Musculação para emagrecer

Escolher a musculação para perder peso é uma boa tática?

16 de junho de 2018 • Por Mariana, em Atividade Física


Por muito tempo, discutiu-se sobre a inutilidade da musculação para emagrecer, principalmente após a “onda aeróbica” capitaneada mundialmente por Jane Fonda e seus famosos vídeos de exercícios (e se você não sabe do que estou falando, significa que sou um pouquinho mais velha do que você. Mas só um pouquinho).

O tempo e pesquisas sérias vieram colocar as coisas em seus devidos eixos, dando aos exercícios aeróbicos (corrida, pedaladas) e anaeróbicos (musculação) os devidos valores no processo de emagrecimento.

Em busca do melhor conjunto de atividades para perda de peso, a escolha do exercício físico ideal consome boa parte das tomadas de decisão do novo estivo de vida. Juntamente com a dieta prescrita, a combinação com exercícios é a mais conhecida maneira de se queimar calorias indesejadas.

Mas qual atividade física escolher? Existem tantas opções e tantas nomenclaturas que é difícil escolher o que e como fazer. Porém, graças aos atletas de alta performance, como os triatletas e maratonistas, muitas pessoas aderem à musculação como a solução para o dilema entre um exercício e outro.

Afinal, com garotos-propaganda tão sarados, chega a ser tentador partir exclusivamente para a musculação.

O que a musculação realmente faz

treino-musculacao-2

Praticar unicamente a musculação pode não ser a melhor alternativa para algumas pessoas, pois o que ela faz, em linhas gerais, é aumentar a chamada massa magra, que são os músculos com baixo ou nenhum percentual de gordura.

A musculação não elimina a gordura; transforma-a em massa muscular, fazendo com que o famoso ponteiro da balança não sinta nenhuma diferença.

Por isso mesmo, atletas de alta performance aliam musculação pesada com exercícios aeróbicos (corrida, bicicleta), para que assim o metabolismo acelere e queime calorias.

O que a musculação faz para colaborar para a queima de calorias é justamente aumentar a taxa metabólica corporal. Durante uma sessão puxada de musculação, inicia-se um processo hormonal chamado de gliconeogênese, onde o fígado produz glicose através da quebra de gordura muscular e de proteínas.

Os músculos habituados ao ritmo dos exercícios tem uma aumento médio de 12 por cento na taxa de metabolismo, o que ocasiona perda de cerca de 15 a 20 calorias por dia. É claro que isso não é milagre; é trabalho duro aliado a uma dieta adequada ao seu biotipo.

Musculação e exercícios aeróbicos

Sim, os exercícios aeróbicos são extremamente eficientes para perder peso, além de aumentar a eficiência das funções cardiorrespiratórias. O problema (e não uso aqui a conotação negativa da palavra) é que a queima de gordura significativa acontece apenas enquanto se exercita.

Já quem pratica musculação para emagrecer e tonificar o corpo, em conjunto com os exercícios aeróbicos, ajuda a transformar gordura em massa magra, diminuindo a gordura corporal transformando-a em energia, mesmo depois do término da atividade física. Acompanhe:

  • A musculação concentra o gasto calórico dos músculos fazendo com que ele obtenha energia dos estoques de gordura, mesmo após o fim da sessão. Os médicos chamam esse fenômeno de gliconeogênese.
  • O ganho de massa muscular propicia aumento do metabolismo do organismo, fazendo com que ele consuma mais calorias.
  • Emagrecer é perder gordura e não peso, segundo os novos preceitos estudados. Portanto, se uma pessoa com 100 quilos começa a praticar pedaladas e musculação para emagrecer e após alguns meses ela continua com os mesmo 100 quilos, significa que a porcentagem do peso quer era formada por gordura agora é massa muscular magra. Essa pessoa deixou de ser obesa e tornou-se realmente forte (e não “forte”, como diriam os amigos da onça que não tem coragem de dizer que a pessoa é gorda!).

Musculação para emagrecer funciona?

Em conjunto com os exercícios aeróbicos, sim. Afinal, o coração precisa estar preparado para suprir um corpo cuja temperatura basal aumentou e cujo metabolismo acelerou graças à musculação. O equilíbrio entre os dois tipos de atividades físicas é fundamental para que emagrecer seja o que realmente tenha que ser: a eliminação dos estoques de gordura.

Onde e como fazer musculação

Nas academias de musculação, ainda seguem-se os preceitos dos tipos físicos ectomorfo, endomorfo e mesomorfo, descritos brevemente no texto “Qual o seu tipo físico?“, e os tipos de musculação para emagrecer são geralmente determinados pelo arquétipos do doutor Sheldon. Os treinadores mais experientes conseguem determinar séries de exercícios adequados para que a pessoa emagreça e mantenha um corpo bem definido

Não se esqueça: antes de iniciar qualquer atividade física, consulte seu médico e faça testes de avaliação cardiovascular e motora.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.56
Total de Votos: 9

Musculação para emagrecer

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

O que você pensa disso? Vamos construir um debate!