Óleo de abacate para emagrecer

O óleo de abacate ainda é novidade no Brasil, mas entrou aqui pela porta de frente graças às suas exaltadas propriedades nutricionais que beneficiam a saúde de quem o consome.

02 de setembro de 2014 • Por Mariana, em Alimentos, Dicas e Dietas


O fruto da Persea americana (nome científico do abacateiro) é muito consumido nas Américas Central e do Sul, sendo parte da cultura culinária tanto em pratos salgados quanto em doces.

Contudo, o alto teor de gordura do abacate o fez tornar-se (como tudo que possui a pecha de “gorduroso”) um alimento a ser evitado em dietas com restrições calóricas, até descobrirem, por meio de pesquisas científicas confiáveis, que o óleo extraído do abacate pode ajudar na eliminação de peso, entre outros benefícios.

oleo-de-abacate-beneficios

Propriedades do óleo de abacate

Ainda pouco conhecido no Brasil, o óleo de abacate tem ganho adeptos mundo afora graças aos seus nada modestos efeitos benéficos à saúde.

Também conhecido como Azeite das Américas, esse óleo tem sido alvo de constantes pesquisas. Acompanhe algumas propriedades cientificamente comprovadas.

  • O óleo de abacate é rico em uma substância chamada beta-sitosterol, um fitosterol que possui uma propriedade anti-inflamatória que auxilia na redução do risco de câncer de próstata.
  • O beta-sitosterol é acompanhado de uma gordura insaturada chamada ácido oleico, Os dois, em conjunto, agem reduzindo o colesterol ruim, aumentando o bom e mantendo essas taxas em um equilíbrio saudável.
  • O mesmo beta-sitosterol tem propriedades imunológicas notáveis, ajudando o organismo a criar anticorpos e a se defender de doenças.

O óleo de abacate no emagrecimento

Vamos ao que nos interessa. O óleo de abacate e seu princípio ativo mais notável, o beta-sitosterol, ainda reservam surpresas para quem quer incluí-la em uma dieta para eliminação de peso. Veja.

  • O óleo de abacate ajuda no controle da glicemia e dos níveis de insulina no sangue, essenciais para quem sofre de diabetes ou quem quer se livrar desse risco.
  • O beta-sitosterol presente no óleo agrega-se às moléculas de gorduras saturadas presentes no organismo, bloqueando a ação nociva deles.
  • Além disso, também combate o hormônio cortisol ( o temido hormônio do estresse), responsável pelo acúmulo de gordura abdominal e pela compulsão alimentar.

Como todo bom óleo vegetal, o proveniente do abacate é rico em vitamina E, poderoso antioxidante que auxilia no combate ao envelhecimento celular.

carregando…

Considerações finais

Usa-se o óleo de abacate como se usam os demais óleos vegetais conhecidos na culinária: sob saladas, regando pratos quentes ou como parte de receitas específicas para dietas.

Uma das peculiaridades do óleo de abacate é a manutenção de sua estrutura química mesmo sob altas temperaturas, ao contrário do azeite de oliva, que perde todos seus componentes nutricionais benéficos ao ser exposto ao calor.

Por mais empolgadas que as leitoras tenham ficado com as propriedades do também chamado Azeite das Américas, não se esqueça que ele é uma gordura, cuja concentração de calorias é de 9 por grama. Ou seja, o excesso engorda.

Mantenha uma dieta saudável, uma rotina de atividades físicas e sempre consulte um nutricionista.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!