Não Comer Emagrece?

Comer é fundamental para a existência, e os excessos produzem os efeitos deletérios que já conhecemos. Mas o que acontece se deixarmos de nos alimentar? A resposta não é aquilo que você espera.

24 de outubro de 2014 • Por Mariana, em Assuntos Diversos, Comportamento


Li com muita preocupação uma pergunta feita por uma de minhas leitoras ocasionais, aparentemente desesperada e cansada das dietas restritivas. Citando ipsis litteris: “já que comer demais engorda, isso quer dizer que não comer emagrece?”.

O meu primeiro impulso foi dar uma resposta malcriada, mas algo me disse que a resposta precisaria ser melhor formulada para que a leitora em questão e as demais tenham em mente o real valor do que se come e do que NÃO se come.


Por que comemos?

Uma amiga minha disse que comemos por que infelizmente não fazemos fotossíntese. Embora em tom de brincadeira, a resposta dela encerra uma verdade inescapável aos seres vivos: comemos para alimentar a máquina que nosso corpo, em suma, é.

Como os chamados seres heterótrofos não são capazes de produzir seu próprio alimento (agradeço ao meu professor de Ciências por ter enfiado a palavra “heterótrofo” em minha cabeça!), eles precisam consumir quem consegue essa proeza.

Comemos para manter o nosso complexo metabolismo: a perfeita circulação sanguínea, a manutenção das redes neuronais do sistema nervoso, a capacidade de digestão do sistema digestivo, o processamento de luz em nossos olhos que nos permite ver, a captação das ondas sonoras, os pensamentos, enfim, TUDO precisa de energia para funcionar.

carregando…


Mas afinal, não comer emagrece?

Numa resposta simplista: sim, claro. Mas o problema não está na ingestão do alimento, mas sim  na quantidade do que se come e o que o corpo faz, ou deixa de fazer, para eliminar as calorias excedentes. O nosso corpo precisa se alimentar, e não comer gera muito mais efeitos do que simplesmente emagrecer. Acompanhe um exemplo extremo de desnutrição:

  • Quando uma pessoa deixa de comer, deixa de eliminar as toxinas através da urina e pelas fezes, que deixam de ser produzidas.
  • O corpo consome todas as reservas de gordura. Quando elas acabam, ele consome as proteínas, acabando com a massa muscular.
  • Os batimentos do coração diminuem para economizar energia, deixando o corpo extremamente fatigado.
  • Os demais órgãos internos entram em colapso: os rins não tem mais o que filtrar e fazem com que os níveis de toxinas no corpo aumente; o fígado, o pâncreas e o intestino delgado secretam enzimas que tornam-se veneno.
  • A pele fica muitíssimo ressecada, capaz de desfazer-se ao toque.
  • Sem alimento, os neurônios não são capazes de processar sequer os movimentos peristálticos (aqueles movimentos involuntários que fazem, por exemplo, o alimento descer da boca para o estômago) e morrem.

Exatamente, minha amiga. Não comer emagrece e mata. Assustei você? Ótimo, essa era minha intenção.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!