Farinhas de frutas para emagrecer

As farinhas de frutas estão mais populares e seu consumo tem sido disseminado graças aos benefícios proporcionados por elas.

19 de maio de 2014 • Por Mariana, em Alimentos


Dentre os considerados novos alimentos, as farinhas de frutas têm encontrado respaldo científico e popular graças principalmente à facilidade de consumo.

Extraídas geralmente das cascas ou através da desidratação, as farinhas de frutas são excelentes curingas nas dietas para emagrecer e para quem precisa adquirir hábitos alimentares saudáveis de forma lenta e contínua.

115393114-pq1

Propriedades básicas das farinhas de frutas

O grande diferencial das farinhas de frutas é seu potencial funcional. Um alimento é considerado funcional quando proporciona benefícios extras além da nutrição do metabolismo.

Em linhas gerais, as farinhas de frutas possuem essas funções:

  • São reguladores do intestino, graças à grande quantidade de fibras.
  • Contêm antioxidantes, que combatem os radicais livres e aumentam a imunidade.
  • Possuem carboidratos com baixo índice glicêmico, o que favorece quem precisa controlar os níveis de açúcar no sangue.

Farinhas mais populares

Farinha de maracujá – obtido pelo processamento da casca, da semente e da polpa, esse farináceo é rico em pectina, fibra solúvel que se transforma em gel e que ajuda aumentar a saciedade e diminui a absorção de gorduras. Tem propriedade calmante, assim como o fruto, e auxilia na eliminação de toxinas.

Farinha de uva – retirada das cascas das variedades vermelhas da fruta, possui um antioxidante chamado resveratol, potente contra o acúmulo de gordura nas paredes das artérias e veias e o envelhecimento precoce.

Farinha de banana verde – também oriunda da casca, essa farinha possui o chamado amido resistente, uma fibra que é resistente à quebra molecular causada pelas enzimas digestivas. Traduzindo: ela se mantém no intestino por mais tempo, provocando saciedade, regularizando a flora bacteriana intestinal, diminuindo a assimilação de gordura e controlando o volume de açúcar que vai para o sangue.

Farinha de maçã – mais uma farinha retirada da casca, mas também obtida através da desidratação. Possui uma substância chamada ácido málico, que possui função cicatrizante e regeneradora. Ajuda a eliminar veículos causadores de alergias e cansaço muscular, além de ser rico em pectina como a farinha de maracujá.

carregando…

Sugestões de consumo

As farinhas de frutas geralmente não interferem no sabor dos alimentos quando corretamente utilizadas.

Podem substituir parte das farinhas brancas tradicionais na confecção de bolos, tortas e pães.

Também podem ser incluídas em sucos, vitaminas e iogurtes. Algumas pessoas colocam as farinhas em molhos de salada leves e como aditivo das refeições diárias, como uma pequena “farofa” por cima do prato de comida.

Considerações finais

As farinhas de frutas não costumam ter contraindicações, exceto às que envolvem algum grau de intolerância a algumas dessas frutas acima mencionadas.

Como são ricas em fibras, recomenda-se beber muita água para evitar episódios de constipação.

E lembre-se: por mais saudáveis que as farinhas de frutas sejam, sempre informe seu médico quando começar a consumi-las. E de nada adiantam mudanças alimentares sem a inclusão de atividades físicas.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!