Obesidade e Dor nas Costas

A dor nas costas é um empecilho na qualidade de vida de quem sofre de obesidade. É possivel se livrar dela?

A obesidade é considerada uma doença epidêmica graças aos efeitos danosos à saúde, como problemas do coração, diabetes e hipertensão, entre outras.

Um dos subprodutos que mais debela a qualidade de vida de quem sofre com o sobrepeso ou a obesidade é a dor nas costas.

Quais os efeitos da obesidade sobre a coluna?

O corpo humano foi desenhado para suportar uma determinada carga de peso de forma confortável, firme e eficaz. Quando há sobrecarga causada pelo acúmulo de gordura, os efeitos sobre a coluna são sentidos em forma de dor.

obesidade-dor-costas-fisioterapia

Os problemas que causam dor nas costas geralmente são sintomas de doenças como:

  • Osteoporose;
  • Artrite reumatoide;
  • Doença degenerativa de disco;
  • Osteoartrite;
  • Estenose espinhal (compressão da medula e dos nervos por estreitamento do canal da espinha);
  • Espondilolistese (deslocamento de uma vértebra).

Existe uma região da coluna mais vulnerável à obesidade?

As três partes da coluna (cervical, torácica e lombar) são atingidas de forma deletéria, mas a dor nas costas concentra-se mais na coluna lombar, principalmente no cóccix, na pélvis e nas coxas.

A dor nas costas sentida nessa parte da coluna é especialmente cruel. O sedentarismo faz com que a coluna se torne pouco flexível. Essa dureza de movimentos impede que a pessoa consiga fazer movimentos simples, como caminhar regularmente.

O envelhecimento é a causa natural da dor nas costas, mas a obesidade é considerada pelo metabolismo uma inflamação, e essa infecção irá ocasionar malefícios e a queda brusca do bem estar e da qualidade de vida.

Como podemos nos livrar da dor nas costas causada pela obesidade?

Antes de mascarar a dor nas costas tomando indiscriminadamente remédios anti-inflamatórios, é preciso tomar algumas atitudes que nós sempre repetimos e reiteramos.

Comece a prestar atenção ao alimento que você ingere. Consulte um nutrólogo e um nutricionista para que seja formulada uma dieta adequada ao seu corpo.

Fuja do sedentarismo. Caminhe, ande de bicicleta, faça alguma atividade física que promova MOVIMENTO. Não deixe a dor ser seu eterno guia.

Proponha a si mesma objetivos calcados em sua realidade. Não queira emagrecer apenas por questões estéticas. Modele seu corpo de acordo com seu biotipo e sempre sob supervisão médica.

Caso sejam necessárias quaisquer intervenções cirúrgicas, faça-as sempre seguindo as devidas orientações médicas.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.63
Total de Votos: 8

Obesidade e Dor nas Costas

Comente