Sal à base de potássio

Os produtos salgantes que substituem o sal pelo potássio estão cada vez mais presentes no mercado. Mas eles são seguros para consumo?

O sal é um dos principais ingredientes eliminados em dietas. O sódio contido nele é um dos vetores da hipertensão, um dos males da vida moderna. Por isso, desde o início desse século já existem os chamados produtos salgantes, à base de potássio.

Embora seja uma excelente ideia para quem precisa eliminar o sódio da dieta, é preciso atenção redobrada quanto ao seu consumo, pois não são todas as pessoas que podem usá-lo indiscriminadamente.

O sal e seu principal componente, o sódio

O sódio é um elemento químico essencial ao metabolismo humano. O ser humano precisa de cerca de 3 gramas de sódio por dia, no máximo, para manter o equilíbrio do organismo.

O problema está no excesso de consumo de sódio, infelizmente tão comum nos dias de hoje graças à imensa quantidade de alimentos processados que ingerimos. O sal é um conservante baratíssimo e usado em larga escala pela indústria alimentícia.

A principal doença relacionada ao uso excessivo de sal é a hipertensão arterial, porta de entrada para doenças graves do coração.

O papel do potássio

Resumindo muito, o potássio equilibra a chamada eletrólise (reação química causada pela eletricidade nas células), fazendo com que o sódio se limite a desempenhar seu papel benigno no corpo humano.

Contudo, assim como o excesso de sódio, grandes quantidades de potássio também causam problemas de saúde graves. E isso tem causado uma certa preocupação na comunidade médica, já que os salgantes produzidos com potássio já estão se disseminando no mercado.

Quais os perigos do consumo excessivo de potássio?

Quem sofre de hipertensão e toma remédios anti-hipertensivos e diuréticos não pode ingerir mais potássio, já que a ação desses remédios é controlar e manter os níveis normais desse elemento químico. Quando o corpo recebe mais potássio, pode ocorrer a chamada hipocalemia, a intoxicação por potássio, que pode em determinados casos levar à morte.

Pessoas com problemas remais (doenças nos rins) também devem evitar ingerir mais potássio do que o estabelecido pelo médico. O potássio é metabolizado pelos rins e o excesso da substância pode agravar o quadro renal do paciente.

O que fazer para evitar o consumo em excesso de potássio?

Os salgantes à base de potássio não são obrigados a alertar sobre os perigos do seu consumo em excesso nas embalagens porque são considerados alimentos, e a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) libera alimentos dessa obrigatoriedade.

Antes de começar a comprar e usar o chamado sal à base de potássio, consulte seu médico. Quem não sofre de problemas cardiovasculares pode consumir o produto com moderação mas normalmente. Pessoas que tomam remédios para controlar a pressão como captopril e enalapril e diuréticos como hidroclorotiazida e furosemida devem falar com seu médico. Pacientes renais devem evitar consumir esse produto.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.82
Total de Votos: 11
Sal à base de potássio

Comente