Saxenda – remédio para emagrecer

O Saxenda é o novo remédio aprovado para uso no combate à obesidade.

O Saxenda, cujo princípio ativo é liraglutida, foi aprovado para uso no controle da obesidade em adultos pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). É um dos poucos medicamentos usados para emagrecer reconhecidos pela agência especificamente para esse fim – os outros são o orlistat e a sibutramina.

Exite outro medicamento que contém o mesmo princípio ativo, chamado Victozia, cuja indicação é o tratamento do diabetes tipo 2 mas que era irregularmente utilizado para emagrecer. O Saxenda .foi desenvolvido com uma dosagem diferenciada para o tratamento do excesso de peso em casos devidamente prescritos.

Mecanismo de ação do Saxenda

O Saxenda é injetável, preparado em uma espécie de “caneta” para aplicação subcutânea, geralmente no braço ou na coxa. Seu princípio ativo, a liraglutida, age imitando um hormônio chamado GLP1 (sigla para glucagon-like peptídeo). O GLP1 é produzido no intestino após a ingestão de alimentos.

Essa substância comanda a saciedade após as refeições. Esse aporte extra de GLP1 fornecido pelo Saxenda reduz o apetite promovendo de forma artificial a saciedade. O Saxenda é um tratamento coadjuvante de uma mudança completa de estilo de vida, que inclui dieta balanceada e inclusão de atividades físicas monitoradas.

Quem deve tomar o Saxenda

O Saxenda é indicado para pessoas cujo índice de massa corporal indique obesidade severa, geralmente acima de 30 KG/m², ou pacientes com IMC acima de 27 Kg/m² com quadro de diabetes tipo 2, hipertensão e níveis altos de colesterol.

Somente adultos, com a devida prescrição médica, podem utilizar o Saxenda.

Contraindicações, efeitos colaterais e cuidados

Pessoas sensíveis e alérgicas ao princípio ativo devem evitar o uso do Saxenda. Os efeitos colaterais mais comuns são: cansaço, fraqueza, mudança na percepção dos sabores, boca seca, má digestão, prisão de ventre, diarreia, vômitos, perda de apetite, gastrite e flatulência.

Pessoas com problemas renais precisam informar ao médico essa condição. O uso de Saxenda por causar em poucos mas conhecidos casos desidratação e cálculos renais. Nunca se automedique.

Considerações finais

Embora o Saxenda seja aprovado para uso no tratamento da obesidade, seu uso deve ser criteriosamente avaliado pelo médico. Não tome esse medicamento por conta própria e obedeça as indicações.

O Saxenda não é um remédio barato. Além do custo financeiro, avalie principalmente os potenciais riscos à sua saúde com ajuda médica.

Esse texto tem fins exclusivamente informativos e seu teor foi simplificado para fins de entendimento. Nosso blog não é farmácia nem consultório médico. Seja responsável por sua própria saúde.

Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 10
Saxenda – remédio para emagrecer

Comente