que seja fácil.

  • Gasto calórico: cerca de 600kcal
  • Prós: tonifica abdome, pernas e braços e mantém o coração em dia
  • Contras: os movimentos repetitivos podem causar inflamações nos pulsos e cotovelos

Futebol

Antes de tentar argumentar que é um esporte masculino, lembre-se de duas coisas: as jogadoras Marta e Mia Hamm e o excelente condicionamento físico proporcionado por quem pratica o esporte bretão. Basta observar o baixo percentual de gordura dos jogadores profissionais.

  • Gasto calórico: cerca de 750 kcal por hora
  • Prós: fortalece as pernas, melhora o condicionamento e elimina a gordura visceral
  • Contras: como em todo esporte de contato, eventuais esbarrões e lesões são inevitáveis

Tênis

Num único esporte, combinam-se piques com explosão muscular, movimentação dos braços, coordenação motora e uso de força. Não é um esporte barato, mas a relação custo-benefício é respeitável.

  • Gasto calórico: cerca de 800 kcal por hora
  • Prós: além dos benefícios para o sistema cardiorrespiratório, o condicionamento físico tem um acréscimo considerável
  • Contras: atenção às lesões nos punhos e articulações dos pés

Atividades físicas costumam ser hábitos saudáveis, mas não comece nenhum deles sem fazer uma avaliação de condicionamento, além de uma análise clínica criteriosa. Procure sempre um médico antes de iniciar qualquer treino e se puder, faça-os com acompanhamento profissional pelo menos no início.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.83
Total de Votos: 18
Exercícios que mais queimam calorias

Comente