Por que engordamos?

Por mais simples que essa questão seja à primeira vista, as respostas variam graças à imensa variedade de metabolismos existentes, Nesse texto falaremos as causas mais comuns do excesso de peso.

Existem perguntas cujas respostas simplistas podem mascarar as verdadeiras respostas que irão realmente propor uma solução. A famosa questão “por que engordamos?” é uma delas.

Se respondemos de bate-pronto com a frase “porque comemos demais”, ignora-se todo um histórico pessoal onde o excesso de comida nem sempre é o fator mais importante.

Quando deixamos os julgamentos prévios fora da resolução da equação, as respostas dedicadas a cada caso tenderão a ser mais precisas. Acompanhe os motivos mais comuns pelos quais engordamos.

Os motivos mais comuns para engordarmos

Vida moderna – Obter alimentos hoje em dia requer um esforço mínimo comparado  aos nossos ancestrais.

Se hoje o ser humano pode encher despensas e geladeiras indo a um supermercado, na aurora dos tempos era preciso caçar para não ser caçado, o que demandava altíssimo gasto calórico, justificando o consumo de alimentos gordurosos e proteicos.

Quando o ser humano deixou de ser nômade e passou a viver em comunidades, era preciso cuidar de hortas e animais de corte de forma braçal.

Para resumir o quanto perdemos de gasto calórico, uso uma frase que li na internet e cuja autoria desconheço: “Antes, se alguém quisesse tomar suco de laranja, teria que plantar a laranjeira, cuidar dela, colher os frutos e espremê-los. Hoje, basta abrir a geladeira”.

Disfunções hormonais – Farei um resumo para que haja um entendimento rápido, não tendo a pretensão de ser um diagnóstico definitivo que só pode ser dado pelo seu médico.

Existem pessoas que comem 3000 calorias por dia e que não engordam sequer um grama, enquanto há muitos que seguem dietas espartanas e mesmo assim continuam acumulando gordura.Esses casos específicos podem ter origem hormonal.

A principal suspeita é a glândula tireoide, que fica na região do pescoço e tem forma de borboleta. Ela produz dois hormônios, tiroxina (T4) e triiodotironina (T3), que interagem com o TSH, produzido pela hipófise, controlando o metabolismo.

O hipotireoidismo, que é a deficiência de produção dos hormônios tireoidianos, pode vir a ser uma das causas da obesidade.

Equilíbrio entre consumo e gasto calórico – É neste tópico que mora a razão da resposta simplista do início. Sim, é fato consumado: quanto mais comemos, mais engordamos. Contudo, somos herdeiros de hábitos arraigados de forma atávica (e não vou fazer grandes explanações sobre atavismo aqui, pois não sou bióloga).

Sentimos uma necessidade imperiosa de consumir para estocar em casos de necessidade. Como hoje o ser urbano não precisa mais correr atrás da caça nem arar a terra para produzir os alimentos, os estoques de gordura permanecem acumulados graças à tendência sedentária do homem moderno.

Qualquer que seja a razão do excesso de peso, é preciso que ele seja devidamente analisado por um médico e posto em prática de forma responsável e saudável.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.78
Total de Votos: 9

Por que engordamos?

Comente