O que são alimentos termogênicos?

Que tal consumir alimentos que ajudem a queimar calorias? Conheça os termogênicos.

08 de fevereiro de 2014 • Por Mariana, em Comportamento, Dicas e Dietas


Usar remédios para queimar calorias poderia ser uma boa ideia se não fosse tão danoso à saúde. Isso não significa que não existam métodos seguros, confiáveis e até deliciosos para que o organismo queime calorias.

Existem alimentos que, quando metabolizados, ajudam a eliminar gordura. Eles não só são uma realidade como estão disponíveis em supermercados e lojas especializadas. São os chamados alimentos termogênicos, que auxiliam o corpo a eliminar calorias ou durante a digestão ou durante a trilha metabólica após a absorção dos nutrientes.

Na digestão, quanto mais lenta e difícil, maior a perda calórica; durante o metabolismo, alguns nutrientes aumentam a temperatura corporal, facilitando a queima de gordura. Esse fenômeno é conhecido quimicamente por termogênese.

Alimentos termogênicos não são milagrosos

termogenicos

Ao contrário dos fármacos, não há milagres ou efeitos imediatos quando consome-se alimentos termogênicos. Além da incorporação de novos e mais saudáveis hábitos alimentares, é imprescindível a união com os famosos exercícios físicos.

Muitos nutricionistas recomendam a ingestão dos alimentos termogênicos antes das atividades físicas, graças a dois fatores importantes aliados a eles: o aumento do ânimo para a prática de exercícios e a perda eficiente da gordura durante as atividades, já que os alimentos termogênicos potencializam o gasto calórico decorrente da queima de gordura.

Mas atenção: só utilize os alimentos termogênicos como auxiliares de uma dieta para eliminação de gordura sob orientação médica e nutricional. Portadores de complicações cardíacas, hipertensas, com disfunções hormonais e que tenham propensão a ter alergias, úlceras, insônia e nervosismo devem evitar o consumo para este fim. Seja responsável pela sua saúde, antes de mais nada.

Veja alguns exemplos de alimentos termogênicos.

Gengibre: usado em chás e temperos, esta raiz é facilmente encontrada (lembrem-se das tradicionais festas juninas) e pode aumentar o gasto calórico em até 10 por cento. Bastam duas fatias pequenas por dia.

carregando…

Canela: nutricionistas afirmam que a especiaria tão desejada durante as Grandes Navegações faz com que a temperatura basal do corpo aumente, além de ser fonte de cálcio mineral, auxiliar comprovado no emagrecimento, e ajudar o sistema imunológico a combater diversas doenças. Não é preciso uma porção gigantesca, basta uma colher de chá diária.

Ômega 3: não é preciso ir muito longe. Pescados e diversas sementes oleaginosas, como a soja e a canola, são fontes ricas desta gordura benéfica. Peixes de água gelada, como atum e salmão contêm mais ômega 3 mas a sardinha, nossa prosaica e deliciosa amiga das feiras livres também possui uma excelente quantidade da gordura. Aumenta o chamado metabolismo basal e permite que a retenção de água seja menor.

Água gelada: chega a ser tão óbvio que nem sempre é cogitado: quando ingerimos água gelada, o corpo faz com que ela atinja a temperatura ideal ao seu funcionamento interno aumentando nossa temperatura  e queimando calorias no processo. Embora mais lento do que os demais alimentos termogênicos, oito copos de água gelada (mas BEM gelada) podem fazer com que 200 calorias vão embora sem sequer dizer adeus.

Pimenta vermelha: atenção para o palavrão. Capsaicina. É esta substância presente na pimenta vermelha que ajuda na quebra de gordura principalmente naquelas camadas adiposas que nosso corpo insiste em manter como reserva, aumentando a taxa metabólica e literalmente nos queimando por dentro.

Chá de hibisco: não confunda a flor ornamental com a usada para fazer o chá vermelho.  O hibisco para infusão é o pertencente à espécie Hibiscus sabdariffa e pode ser encontrado pronto para consumo em casas especializadas. Um litro do chá, tomado diariamente, aumenta a termogênese, além de ajudar nas funções hepáticas e cardiovasculares.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!