Gastroplastia: um caso sem volta

Um dos artigos daqui do Emagrecer que mais “dá trabalho” é o de título Os perigos da redução de estômago, em que cito um programa da Oprah acerca dos efeitos psicológicos da redução de estômago, principalmente relacionados a substituir um vício (em comida) por outro (em álcool, sexo, drogas, etc).
Muitas pessoas ridicularizam meu artigo, principalmente por ele ser inspirado num programa “popular” e sensacionalista como o da Oprah; outros dizem que eu deveria era incentivar as pessoas a serem felizes, em vez de assustá-las com narrativas desmotivadoras.
Hoje, contudo, recebi um comentário extremamente pertinente, de uma leitora nossa chamada Mari. Ela conta o que aconteceu com seu sobrinho de apenas 17 anos. Achei o comentário tão especial que resolvi publicá-lo aqui na forma de artigo, em vez de deixá-lo no meio dos outros comentários daquele texto. Ele segue abaixo na íntegra, apenas com correções menores de forma (como espaços após a vírgula e o ponto, e separação de parágrafos) para um melhor entendimento. Ao fim, deixo minha resposta à Mari.

Eu e minha família estamos nos recuperando de uma lamentável perda. Meu sobrinho de dezessete anos veio a falecer após seis dias de cirurgia [de redução de estômago].
Tudo correu bem durante a mesma, não havendo necessidade de CTI: foi direto para o quarto. No terceiro dia pós cirúrgico teve alta. Já em casa, demonstrava sinais de fraquezas e os vômitos eram constantes e preocupantes, com barulhos (ânsias) estarrecedores. Aparentava uma certa decepção com aquelas reações incômodas. Tudo que ingeria (somente líquidos) não parava em seu estômago.
Seus pais entraram em contato com o médico, que dizia serem normais estas reações. No dia 08 de dezembro de 2008, quando seu pai o auxiliava no banho, teve um súbito desmaio. Fiquei na tarefa de pedir socorro, pois já imaginava o pior e tinha visto ele sofrer muito nestes dois dias que retornara para casa e queria me poupar de futuros traumas, Deus sabia que não iria suportar.
Meu cunhado apareceu o mais rápido possível com carro para levá-lo ao pronto socorro. Infelizmente o serviço de atendimento de urgência da minha cidade é um órgão incompetente, e sugeriu que o levássemos a unidade de atendimento de urgência mais próximo da minha residência e não foi submetido aos primeiros socorros, que provavelmente (talvez) seriam inutéis, pois segundo algumas pessoas que nos ajudaram a transportá-lo até o carro já demostrava sinais de óbito.
No P.S. tentaram reanimá-lo, mas infelizmente os médicos constataram sua morte. Está sendo muito difícil para toda a família, jamais imaginávamos perder alguém tão jovem na família ,cheio de sonhos.
Com muita fé em Deus estamos dando força um para o outro, fazemos parte de uma família numerosa (15 filhos), e sabemos que podemos dividir esta dor. Seus pais e irmãos aos poucos estão sendo refrigerados pelo pela fé que têm em Deus. Temos a consciência que o Nosso Amado, mesmo que na sua eloquência nos fará uma falta enorme, um vazio… faltará sempre um pedaço de nós.
Antes da cirurgia ele estava pesando 138kg. Revendo o álbum de família percebi o quanto seu físico o incomodava: nas reuniões em família ficava sempre nos cantinhos e com os mesmos primos, que têm mais ou menos a sua idade.Sinto muito, diante do meu amor incondicional de tia, não ter percebido, e enxergado o quanto se sentia, talvez “diferente” e rotulado pelos olhares de reprovação de uma sociedade que idealiza somente biotipo físico dentro de uma normalidade padrão.
Fazer esta cirurgia não foi uma decisão de um dia para o outro. Foram três meses de tratamento físicos e psicológicos. Estamos agora na fase do “SE” (se tivesse feito isso, se não tivesse feito aquilo), elaboramos hipóteses questionando sobre a cirurgia e sua eventuais complicações. Segundo sua mãe, ao ir para o hospital fazer a cirurgia, no percurso, estava muito feliz. Depositara nela (cirurgia) toda sua esperança de ter uma vida feliz e de qualidade, mas o resultado não foi como esperávamos. Na verdade, sentia-me insegura quanto à cirurgia, pois já havia escutado muitas histórias negativas por aí. Sou de uma família com tendência a obesidade, inclusive eu mesma estou na luta para emagrecer desde a minha adolescência, vivo no temido efeito ioiô. Apesar de passar por todas as dificuldades de uma pessoa acima do peso em todos os sentidos, não imaginava que o nosso Teteuzinho era vítima dos mesmos conflitos pessoais que vivi e vivo, pois o aceitáváaos acima de qualquer situação, e erramos (talvez) por amá-lo demais. A cirurgia, no entanto, pode ter sido prematura.
O que nos conforta é o fato de trabalharmos com a possibilidade dele correr risco de morte com o seu sobrepeso. A cirurgia não foi uma medida acertada e feliz, mas poderia ter um ataque cardíaco a qualquer hora, pois não há coração que aguente. E aí…c omo ficaríamos se ele não tivesse tentado?
Mas só sei de uma coisa: redução de estômago na minha família hoje é um assunto OFF. Sabemos que cada caso é um caso, mas diante dessa situação optamos trabalhar com outras possibilidades.
Forte abraço!
Orem, pensem, pesquisem, orientem-se antes de tomar qualquer decisão que possa mudar sua vida e das pessoas que os cercam. Em sua orações lembrem-se de nós!
Um 2009 repleto de saúde e paz!

É um bocado complicado dizer qualquer coisa para quem está passando por um drama destes sem correr o risco de parecer um imbecil superficial e prepotente. Só quem perde um filho (ou sobrinho, ou qualquer outra pessoa querida) sabe o tamanho da dor que uma perda destas implica.
É natural que as pessoas fiquem formulando hipóteses do que poderiam ter feito para evitar o problema, pois é natural que se culpem pelo acontecido. É natural que percebam agora os sinais evidentes de que o menino não se aceitava como estava, a despeito de a família só enxergar o quão maravilhoso ele foi enquanto no seu convívio.
Mas esse episódio, Mari, tem de servir para alguma coisa, e que seja para alertar outras famílias que têm pessoas com problema de sobrepeso que depositam todas suas esperanças na gastroplastia. Que sirva esta dor toda para lembrar às pessoas que não importa a técnica escolhida, o risco sempre vai existir, mesmo quando o profissional escolhido é de inegável competência.
A vida tem que seguir, Mari. E fique certa de que sua família estará incluída nas minhas próximas orações.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 5
Total de Votos: 6

Gastroplastia: um caso sem volta

Comentários

  • tenho 41 anos,meu nome é Marineide, to quase marcando minha cirugia bairtrica,e tenho fé em DEUS,que td vai dá certo,que tds nós sejamos abençoados e que essa cirurgia é mas uma chance de sermos mas felizes!!

  • Ola meu nome é Ana Claudia moro em Araras-SP peso 125 Kg, me sensibilizei muito com o depoimento, mas ele morreu tentando melhorar de vida como ela mesmo disse nas reuniões de familia ele sempre ficava nos cantos, eu sei o q é isso é muito duro quando nós mesmo não se aceita q é o meu caso, tenho por volta de 10 a 15 conhecidos q fizeram essa cirurgia e q todos deram certo por isso q leio muito, muito mesmo e estou confiante que DEUS esta comigo e que vai dar tudo certo abril/2012 eu vou operar, depois retorno dizendo como foi. Beijos a todos.

  • Me desculpem, mas o brasileiros são burros, incluindo eu, que sou brasileira. Gastoplastia é questão de raciocínio. Se nos EUA e nos países da Europa os médicos só fazem em último caso, porque aqui no Brasil fazem em tudo quanto é de gfordinho? A resposta fica com vocês. Usem a inteligência e não condenem a gastoplastia 100% pois ela tem suas indicações, mas não concordo com IMC. Vc pode estar obeso e perder sem cirurgia. Eu perdi 50 quilos por minha propria conta. e dai?

  • Sei exatamente o que este relato significa. Enterrei minha mãe quinta-feira devido a mesma cirurgia. Minha minha mãe operou segunda-feira dia 05/12 , teve alta um dia depois e quarta morreu. Operou além do estomâgo, vesícula, baço e pegou tosse no hospital. Quando cheguei na casa dela, após minha irmã ligar dizendo que ela estava passando mal…. mãe já estava morta. tentamos ressuscita-la com a ajuda do resgate pelo telefone, mas foi em vão, seu queixo até voltou a ficar quente, mas na ambulância os choques não a trouxeram de volta.
    Deitada no chão da casa dela já havia tido uma parada cardíaca devido estar gelada, roxa e sem batimentos.
    Foi a cena mais marcante em toda minha vida, não saí de minha cabeça. Todos eram contra a cirurgia, mas ela dizia que se não deixassemos, ela morreria de desgosto. estava com 54 anos e 97 kg.
    Não tinha necessidade, mas quiz realizar seu desejo. Vamos entrar com um processo para punir o médico. Com certeza houve negligência, pois liberar em tão pouco tempo uma pessoa sem condições de voltar para casa e com auxilio por telefone, como o relato acima.
    Isso não existe…. esta cirurgia esta virando moda, e estao tratando como bichos os seres humanos.
    Ainda escutei no telefone do próprio médico: a gente atesta sim o óbito, põe qualquer coisa, tipo trombose que é o que mais acontece…..
    Sem comentários….
    Pensem antes de fazer essa cirurgia…. minha mãe tentava há 3 anos, vários impecilhos ocorrerram, eram sinais que não era pra operar… pensem bem !

    • Jacque.
      Meus sentimentos pela sua perda. Não há palavras que possam realmente te confortar num momento desse, mas envio pra você toda a energia positiva para te ajudar a atravessar esse momento tão triste.

      • Vou processar este médico, como ele dá alta para um paciente com sintomas de embolia pulmonar (lendo após o ocorrido vi que é uma das causas comuns a recem operados), e ainda me passa expectorante a ela….expectorante é doce e grosso.
        Tenho vontade de dar um murro no meio da cara dele…. hoje faz uma semana, nao consigo me recuperar. Contei ao meu filho de 6 anos, ele disse: como o papai do céu tem poder de levar as pessoas pro céu….. só o tempo irá te explicar meu filho !

  • Já se foram 18 Kg pessoal, se considerarmos o peso que tinha antes do inicio da dieta de liquidos pré-operatória (dois dias). De 133 Kg (entrei para cirurgia já com 130Kg) estou com 115Kg. Acreditem.

  • Olá! Fiz a cirurgia na terça-feira, dia 04/10/2011. Ainda estou internado, mas me sentindo muito bem; tudo esta correndo muito bem. Estou na fase de liquidos, na qual permanecerei por 30 dias. Estava ignorando os riscos do pós operatório, até que li os relatos do blog. Me dedicarei muito mais a fisioterapia pulmonar e a manter a dieta de liquido pelo tempo necessário a cicatrização dos grampos. Quero viver bem. Foi para isso que fiz a cirurgia. O sobrepeso me incomoda e fez de mim uma pessoa inapta para aquilo que mais gostava de fazer. O único problema diagnosticado nos exames clínicos foi a Esteatose Hepática de grau II. Nada, eu disse NADA, esta fora do lugar no meu corpo. O meu corpo todo é que estava começando a me fazer mal. Com dedicação e cumprimento do que foi estabelecido pelo corpo clinico, tenho certeza de que será um sucesso.
    Gustavo Minuzzi, 23 anos, 130kg, 1,71m

  • Olá, meu nome é Ana Cláudia, tenho 38 anos e peso 108kg. A minha cirurgia está marcada para o dia 17/09/2011, sábado que vem. Estou super nervosa e ansiosa, pois é uma mudança de vida completamente. Tenho 2 filhos e às vezes fico pensando se estou fazendo a coisa certa. Mais estou cansada de me anular de ser chamada de gorda até mesmo pelo meu filho de 6 anos. Peço a Deus que ele ilumine as mãos do Drº Carlos Saboya e que ocorra tudo bem.

    • E aí, como foi ?

  • ola me chamo Ricardo tenho 34 anos sou obeso tenho 194 kilos sempre fui gordo mas decidi fazer a cirurgia bariatrica a7 meses atraz e .. esta marcada para dia 22 de setenbro .mexendo na net achei este sit .. e pensei vou deixar um depoimento, nesses meus 34 anos de vida posso dizer que deis dos 7 anos de vida apenas uma criança so dezejei ficar magro.. ja tentei de tudo tudo mesmo …!!!!!!
    entao vou fazer a cirurgia e espero daqui algus dias voltar e falar que esta tudo bem rezem por mim pois vou precisar estou ancioso obrigado e fiquem com deus pois tenho certesa que ele vai estar comigo sempre ;;

  • Como é a vida né … sou uma paciente que já operei duas vezes e não vive resultado espera o medico , me falou que isso é uma caso entre 1.000.00 e foi justamente comigo as vezes pesso sera que fale tentar de novo ou dexisto dos meu sonhos e continuo gorda a vida que uma pessoa abesa não é nada facil não , a nossa sociedade nós julga pela forma que fomos isso é em tudo

  • continuaçaõ::.Entao,quando foi em dezembro de 2009(no mesmo ano) meu tio de 47 anos,que tambem fez a cirurgia teve uma infecçao hospitar,e muitas outras complicações,entrou em coma e veio a faceler 19 dias após a cirurgia bariátrica,no dia 06 de janeiro de 2010. Meu irmao,muito abalado com a morte de nosso tio,tentava se recuperar,mas ja era tarde d +,uma semana depois ele foi enternado com pneumonia e entrou tambem em coma,depois de 19 dias,em 07 de fevereiro de 2010 ele faleceu,os médicos do CTI,diziam que a falta de nutrientes lesionou seu cérebro,ele ficou muito desnutrido.Ou seja,meu tio faleceu menos de 1 mes após a cirurgia, meu irmão morreu 8 meses depois tendo perdido uns 80kg.Por isso quero dizer que essa cirurgia não deu certo na minha família. E espero de coração que todos operados sejam abençoados por Deus pra que dê tudo certo em nome de Jesus. Um abraço …

  • Olá!Meu nome é Elen,decidi escrever aqui ,pois vi fatos parecidos com os que aconteceram em minha familia.Em maio de 2009 meu unico irmão que pesava 150kg,estatura média(35anos),fez e cirurgia bariátrica,e começou a se arrepender a partir do momento que acordou. ele nao teve complicaçoes na cirurgia,e sim no pós operatorio,ele sentia muitas dores em uma perna,so dormia com a perna erguida,nao conseguia comer,nao tinha fome,foi aos poucos perdendo as forças,entrou numa depressão profunda,não conseguia mais andar sozinho,não conseguia mais ir trabalhar,foi encaminhado ao psiquiatra.Ele precisava muito de ajuda,mas sempre que procurava seu médico(que fez a cirurgia pelo SUS), ele apenas o mandava comer,coisa que ele ja nao tinha mais prazer em fazer. continua na proxima pagina

  • Olá! Queria uma luz de vcs. Meu irmão fez a bariatrica aberta pelo SUS em Curitiba há 2 anos. No dia seguinte a cirurgia, minha mae e o médico encontrou visitando os outros pacientes q fizeram a mesma cirurgia, super bem disposto e contente. A recuperação foi tranquila e sem traumas. No decimo dia após a cirurgia ele acordou com uma dor na perna.. pensou que fosse resultado de alguma caimbra. Não era. 3 dias depois ele faleceu por conta de uma embolia pulmonar. Ele tinha 37 anos, pesava 240 kgs e media mais ou menos 1,88 m. Claro que foi o maior choque de nossas vidas, mas entendemos (eu e minha mae) que foi uma mancada dele não ter ligado para o médico que o operou, mas para o vascular q receitou um antiinflamatório.
    Eu sempre fui gordinha, mas hj estou com mais peso que jamais tive, meus joelhos doem e tenho um problema vascular que fazem minhas pernas incharem demais. Tenho 40 anos e peso 104 kg. Fiz quase que continuamente dieta assistida por endocrino durante os últimos 9 anos, mas tomei remédio desde os 13!
    Minha endocrino disse que devo fazer, estou empolgada de verdade com a idéia, pois foi o que eu sempre quis, mas….
    Se fizer sou louca… Se não fizer, vou pensar nisso o resto da vida.

  • fiz a cirurgia tem 13 dias
    não enjoei , to me sentindo legal nesse sentido como direitinho….O problema é que to com UM A FRAQUEZA QUE DÓI quero fazer minhas coisas e caminhar mas smpre me da toturas,,será que ficarei sempre assim,,,
    tem gente que me disse que em 8 dias ja estava fazendo guase tudo…
    sabe hj senti um vontade louca de comer nem sei se era fome mas queria experimentar a cominha que fiz pra meu marido mas o medo nao deixou, estou an dieta pastosa,,,
    quem ja fez a cirurgia por favor conte sus experiencia e me ajude,, bjs dri

  • oi me chamo bina tenho 24 anos e peso 149 kilos vou passa pelo cirurgião geral para ver se consigo a cirurgia po sus e estou disposta a fazer se me for consedido a operação.o negocio é confiar em Deus q tudo vai dar certo sera q consigo pelo sus pois tenho mais q obesidade morbida sou hiperobesa

  • Em primeiro lugar quero deixar a Mari e a todos os familiares meus sentimentos com a perda deste jovem que buscou seus sonhos.
    Sofro com a obesidade por toda minha vida, até o final da adolecencia consegui manter um determinado peso com grande sacrificio e inibidores de apetite. Apos minha primeira gravidez, tudo desandou e comecei a ganhar mais e mais peso. hoje estou com 41 anos e 118 kg. Meu marido um dia me mostrando uma foto minha da época em que era magra me disse ter sido por aquela garota que tinha se apaixonado e desde então nunca mais me envolvi com ninguem, isso a 14 anos. Estive tentando a Cirurgia pelo SUS e graças a "Deus" na minha ultima consulta 29/07/11, meu medico solicitou os exames pré operatorios. Sei o risco da cirurgia, más a vida que levo desde a separação (cheia de traumas e dificuldades com a obesidade mesmo), me fazem acreditar que esta é a melhor solução, e se "Deus" me ajudou a chegar até aqui, não há de me abandonar agora. Tenho meus filhos me apoiando, eles estão anciosos como eu. Ja marquei a maioria dos exames e o retorno com o médico será dia 19/12/11, só espero que tudo esteja bem e que ele marque a cirurgia o mais breve possivel. Não vejo a horá de RECOMEÇAR…

  • Ola pessoal. Perdir meu unico irmao ha pouco mais de 9 meses e sei exatamente tudo que essa cirurgia oferece para pessoas. Estou com o caraçao neste exato momento dilacerado, pois, acabo de saber mais um caso que deu errado desta cirurgia. Acredito que o maior problema da cirurgia é o falso emagrecimento e qualidade de vida que os profissionais que execultam esse processo da cirurgia relatam. Meus irmao tinha 1.98 e pesava 135k. Iria completar 22 anos. Diferentes de muitos obesos ele nao era uma pessoa com complexo. Namorava, estudava e trabalhava… Nao tinha nenhum problema de saude, somente o excesso de peso que incomodava. A facilidade de conseguir a liberaçao do convenio também foi um fator que veio a ajuda-ló a envolver ainda mais com a cirurgia.Bom, se tiverem na familia ou algum conhecido alguem que amem e que a pessoa queira fazer a cirurgia… Nao deixe, pois hoje sei que falta me faz meu grandao… Abraços e carinhos que nao voltam…

  • fiz redução a 5 anos,só q agora ,depois de 6 meses engordei 5k,não entendo porq estou no mesmoa alimentação ,gostaria de uma resposta.

    • Simone.
      Você deve procurar seu médico, se possível o mesmo que fez a cirurgia em você. Talvez você tenha algum outro problema de saúde (glandular, por exemplo), ou talvez seja algum efeito esperado pela técnica usada no seu caso.
      Enfim, é impossível de saber, só um médico, capaz de fazer uma análise clínica, poderá investigar o que está acontecendo com o seu corpo.

  • oi
    eu fui encaminhada pra fazer a bariátrica. estou pesquisando pra obter o maior numero de informações possiveis e procurei depoimentos. axei alguns aqui.
    Eu estou em panico!
    é claro que eu nao quero continuar com meu peso atual, tenho 30 anos e passei minha vida toda, ou pelomenos boa parte dela me preocupando com dietas , efeito sanfona, exercícios fisicos, os amigos, as paqueras que só rolavam quando eu parecia mais magra.
    Quem é magro nao imagina o impasse que vivemos, nossos relacionamentos superficiais, pessoas de nossa familia que se envergonham por estarem do nosso lado em uma foto ou num simples passeio a um parque, onde os brinquedos nao fecham pois foram feitos pra pessoas perfeitas, com o peso ideal, lindas, com seus parceiros, namorando, indo juntos a praia sem que um deles fique constrangido ou quando saem com seus maridos para uma simples compra no mercado, são suavemente abraçadas enquanto eu nao fui aos parques, nao tive muitos namorados, vou na praia sozinha, vou ao mercado sozinha e meu parceiro nao me apresenta aos amigos.
    Eu sou gorda sim, sou Gorda com tudo que se tem direito! tenho sentimentos e morro a cada dia por saber que muitos que amo, se envergonham pelo simples fato de eu nao ser a filha mais bonita, de eu ser a prima que nao coube no brinquedo no parque e nao foi divertido pra mim, doi ouvir da boca de sua propria mae que voce é uma vergonha, uma desgraça e que ela nem quer te ver, doi quando meu parceiro vai a algum lugar, uma festa, um grupo de amigos e nao me leva. isso é morrer. Eu li a história do sobrinho escondido nos cantos. Tia … sabe, minhas tias, quando as vejo, me dizem pra emagrecer.eu morri pra minha familia ao ultrapassar a linha dos 100 Quilos.
    Eu pretendo sim fazer a cirurgia, mesmo sabendo que posso morrer, que posso ter outros tipos de vícios e se for o sexo, vai ser ótimo, meu parceiro olhou nos meus olhos e perguntou se eu ja tinha me olhado no espelho, depois de me trair, saiu o encaminhamento da minha cirurgia e ele vem pedindo um tempo. Estou sim indo para um caminho sem volta, é o caminho que as pessoas ao redor escolheram pra mim e meu proprio pai, quando confrontado com minha negativa a tal cirurgia, disse que pagaria todas as dispesas de hospital… tudinho, só pra que eu entrasse em acordo com o peso que a sociedade impoe.
    Me sinto como o sobrinho que morreu estando ainda viva entao nao fará muita diferença se eu morrer depois da cirurgia.
    Eu … Giselle, nao sou um pedaço de carne e quando eu estiver dentro dos padroes que a sociedade estipulou, pretendo começar vida nova bem longe desse tipo de gente preconceituosa que me cerca. eu sei quem são os que me amam de verdade e por mais que os magros tentem, nunca conseguirão entender como uma gorda se sente. nao, voces nao fazem ideia do que é ser gorda!
    por favor, se eu morrer por causa da cirurgia, nao quero que ninguem va ao meu enterro. façam o favor de me deixarem sozinha como sempre estive!
    Isso nao é uma agressão, é apenas o desabafo de alguem em panico. eu vou na praia sempre que tem sol, pedalo, caminho, sou inteligente, cozinho muito bem, sou uma pessoa simples, nao preciso de muito pra ser feliz, amo crianças e idosos, sou apaixonada pelos animais, minha planta favorita é a delicada Avenca, gosto de filmes policiais, musicas romanticas, adoro cantar, gosto de dançar, sou evangelica e amo a deus, então nao me vejam com os olhos fizicos, uma pessoa nao é gorda ou magra, é uma pessoa e ponto.longe de mim fazer apologia a gordura. quem tem problemas de saúde como diabetes, hipertensão e outras complicações que o excesso de peso acarreta precisa se cuidar e nao ser cedentario.
    gordinhos e gordinhas, tenham ao seu lado pessoas que o amem de verdade e sejam felizes pois voces são pessoas. Vivam plenamente, desafiem a si mesmos, caminhem, acampem, curtam uma musica, uma dança, nadem no mar, pedalem, caminhe com amigos que gostam da sua companhia e que vão te chamar pra tomar uma água de côco depois da caminhada… nao permitam que pessoas mesquinhas mudem seu modo de se olhar no espelho e de se amar. amem a vida acima de tudo.

    • Giselle.
      Obrigado pelo seu desabafo, e parabéns pela coragem de fazê-lo.
      Agora, só abra seu olho: tem MUITO homem por aí que gosta de mulher gorda, e se seu parceiro a traiu, não importa o que diga ele é um patife, um canalha. E usar a sua maior fragilidade (o excesso de peso) como justificativa para a traição, é ser bem filho da puta. Como é ser muito filho da puta privar a mulher dele de vida social, por vergonha. Esse patife não merece uma mulher como você ao lado dele, se é incapaz de ser parceiro e solidário num momento em que você está frágil, sofrendo, insegura, vai ser parceiro de verdade quando?
      Faça a cirurgia, embora eu seja totalmente contra, sei de casos de gente que ficou muito bem depois, e que está muito feliz (estou aguardando que alguém mande um relato para poder publicar aqui no blog). Se é o que você realmente quer, força e fé que vai dar tudo certo. Não sou evangélico, e nem gosto muito de evangélicos porque costumam ser preconceituosos e têm a mania de achar que quem não é da sua religião não é filho de Deus, mas vou te incluir nas minhas orações; mal não há de fazer.
      Estou torcendo por você, e espero que em breve você mande um novo relato, contando da sua recuperação e da franca ascensão da sua autoestima.

    • Ola Giselle, espero nao ser tarde pra te falar da cirurgia. Perdi a pessoa que eu mais amava e estou vendo meus pais morrem aos poucos. Meu unico irmao faleceu 5 dias apos a cirurgia… Depois dessa fatalidade em nossas vidas que ficamos sabendo de inumeros casos que acabaram em fatalidadde por conta da cirurgia… Perder peso nao é tudo… Qualidade de vida sim… Comer e vomitar é ruim… Ter depressao é ruim… Desmaiar é ruim… Agora perder alguem que entrou em um hospital com uma ilusao e saiu de la morto… É DOLOROSO… Nao sentir o cheiro ou o abraço de alguem que você ama é DOLOROSO… Somente quem viveu essa situaçao é que nao deseja o que passou pra te falar isso… Nao desejo essa dor pra ninguem… Espero de coraçao que você nao faça e desejo que encontre em sua vida pessoas que há ame com é…

  • Conheço três casos de pessoas que quase morreram por causa da cirurgia de estômago. Estou com 48 kg
    acima do meu peso ideal, mas em hipótese alguma farei este tipo de cirurgia.Estou no aguardo, para fazer uma cirurgia que produz o efeito da menor absorção dos alimentos, chamada de baypass. Esta cirurgia é feita no intestino delgado. Não provoca sintomas de mal-estar nenhum, bem ao contrario, per-
    mite as pessoas que optam por este tipo, ter uma vida normal, conheço duas pessoas que fizeram e emagreceram com muita saude e sem riscos de morte.

    • rs com 48 Quilos nenhum médico te operaria. tem um limite minimo de peso que gira em torno de 120 dependendo da altura, idade, etc.

  • Olá para todos! devo ser a mais velha deste blog por isso também quero dividir com vocês minhas ansiedades pré-cirúrgicas. Nunca fui super obesa na verdade nem sou tenho i.68 e 107Kg o problema é que de 10 anos para cá engordei 28Kg e pelo andar da carruagem devo continuar. Todas as dietas e remédios já fiz e já tomei, por esse motivo vou me operar, claro que estou com medo, na verdade muito medo não do pós operatório imediato mas do que será nos próximos meses e anos. Mas bola para a frente nda do que não tiver que acontecer não acontecerá. FELICIDADES A TODOS

    • se é isso que realmente quer, vá em frente, seja feliz e curta a vida pois a vida é curta.

  • Com certeza cada pessoa reaje à cirurgia de forma diferente, não há uma regra, mas me sinto muito motivado a fazer, estou contando os dias, todas as pessoas que conheço que fizeram, disseram que faria tudo novamente, e estão super bem!!!

    • Morto não fala, Daniel.

  • Olá, tambem sempre recebi comentarios do tipo "voce é tao bonita de ROSTO" Tenho 33 anos e 117 kg,minha cirurgia está marcada para dia 10 de setembro,estou muito confiante,sei que vai serr um passo muito importante na minha vida.Meu marido tambem vai fazer apos 40 dias da minha ,ele tem 33 anos e 147 kg. Sei que isso vai mudar nossas vidas e espero que para melhor.Fico triste quando vejo depoimentos como este.Mas estou com muita fé em DEUS e tudo vai dar certo !!!!! logo entro p dar outros depoimentos após minha cirurgia! me desejem boa sorte !!!!

  • ola, tenho 24 anos sou a famosa gordinha de rosto de boneca, todos falao mais a cada ano que passo engordo cada vez mais hoje estou com 103kg e com 1.65 estou com imc 38, e tenho seios fartos nao aguento de dores nas costas isso e um problemas que luto a anos e sempre fui gordinha criada com vovo ne rss, e desde os 14 anos faço tratamento tomo remedios famosas bombas para o estomago e nessa sanfona o quadro foi so piorando ao longo dos anos e com os problemas da vida fui me deparando cada vez mais gorda, e vi que chego a hora de mudar e fazer uma nova vida e posteriormente fazer minha cirurgia nos seios, mas nem sei ao menos como inicio os procedimentos estou lendo artigos perguntando para os operados lendo muito mas acho q estou preparada se puderem me dar dicas agradeço meu plano e cassi nem sei se ao menos ira cobrir mais vou tentar.

    • OLÁ, meu nome é Clara e estou tentando fazer a cirurgia bariátrica. O meu plano é o cassi e tenho basicamente os mesmos indices que você. 1,67, 98kg , 35 imc. Gostaria de saber se você conseguiu fazer essa cirurgia pelo cassi. Caso positivo, quais foram os requisitos exigidos pela cassi. se possivel me mande um e-mail.
      obrigada

  • Olá fiz minha cirurgia há 6 meses atrás,pesava 128kg e 1.63cm, tive embolia pulmonar após 3 dias de cirurgia e parestesia na perna direita. Fiquei 15 dias internada, achei que fosse morrer.Hoje estou muito bem e estou pesando 92 kg.Nunca não teno nauseas , enjôos ou vômitos, há não ser se ingerir alimentos muito doces.Na verdade meu cirurgião me disse que ela e restritiva ao açucar. Estou hiperfeliz com a nova vida!!!

  • Ola pessoal, quero expor os meus sentimentos pelo ocorrido, mas vou fazer a minha cirurgia pelo simples fato de não ter mais alternativa, é quando dietas, remedios, esgotamentos fisicos e psicologicos chegam ao fim, morrer tentando é a melhor maneira de combate, isso justifica uma pessoa forte. Tenho muita fé em Deus, está tudo preparado para a minha cirurgia, sei de todos os pros e contras, não tentar é se acovardar,"morre lentamente quem não tenta."

    • Olá Joana,
      Te desejo boa sorte. Realizei a minha cirurgia no dia 07 de junho de 2010, o pós-cirurgico imediato foi muito dificil. Senti muitas dores e chrei muito (e olha que sou uma pessoa forte, pra reclamar de dor é por que foi brabo mesmo) porém, uma amiga fez o mesmo procedimento um dia após o meu e relatava não sentir nada. Bom, eu desejo que voce fique bem como ela. E quanto aos dias de dieta liquida, se mantenha firme… por que também é dificil… mas, logo entra nas outras fases… hoje, já como igual a um nenem… e já perdi 16 kg… tinha 92kg quando operei… estou adorando me olhar no espelho… me arrumar pra sair com meu marido… nossa, estou voltando a ser a Tathy que eu fui um dia… e quem quiser me encontre no orkut… beijos… Tathy.

  • Olá pessoal!! Fiz a cirurgia bariatrica a 1 ano e 5 meses, pesava 115kg e hoje estou com 76kg,tenho 1,63 de altura, pretendo chegar aos 60kg. Como de tudo mas bem pouco e continuo emagrecendo, acho que o segredo é esse, não ter medo de comer o que temos vontade msm após a cirurgia. Sou muito mais feliza agora, pois antes de operar ficava me privando de comer algumas coisas por medo de engordar..agora não passo vontade. Boa sorte e que Deus guarde voces!!

  • Oi Myriam, fizemos a cirúrgia no mesmo mês, eu fiz dia 17/05 e foi um sucesso, estou muito feliz e recomendo a todas as pessoas que como eu, tentaram de tudo. Quanto ao dreno, não doí nadinha, vá por mim, eu também fiquei com receio, mas é super tranquilo e mesmo que não fosse, só a felicidade de resgatar a vida, valeria tudo! Boa sorte!

  • Hoje fazem 14 dias que fiz a cirurgia. estou me recuperando muito , muito bem . Já estou comendo alimentos pastosos. Segunda dia 31/05/10 vou retirar pontos e dreno. Ja emagreci quase 10 kg, estou muito feliz. Não há dores , não tive enjoos .estou com um pouco de medo de tirar o dreno e doer. alguem sabe se doi? Mas minha opinião pra quem quer fazer a cirurgia. Pense bem tem que ser disciplinada ao extremo é a diferença as vezes entre a vida e a morte. Procure saber sobre seu médico e a equipe , hospital . Fiz pelo Sus fui muito bem atendida em menos de 3 meses fiz todos os procedimentos pré operatorios.

  • Olá meu nome é Vilma, tenho 37 anos, fiz a cirugia a 3 meses, estava com 116kg, hj estou com 95kg, super feliz por ter perdido estes 22 kg, olha sempre fui gordinha, só q desde os 15 tomava remedios para emagrecer, só que chega uma hr qu eles nem fazem mais efeitos, resolvi fazer a cirurgia, porem meu gastro disse pra eu não fazer por eu já ter feito uma cirurgia a 14 anos atrás de hernia no esôfago, pois o corte é no mesmo lugar e isso poderia complicar, no começo quase que desisti, porém 4 meses depois resolvi fazer com fé em DEUS, fiz mesmo sabendo dos riscos, fiz a cirurgia, só que no 4 dia depois de tudo ter corrido bem até então, apareceu uma FISSULA(não sei se escreve assim), tive que ficar mais 20 dias no hospital, tive que usar uma máquina para me alimentar que se chama INTRACAT, não pude colocar NADA na boca durante estes 20 dias, nem minha saliva podia descer, pois com esta abertura poderia cair liquido nos outros orgãos meus e eu poderia morrer, passei por isso com muita dor e sofrimento, mas tive o apoio da minha familia e amigos (QUE ERAM CONTRA)tive que brigar com meu Plano pra eu ter acompanhante no hospital nestes 20 dias, pois eu não tinha direito, mas consegui… Bem resumindo depois de 24 dias internada, voltei a trabalhar depois de 1 SEMANA, pois odiava ficar em casa, hj to bem, lutando contra minha ansiedade por querer comer tudo o que comia antes, mas to conseguindo com a graça de DEUS, bem espero que eu tenha ajudado com um pouco de informação do que pode vir acontecer, mas recomendo sim a cirurgia, FARIA TUDO DE NOVO…PQ DEUS NUNCA ME ABANDONARÁ…tenham fé…e fiquem com DEUS…
    Se alguem quiser falar comigo sobre a cirurgia pode me add no meu msn.

  • Hoje faz dez dias da cirurgía que minha filha de 29 anos realizou,e estou muito contente e satisfeito com a forma como tudo ocorreu.Naturalmente, os dias que antecederam a cirurgía foram terríveis,de muita ansiedade e preocupações,pois na hora em que teu filho entra no bloco cirúrgico,teu mundo desaba e parece o fim de tudo.Mas com o sucesso da cirúrgia,da melhora dia a dia,e principalmente e fundamentalmente,da orientação e trabalho de todos os profissionais envolvidos tudo tem que dar certo.O trabalho realizado por cirurgião de comprovada capacidade é fundamental,e a fase de recuperação então talvez seja a mais importante,sendo necessária a atenção de toda a família.Dez dias depois,já noto em minha filha,sensíveis modificações,perda de peso,estado de espírito bom,esperança em uma vida nova e saudável,tudo o que um pai deseja para seu filho.Abraços e felicidades a todos.Ricardo

    • Ricardo.
      Parabéns pelo sucesso na cirurgia da sua filha, e pela presença apoiadora que você demonstra. O mundo precisa de mais pais assim!
      Se puder, mande a história da sua filha pra gente publicar — seria bárbaro ter o ponto de vista de um pai como contraponto à visão em primeira pessoa que a maioria dos que frequentam sites sobre emagrecimento têm. Obrigado!

  • Olá, estou aqui para esclarecer algumas dúvidas q tenho. Meu nome é Priscila, tenho 29 anos e uma filha de 1 ano e sete meses. Peso hoje 99 Kg e tenho 1,67. Estou c/ obesidade severa, mas desde q fui mãe não há dieta q funcione comigo. Minhas perguntas: 1) com esse peso eu já consigo fazer a cirurgia através do plano de saúde? (pois escutei falar q o plano só cobre se for obesidade mórbida). 2) Se eu a fizer, qto tempo dura essa fase de dieta líquida e pastosa? 3) Quais são as chances de eu voltar a ser gorda depois dessa cirurgia?
    Bem, gente, estou mto inclinada a fazer essa cirurgia, pois apesar de sempre ter sido gordinha, nunca tive esse corpo q possuo hj. Tenho mta vergonha. Meu casamento está qse acabando e me sinto mto infeliz.
    Obrigada.

    • Priscila.
      Procure um médico e tire todas as suas dúvidas. Mais dia menos dia você vai ter que fazer isso mesmo, então vá logo e não perca tempo perguntando na Internet, pois você nunca sabe quem é a pessoa que está do outro lado respondendo: pode ser um ignorante bem ou mal intencionado ou um especialista, mas você não deve correr o risco.

    • Boa tarde Priscilla, seu IMC é cerca de 35,5, ou seja se voce não tiver doenças associadas, nem indicação de cirurgia bariatrica voce tem!
      Voce podera engordar apos todos os metodos existentes! A obesidade é uma doença cronica muito envolvida com a parte psicologica.
      existem muitos metodos para perder o peso, e todos dependem de uma reeducação alimentar e mundanças de habitos de vida.
      A cirurgia quando bem indicada é fantastica, entretanto pode ser catastrofica quando mal indicada. O indice de complicações é alto ( entre leves e graves), mas o beneficio tambem pode ser bastante grande, por isso repito, todo e qualquer procedimento médico deve ser bem indicado!!!
      Espero que esse comentario não tenha sido tarde de mais! Rs
      Grande abraço,
      Dr. Sérgio A. Barrichello Jr.

  • Oi, M e chamo Ivani tenho 38 anos sou casada tenho tres lindas meninas, fora as sobrinhas que moram comigo. Na verdade sou muito amada mesmo não querendo.
    Resolvir fazer a cirurgia a muito tempo, mais muitas pessoas achavam que não precisava que era só tirar a barriga lá fui eu fiz a abdomenoplastia, Só que de nada adiantou pois engordei mai, Minha sorte é que meu marido ganhou convenio pois o meu era précario faliu! resolvir e no gastro que me avisou que havia grande chances de passar pelo covenio. que me indicou o Endocrio que este eu já ia há anos que me indicou o Cirurgião. Facil. Marquei com Cirrugião que me pediu um ma tonelada de exames bem no fim de ano lá vai eu fiz um monte de exames. passei na pericia autorizaram a cirurugia rápidinho e hoje faz tres dias que operei. Primeiro dia queria todo meu corpo de volta, segundo dia não conseguir dormir cama horrivel de hospital tercdeiro dia estou aki andando com uma faixa que por sinal é muito bom. ainda com dreno 15 pontos na barriga, mais não doi nada, já mnarquei retorno com médico dia 30 vou retirar o dreno ai que dor….Será que doi?
    Mais me sinto realizada. Como meu medico disse; Nada como um dia após o outro. im melhor que o outro assim está sendo. Já dormir de bruços pode?!

    • Oi Ivani, fico feliz e torço por voce, me emocionei ao ler sua historia, tenho 26 anos e comecei a fazer os procedimentos para autorizar minha cirurgia agora, passei no cirurgião que me encheu de documentos, ja tenho a declaração da endocrino e agendei o cardiologista, estou aguardando a nutricionista e a psicologa, amanha é minha pericia, estou muito nervosa… Quero muito, mas tenho muito medo também, mas precido ter vida, pois voce deve saber das dificuldade que passamos… Adoraria trocar ideias e xperiencias com voce… Obrigada e boa sorte.

  • Tenho 07 meses de operada e estou super bem! Cada um tem a sua sina e infelizmente nao estamos livre das fatalidades da vida… Mas o importante é sempre buscar o melhor p si… e tenho certeza q esse rapaz estava fazendo isso, mas infelizmente nao deu certo.
    Recomendo essa cirurgia para quem realmente precisa, mas lembrando q ela é uma “nova chance” para se começar de novo… Mas td depende de VC …

  • Bom dia a todos,
    encontrei esse site através de uma pesquisa no google e achei mto interessante, esntão resolvi participar e contar um pouco da minha experiência. Sempre fui gordinha,mas não tinha barriga, só depois da minha primeira filha piorou bastante. TEnho 33 anos, peso quase 100 Kg (apesar de todo mundo dizer q nem parece, sendo q já cheguei a pesar 104 Kg)e 1.61 de altura. Convivo com várias pessoas q fizeram a bariátrica e isso foi me estimulando. Foram 4 meses p autorizar a minha cirurgia, o caminho começa a ser díficil desde quando se toma a decisão de fazer, mas quem acreditei em Deus e pedi que Ele fosse tomando a frente de tudo. Sou farmacêutica, meu pai (totalmente a favor) e meu irmão (totalmente contra) são médicos, meu gastro (que é meu primo), meu namorado também é totalmente a favor, porém a minha mãe não quer nem ouvir falar no assunto. Escuto as pessoas dizendo q a vida da gente fica limitada depois da cirurgia, e quem disse q vida de gordo não é limitada antes dela? Não podemos usar qq roupa, não podemos fazer qq tipo de exercício, convivemos com várias doenças, dores, medos. Minha cirurgia tá marcada p dia 22 de março, peço a vcs do blog que orem por mim e estarei sempre por aq p dividir c todos a minha experiência. Desde já, agradeço

  • meu filho de 17 anos morreu vítima de bariátrica irresponsável(me pocurem no orkut la ten todo o relato do que aconteceu com Allan

  • oi pessoal estou aqui super feliz porque hoje faz 1mes que fiz a cirugia bariatrica estou mim sentindo otima ..sofri um pouco no começo. Na minha cirugia ocorreu tudo bem com 3 dias estava em casa so senti muitos gazes mais fora isso foi uma maravilha graças a DEUS ja perdi 12 quilos e estou mim sentindo realizada ja voltei a trabalha minha vida esta maravilhosa todos mim elogiando .. nunca vomitei e minha nutriconista dr: marina ja liberou uma nova dieta ja passei pela a faz liquida e pastosa. isso ai eu sei qui estou so no começo que ainda nao cheguei no meu objetivo mais agradeço a DEUS por ter mim dado essa nossa chance de vida um novo recomeço e agradeço minha mae que eu amo tanto ki sempre esteve do meu lado beijos pra todos que vao fazer a cirugia e pra todos que ja fez acredita em DEUS pois so ele ti dara sua vitoria

  • Olá!
    Estou me preparando para a cirurgia bariátrica. Tenho medos, receios, sei que não é mágica e requer força de vontade e perseverança. No meu caso a cirurgia é a única opção que me resta, tendo em vista todas as dietas supervisiondas, com fórmula ou não, em que eu fazia tudo direitinho, até emagrecia só que voltava a engordar. No momento estou com problemas de saúde, tenho hipertensão, esteatose hepática (gordura no fígado) e muita dor no corpo, principalmente na perna e nos pés. No meu caso vou fazer a cirurgia para ter qualidade de vida, o fato de emagrecer + de 50 kg que é o que eu preciso e entrar na roupa que eu quero e ficar bem num biquíni é uma consequênca. Quero poder praicar uma atividade física sem "botar os bofes pra fora" e de dor no corpo também. Quero poder levar meu filho na praia pra jogar bola com ele, sentar numa cadeira sem entalar, e conseguir subir um lance de escadas junto com todo mundo e não ser a última a chegar. Pra quem fala que "gordo não quer emagrecer e sim ser emagrecido", é porque não conhece a cirurgia bariárica a ponto de não saber o sacrifício que é ficar aproximadamente 30 dias ingerindo líquidos! Meu médico já me alertou sobre os riscos da cirurgia, tenho isso em mente. Vou seguir as recomendações e entregar na mão de Deus!

  • Bem…
    Também me submeti a cirurgia bariátrica devido excesso de pêso e minha hipertenção arterial estar sempre elevada.Sinto muito pelo oq ocorreu com o sobrinho da Sra. Mari, mas vôtimos durante dois dias seguidos, e na fase líquida, pelo que sei, e fui informado por meu médico após minha cirurgia oq podia ocorrer, não são normais.

  • Se operarmos correremos todos os riscos e se não operarmos correremos riscos piores pra toda a vida. O que é melhor?

    • Cabe a cada um saber o que é melhor pra si, e cabe a mim alertar que cirurgia de estômago não é solução mágica para a obesidade.

  • Oi pessoal!
    Fiz minha cirurgia no dia 02/02/10 por vídeo. Tenho 25 anos, pesava 91kg, tenho 1,56m. Hoje tenho 16 dias de operada e perdi nesse tempo 10kg. Vou ser bem realista nesse meu depoimento.
    Sempre fui gordinha, já fui alvo de alguns apelidinhos maldosos, mas não era infeliz. É claro que ser "diferente", incomodava um pouco, afinal queremos sempre sermos bem aceita socialmente.
    Depois que comecei a namorar com meu atual marido (que é bem magro e modéstia a parte é bem bonito) comecei a engordar bastante. Inicialmente saíamos pras baladas, mas logo depois nossos programas passou a ser, almoçar e jantar fora. Íamos a rodízios de pizza todo sábado. E logo alcancei a obesidade moderada. Como sou baixinha e tenho seios fartos a obesidade era ainda mais evidente, e não aparentava mais ter a idade que tinha. Aos 24 anos engravidei e foi aí que engordei bastante. Passei a não querer mais sair de casa. Larguei o trabalho para cuidar melhor da minha filha e aí passava o dia inteiro comendo.Passei 8 meses em casa desempregada e depressiva. Tinha vergonha de sair na rua e os meus amigos e conhecidos me verem daquele jeito e ouvir comentários como: olha como ela engordou!. Consegui um emprego novo e aí foi que começou meus problemas. Não tinha roupas que coubessem pra ir trabalhar, me olhava no espelho e me via ridícula. Foi quando minha irmã decidiu fazer a bariátrica. E nesse meio tempo resolvi fazer também. Tinha muitas comorbidades: Hipertensão, apnéia, dores articulares e etc. O plano (Cassi)logo liberou minha cirurgia por vídeo e então no dia 02/02/10 operei. Os primeiros dias não foram nada fácil. Senti muitas dores, tonturas. Nunca vomitei, mas senti muuuuitas dores e por isso a noite não conseguia dormir. Em casa, qualquer posição que ficava era incômoda e não dormi na primeira noite. Nas noites seguintes chorava com medo das dores, tinha medo que meu estômago colasse rsrsrsr não sei porque botei isso na cabeça. Mas na segunda semana já estava bem. Já dormia bem e não sentia tantas dores de gases. Tive muito apoio da minha mãe e do meu marido.Hoje estou na dieta liquida e minha mãe faz pelo menos tres tipos de sucos de frutas por dia, além do yogurt. Minha mãe sempre teve muito medo dessa cirurgia e quando eu e minha irmã decidimos fazer essa cirurgia ela disse que acompanharia tudo de pertinho. Meu marido, anda comigo pela varanda para amenizar as dores. Sofro por não poder carregar minha filha que só tem 9 meses, so poderei carregá-la com 30 dias. Fico então fazendo "malabarismo" para que ela não sofra. Bom, hoje minha irmã está na fase pastosa já passando pra fase de comer todos os alimentos. Eu não aguento mais essa fase liquida, ñ sinto fome, mas tenho muita vontade de comer. Quando vejo propaganda de comida fico de água na boca. Tenho medo de voltar a engordar depois por conta dessa minha gula. Mas, minha irmã que gostava muito de comer como eu, já se educou, então tô perdendo esse medo. Esse meu depoimento foi pra mostrar que muita gente acha que é fácil, que operou e no outro dia está magra. É muito difícil, tem muitas dores e exige muitos sacrifícios, sem contar com o apoio da família que é indispensável. Se vc ñ tomar cuidado vc entra em depressão facinho.

    • parabens ,eu peso tamben 91kge teho1,55cm vou fazer aprimeira consulta como conssegiu com este peso foi facil por que dis que e acima de40imc e quanto foi obrigado pela atençao

  • oi ,operei no dia13/03/2009,estava com 105kg,hoje estou com 68kg, tenho 41 anos,nao queria passar o resto da minha vida pensando como poderia ter sido se eu estivesse magra. Sofri , chorei , tive muuuuuito medo,mas tive apoio do meu marido, das minhas filhas e caminhei com comfiança e tudo deu certo, graças a deus.Desejo a todos boa sorte e que deus os abençoe.

  • Boa Tarde
    Meu nome é Camila, tenho 17 anos e peso 149 quilos. Estou em processo de preparação para minha gastroplastia, faltam três meses e estou tremendo de medo. A insegurança bate deu m hora para outra. Tenho a esperança de um dia poder me olhar no espelho e me acha bonita, de ter uma vida normal, realizar meus sonhos e de realmente me amar como eu sou. De poder vestir uma roupa bonita, e de não mais me limitar a apenas um modelo de roupa, o que é o meu caso atual. Eu não vivo, sabe … sei que ninguém quer ouvir, mais eu vou falar. E não tenho vida social, meu mundo é o meu quarto, não tenho animo para nada, nem de viver, se me deixarem vivo e morro trancada no meu quarto. Talvez por não viver no mundo lá fora, apenas no meu buraco, eu não sita diretamente toda essa exclusão opressora da sociedade, pois eu faço isso sozinha, eu me auto-excluo. Eu tenho um trauma de infância, pode soar tolo para alguns, mas por ter sido humilhada toda a minha infância por ser diferente, por ser gordinha, agora em minha adolescia eu me tornei uma garota introspectiva, anti-social, tímida, depressiva… ansiosa, compulsiva, e por ai vai. Isso na junção com problemas pessoais que me deprimem ainda mais fizeram a minha compulsão alimentar, no qual me ataca com mais agressividade quando estou triste ( praticamente todo o tempo ) ser incontrolável. Atualmente estou “Super Obesa” e estou decidida a fazer essa cirurgia, mas isso não me inibe de temê-la. Eu tenho medo de … “ e depois ? “ Depois que eu arrancar praticamente todo o meus estômago e não poder mais comer onde foi descontar , descarregar a minha ansiedade. É por isso que eu estou indo toda semana na psicóloga, mas, eu não sei. Medo, muito medo. Mas seja o que Deus quiser, prefiro morrer numa mesa de cirurgia do quer “perder a vida

    • Oi Camila, lí seu relato e me comoví pois é um pouco parecido com a minha história também. Estou me preparando pra me operar em Janeiro/2010, estou na reta final dos exames. São tantos sentimentos em relação a cirurgia que eu estou tendo…medo, euforia, ansiedade…mas assim como no seu caso, eu sempre sofrí desde cedo com o excesso de peso. Fui uma pessoa excluída durante minha adolescencia e até hoje em dia na fase adulta nos meios sociais, alvo de comentários de pena (que é o pior) etc. Cheguei a conclusão que hoje, aos 29 anos de idade, a única solução pra mim é a cirurgia bariátrica, sinto que se eu não tomar essa decisão drástica vou continuar com a minha vida de exclusão que não vai demorar muito pra acabar pois não acredito que chegue aos 40 anos de idade vivo, e se chegar, creio que estarei em cima de uma cama dando trabalho para minha mãe. Não quero isso pra minha vida…quero construir uma família, uma vida, quero morrer tendo deixado um pedaço de mim nesta terra. Tenho 29 anos e nunca namorei, nunca conseguí me relacionar com ninguém, pois quando você não tem amor a sí próprio e tem vergonha do seu corpo como você pode esperar que alguém lhe ame? Desejo a você a a todos que forem fazer a cirurgia muito sucesso, pra todos nós, que Deus abençoe nossa escolha e permita que possamos abrir os olhos após a operação e ter a certeza que uma nova vida começa a partir daquele momento. Fica com Deus.

  • Oi… Meu nome é Reila, tenho 33 anos, e estou operada a 80 dias, já eliminei 15kg, e estou muito feliz, tenho uma filha de 09 anos e um filho de 1 ano e 10 meses. não foi facil tomar a decisão, mas só quem é obeso sabe o que nós passamos. Tive medo mas, acredito que ninguém morre antes da hora, mas sei que quando acontece na nossa familia, tentamos encontrar uma desculpa, uma explicação. O primeiro passo é procurar um bom cirurgião,com uma boa equipe, depois é só seguir religiosamente as orientações de todos, principalmente nutricionista, fisioterapeuta e do seu cirugião. Um sonho de se sentir bem consigo mesmo, não tem preço.

  • oi,eu sou josiane tenho 27anos e estou operada à 22dias,correu tudo bem graças à Deus,estou muito feliz,ja estou vendo os resultados,à todos q tem vontade de fazer a cirurgia um conselho ,fé em Deus e coragem,e façam pq nao existe sensaçao melhor,que a de um sonho realizado.

  • Olá, tenho 23 anos e irei internar amanhã para operar no outro dia cedo, tive medo, dúvidas pensei em desistir. Ao contrário de muitos nunca fui destratada por ser gorda, vou fazer por minha saúde, diabets e hipertensão.
    Acredito tb que cada casa um caso, cada organismo tem uma resposta diferente e pelo relato o médico foi realmente omisso… o qeu fui informada tanto por meu cirurgião como psicólogo e nutricionista, é que vomitar varias vezes e sem motivo não é normal…
    è claro que todos quando operam sabem que é sim um risco e que gastroplastia nao é uma varinha de condão… E para quem acha que a cirurgia é um processo fácil esta´redondamente enganado… Sinto muitissimo pelo seu sobrinho….

    • oi Geysy
      Td bm ? como vc esta apos a cirurgia , eu estou na face dos exames prepratório, levei 2 anos para me desidir, em dezembro 2010 foia minha desição, fui comprar roupa para passar as festas de fim de ano , e nada me serviu , não achei nada nem na loja de gordo, comecei a chorar minha filha chorou comigo. fora as doenças , ai descobri que estava com diabetes se não bastase a hipertenção tbm Por favor se puder me diga como vc esta , eu estou mto anciosa não vejo a hora de fazer a minha cirurgia. Um abraço o meu nome é Cida , sou de Praia Grande.

  • Ei Mari….Realmente lamentável o que aconteceu com seu sobrinho…Mas ele morreu em busca do seu ideal e tenho certeza absoluta, que ele está nas mãos de Deus, ou invés de ficar nesse mundo sofrendo os preconceitos que a vida tem…..Acho que vcs.estão tristes e ele está feliz em ser um batalhador a procura de uma vida melhor…Sou operado a 6 anos e somente depois da minha gastoplastia é que começei a viver a vida de uma maneira saudável e sem ter que me esconder atrás das pilastras da vida….Fique em Paz…ele está em Paz e nas mãos do Senhor !!

  • Oie Mari,
    Sei como se sente, pode ter certeza que não estou falando da boca para fora.
    Qt a Gastroplastia só quem é obeso mórbido sabe o qt é dificil viver em uma sociedade preconceituosa como a que vivemos.
    Tenho 41 anos, sou operada a 2 anos e meio, eliminei quase 100 kilos e hoje sou uma pessoa que luta pela gastroplastia no SUS, o que aconteceu com seu sobrinho foi 1% dos casos da cirurgia qd feita corretamente como mandam os cirurgiões.
    Vale ressaltar que hoje qualquer médico cirurgião pode realizar a cirurgia, isso não quer dizer estar APTO, não estou questionando o profissional que o fez, mais muitas pessoas acham que a cirurgia é deitar em um centro cirurgico,depois engerir liquidos por alguns meses e pronto, á mágica foi feita.
    Se seu sobrinho estivesse vivo, través seria um vivo morto pq ninguém consegui ser feliz sendo obeso, ele tentou e isso é o que vale, os fracos não tentam.
    A melhor coisa para quem deseja realizar a cirurgia é : PESQUISAR.
    Vc sabia que o SUS não está preparado para receber paciente gastroplastizados? Na maioria das vezes nem sabem direito o que significa.
    Lembre-se sempre que o seu sobrinho estava tentando recuperar sua vida, pois o mesmo já não vivia.
    No que precisar estou no orkut: **************** [dados pessoais de contato não são permitidos aqui]
    Fique na paz do Senhor!

    • quero entrar em contato com você para trocarmos ideia pois estou fazendo os exames pre pperatorio e tenho fe emDeus que tudo correra bem.

  • Fiz a cirurgia a 6 anos e estou super feliz com o resultado. Não tive nenhum tipo de complicação ao contrario aquiri saúde e é isso o mais importante. Mas nem todas as pessoas são iguais então só te dou um conselho: coloque nas mãos de DEUS e ele sim saberá o que será melhor pra vc. Creia Jesus é contigo. Meu ORKUT [endereços de e-mail e telefoness não são permitidos neste espaço]

    • Minha cara, Jesus não tem nada ver com isso. O menino que morreu e a família dele poderiam ou podem acreditar tanto em Jesus quanto você. Esse história de se colocar em "mãos" externas seja de quem for, incluindo JC, principalmente numa situação absolutamente física como esta é balela e coisa de gente estreita de mente. Se coloque sim, em suas próprias mãos e nas mãos de seus médicos e siga o que tem que ser feito.

      • como vc é ingnorante só Jesus sabe o que é melhor para nossas vidas se coloque sim nas mõas de Deus pois só ele é o dono da vida

    • Gostaria muito de poder me comunicar com pessoas que fizeram a cirurgia bariátrica.
      Como podemos fazer pra entrar em contato.
      Abraços

      • Utilize o campo de contato para conversar abertamente com as pessoas. Não é permitido a troca de dados pessoais por aqui. Obrigado.

  • Gostei muito da materia.Tenho 39 anos e pesso 155kg.Estou me preparando para fazer a cirurgia ,mass estou com com muito medo,de dar alguma complicação.Sou casada,tenho uma filha de 5 anos e um filho de 5 meses,e sou muito feliz com mionha familia.Mas o pesso que carego tem cido muito dificil pra mim.Peço que me ajudem com depoimentos de pessoas que fizeram.

    • oi Rita pois a sua situaçao e a mesma que a minha estou me preparando fara fazer a cirurgia tenho fe em Deus que tudo correra bem a mesma coisa digo a você tenha fe somente em nele pois ele estara ao controle de tudo creia nisso pois eu estou crendo se você quizer entrar em contato comigo meu email e *** EMAIL E TELEFONE SÃO PROIBIDOS NESTE ESPAÇO *** ficarei esperando seu contato Dea de ananindeua Para um abraço

    • Rita fiz a redução a 15 dias estou muito feliz,o segredo é vc confiar primeiramente em Deus e depois no profissional tenha fé em Deus que vai dar tudo certo.

    • oi Rita me diga se ja operou como ta se sentindo eu operei no dia 27 março tudo ocorreu bem mais nao tenho emagrecido tanto quanto queria e voce abraços

    • ola amiga vol falar um pouca da minha historia tenho 26 anos e oito meses de operada pessava 152kls sofria de uma forma qui so deus sabi não tinha prazer em nada td era dificil pra min ate mesmo pra tomar banho e cuidar dos meus filhos não tinha dispoçisão pra nada mais sempre tive vontade de fazer essa tal milagroza cirugia sonhava pois sabia qui dieta não ia mi ajudar orei muinto e pedi a deus qui primeiramente confirmasse se era pra mim fazer essa cirugia pedi ao senhor qui se não fosse de deus qui o senhor tirasse do meu coração mais ai amiga td deu certo pra min comecei a pagar um plano de saude que com 3 meses de plano a minha unimed liberol minha cirugia ai des dai ja vi deus trabalhando ao meu favor operei graças a deus não mi deu complicaçaõ nenhuma fiz outra cirugia tanbem retirei a visicula pois mi deu calculos mais amiga tenha fé em deus , deus sabi da sua necessidades confia nelli o qui acontecel na vida dessas pessoa era por que tinha que acontecer xegol a hora mais um grande detalhe faz td sertinho como o seu medico mandar pois as vezes acontece alguma coisa devida a falta de consiençia não podi comer isso ai a pessoa vai e comi ai morre mesmo ou sei la da uma dor orrivel mais vai em frente não desista tanbem tenho 2 filhos uma minina de 6 eo meu filho de 10 sabi oqui meu medico mi falou ou vc opera ou vc não vai ver seus filhos nen crecer foi ai qui realmente perdi o medo e pensei nos meus filhos pois muintas das veses tinha um parqui na cidade não podia ir pois não entrava de onibus nen pensar olha é muinto sofrimento mais pense nisso olha é outra vida hojhiiii sou muintooo feliz graças a deus bjssss ta qualquer duvida bjjjjsjsjs

    • eu fiz tem 12 dias,, a unica coisa queme encomoda e a fraqueza que sinto,, o caso relatado ,,parece-me negligencia dos médicos, niguém consegue ficar sem se alimentar por muito tempo, os médicos deveiram enterna-lo para dar soro,sei lá fazer alguma coisa para tratar e nao ficar desnutrido.áa linda perdi 6 kilos em 8 dias,, lha fique traquila,,, se seu medicos são bons ,, só clocar na mao de Deus.. deus sabe a hora de casa hum,,, inguem vai antes da hora,,

    • Rita……….sou de Ribeirão Preto, hoje tenho 41 anos e 2 filhas de 11 e 9 anos.
      Fiz a cirurgia , exatamente a 2 anos e 6 meses……foi ótimo tudo correu de muito sucesso, hoje entro em uma nova luta é de obrigar o convênio a me dar a correção , afinal emagreci 50kg……..e eles me negarão, agora estou tendo de entrar com um processo contra o convênio e esperar que a justiça me ajude……..pois não acontecido , não adiantou todo esforço e sofrimento.
      Quando fazemos essa cirurgia, achamos que vamos ficar bem……..engano nosso, pois tudo começa a ficar flácido, e nos causa desespero, e se vc não tiver conhecimento para isso…….VC ENLOUQUECE……..posso te garantir não é fácil.
      Bjs…..boa sorte , e pense muito nisso.!!!!!!

  • Achei esse site por engano na net.. Sou gordo.. tenho 33 anos e peso 114Kg…. Mas digo somente uma coisa… SOU FELIZ.. e adoro comer,,, adoro boas comidas.. é um dos meus prazeres… Não me sinto rejeitado.. não dou a minima para as pessoas que rejeitam os gordos.. porque se rejeitas gordos.. rejeitam magros amarelos, vermelhos.. negros …. e por ai vai… Alguém me reponde.. ONDE ESTA ESCRITO QUE TODOS TEM QUE SER IGUAIS…???//
    VIVA A DIFERENÇA!!!!!!!

    • 33, 114 ks.
      Espere chegar aos 50 nessa toada e vai ver que não dá pra ser tão condescendente com excesso de peso assim. Vc não precisa ser igual aos outros, mas deve se ligar. Se pratica algum esporte (nataçào, por exemplo, é ótimo pra vc) já é um bom caminho.

    • Concordo com você , não esta escrito que todo mundo seja igual ??É apenas uma escolha de cada um ,eu sou gordinha , gosto de comer e adoro cozinhar , mais vou fazer a cirurgia ,não porque estou triste ou pelo que os outros acham, vou fazer porque quero mudar ,viver outros prazeres na vida.
      ser gordo é uma opção , e as vezes é uma doença, mais acho que cada pessoa é unica e ser feliz só depende da gente.Seja magro ou gordo , você é feliz sendo gordo outros não são .

    • Você realmente e feliz ? Também sou gordo e posso te afirmar que eu seria muito mais feliz se não tivesse os problemas que tenho hoje, podemos citar como primeiro problema, as brincadeiras, zombações que sofremos com frequência, a questão de por uma roupa e ela não te servir e bate aquela tristeza, o fato de sentir dores as vezes sem explicações, o fato das pessoas te olharem como se você fosse um monstro, e até o fato de ter dificuldade de passar em catracas de ônibus e que por acaso é extremamente humilhante…
      Apesar de você ter tudo isso você pode afirmar que é totalmente feliz ? Te digo uma coisa você esta mentindo para você mesmo, e além disso a obesidade traz várias doenças como diabetes, hiper pressão, depressão… e por ai vai. Obesidade é uma DOENÇA e precisa ser tratada, afinal quem não gostaria de ser mais saudável e bonito ?

    • Ahh.. Como eu queria ser como vc!!! De coração eu invejo gente desencanada como vc!
      VIVA A DIFERENÇA!

  • Sou de uma família de obesos e das 06 filhas que minha avó teve, 04 delas fizeram a redução de estômago o que nos dá o crédito de dizer que cada pessoa reage de uma forma.
    A certeza para um sucesso próximo está na escolha do médico (senti que no caso do relato, houve negligência) e da equipe médica.
    Minha mãe, por exemplo, tinha todas as doenças da obesidade (artrose, colesterol alto, diabetes, esteatose hepática, entre outras) e hoje tem de volta a saúde dela que há tempos não se ouvia falar.
    Detalhe: até hoje ela faz acompanhamento com psicóloga e hoje se recupera da 2ª cirurgia plástica reparadora feliz da vida.
    OBESIDADE NÃO TEM CURA. A cirurgia é apenas um auxílio, nunca uma solução definitiva, pois não o é.
    Abraços

    • é na vida nos temos q tentar porque a obesidade nos mata as pouco vivemos infelizes com a obesidade ,eu sou obesa estou tentando fazer a cirurgia e gostaria de conversar msn com sua mae o meu msn ********** bjs e fiquem com Deus

  • Sem falar que a maioria das pessoas que se submete a operação estará gorda novamente em dez anos. (fato comprovado nos EUA)

    • discurdo conheço pessoas q estao operadas a mais de 10anos, estao bem saudaveis

      • Moro nos Estados Unidos,estarei me submetendo a cirurgia no mes que vem ,e segundo meus medicos nao existem pesquizas aqui nos Estados Unidos que tenham sido realizadas com pacientes que se submeteram a cirurgia depois de 10 anos.As pesquizas existentes sao com pessoas que tenham feito a 5 anos ou menos.

  • oi!
    realmente, sem mudar a cabeça nem cirurgia adianta. o problema do gordo é que ele não quer emagrecer, quer ser emagrecido!!!

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.