Gorduras

Por mais que as gorduras tenham má fama dietética, sua importância na alimentação é enorme. Basta dosá-la corretamente.

28 de outubro de 2013 • Por Mariana, em Alimentos, Dicas e Dietas


As gorduras são consideradas as vilãs das dietas e da engorda pelo senso comum. O reducionismo popular fez com que esse importante nutriente fosse considerado culpado por ser consumido sem critério pela humanidade, mas não é possível imaginar a existência da vida sem a presença da gordura na alimentação humana.

Seu nobre papel no metabolismo humano foi exacerbado graças ao consumo desenfreado aliado ao sedentarismo endêmico do ser humano no século XXI. Antes de satanizar a gordura é preciso conhecê-la a fundo.


Funções da gordura

  • As gorduras são importante veículo de dissolução e absorção de vitaminas essenciais ao metabolismo. As vitaminas A (combate a cegueira noturna e é um antioxidante poderoso), D (responsável pela absorção de cálcio), E (previne doenças cardíacas) e K (auxilia na coagulação sanguínea em caso de ferimentos) são lipossolúveis, ou seja, só se dissolvem para serem absorvidos em gordura.
  • As membranas celulares são compostas por lipídios, nome químico da gordura.
  • Sua alta taxa de calorias ajuda a manter a temperatura corporal em dias frios.
  • São responsáveis pela estrutura dos principais hormônios.
  • Fornece aos alimentos sabor agradável ao paladar.

 


Tipos de gordura

  • Saturadas – presentes nas banhas, nas carnes vermelhas gordas, manteiga e em óleos de coco e palma, principal responsável pela produção do chamado colesterol ruim, o LDL.
  • Monoinsaturadas – encontradas nos óleos vegetais e em sementes oleaginosas, são altamente calóricos mas ajudam a diminuir os níveis de colesterol total e do LDL em particular.
  • Polinsaturados – os lipídeos mais importantes, por contribuir diretamente com o  aumento das taxas de colesterol bom e ter função anti-inflamatória nos vasos sanguíneos, Destaque paras os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6
  • Trans – a adição de hidrogênio nos óleos provoca aumento na consistência, deixando-os mais “duros”. Consumidos em excesso, pode provocar colapso nas artérias e veias.


carregando…

Como consumir gorduras

Não se deve eliminar as gorduras da dieta, e sim colocá-las em seu devido lugar. Deve-se priorizar o consumo de lipídios que auxiliem a produção do colesterol de alta densidade, responsáveis pela eliminação dos depósitos de gordura na corrente sanguínea, causadores da hipertensão e arteriosclerose, e debaixo da pele, responsáveis pela obesidade e seus efeitos colaterais como diabetes. A quantidade de gordura a ser consumida diariamente não deve ultrapassar os 25 por cento.

As melhores fontes de gorduras saudáveis são os óleos vegetais, principalmente canola e azeite de oliva, peixes (a popular sardinha é uma das maiores fontes de ômega 3 e 6), sementes oleaginosas como as castanhas, avelãs e nozes e ovos cozidos.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!