Inibidores de Apetite Naturais

Saiba quais são os mais conhecidos produtos e alimentos inibidores de apetite naturais.

Depois que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) fechou o cerco contra os remédios inibidores de apetite largamente conhecidos, a procura por alternativas naturais aumentou exponencialmente.

Esses inibidores de apetite naturais estão sendo estudados à exaustão. Há desde plantas, frutos e substâncias exóticas a alimentos largamente consumidos.

Inibidores de apetite naturais “da moda”

Espirulina – É uma alga marinha que rapidamente ganhou notoriedade por ser muito rica em proteínas – cerca de 65% da composição da alga vem desse nutriente – e ter a capacidade de reduzir a absorção de gorduras.

Pholia negra – Extraída da erva mate (sim, a mesma que nos fornece nosso conhecido chá), essa substância tem se provado ser um controlador de apetite tão eficaz quanto a outrora celebrada sibutramina, sem os efeitos colaterais e os efeitos tóxicos do remédio. Testes feitos em cobaias mostram perda de 10% do sobrepeso.

Mucuna – A leguminosa usada há séculos no Oriente estava sendo pesquisada para aliviar os sintomas do mal de Parkinson, mas descobriu-se nela um potencial para aplacar a fome muito interessante. A mucuna aparentemente ajuda a diminuir a taxa glicêmica (os níveis de açúcar do sangue) e a aumentar a massa magra, que queima mais calorias.

Pinho coreano – Esse é considerado uma “revolução” dentre os inibidores de apetite naturais por ter a capacidade de reduzir o apetite de quem o consome em níveis muito animadores, segundo estudos, graças à inibição dos hormônios que induzem a fome.

Feno-grego – Essa semente largamente consumida na Índia formam um gel no estômago que promove saciedade e reduz a absorção de carboidratos. Contudo, deve ser evitada por mulheres grávidas por ter efeito abortivo.

Óleo de abacate – Além de inibir o apetite, ajuda a diminuir a temida gordura visceral, que se desenvolve na região da barriga e em volta de órgãos nobres, como o fígado.

Mas atenção!

Por mais que sejam inibidores de apetite considerados naturais, nunca os consuma sem a devida orientação de um nutricionista. Como todas sabemos, cada caso é um caso e precisa ser devidamente investigado.

Alimentos que ajudam a diminuir o apetite

Além das novas estrelas, existem alimentos do nosso dia a dia que são excelentes inibidores de apetite quando consumidas de forma correta. Ou seja, é preciso que um nutricionista e um nutrólogo elaborem um cardápio onde essas comidas possam agir a favor do seu metabolismo.

Feijão – O complemento da mais brasileira das combinações possui fibras que promovem saciedade e cortam o apetite de forma na rutal. O feijão branco é ainda mais eficaz.

Canela – Especiaria que controla de forma natural os níveis de açúcar no sangue, além de ter função termogênica (ajuda a queimar calorias).

Ovo cozido – Fonte de proteínas de alto valor nutricional, e devidamente absolvido de seus “crimes nutricionais”, comer um pela manhã ameniza a fome.

Fibras alimentares – Frutas, verduras, legumes e grãos precisam fazer parte de qualquer menu saudável, já que o poder saciante das fibras solúveis e insolúveis são largamente conhecidos, além de normalizarem a flora intestinal e prevenirem doenças como os cânceres estomacais.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 14
Inibidores de Apetite Naturais

Comente