Segredos da dieta

Toda dieta tem segredos, o que não significa que eles não possam ser compartilhados. E o maior desses mistérios é o bom senso.

01 de março de 2015 • Por Mariana, em Destaques, Dicas e Dietas


Antes de amaldiçoar a dieta sem saber exatamente o porquê, devemos saber o que o que essa palavra significa. Segundo o dicionário, dieta é a cota habitual de alimentos que uma pessoa ingere, algo que deveria se manter em níveis calóricos aceitáveis para que o corpo satisfaça suas necessidades nutricionais sem exageros.

Graças a fatores como o estresse, a falta de tempo e a ansiedade, entre outros, nossa dieta foi desvirtuada e não raro concentra doses exageradas de substâncias ricas em calorias como as gorduras e açúcares.

Qual o segredo da dieta ideal?

Não há nenhum segredo da dieta perfeita, pois segundo profissionais de saúde sérios não há alimentos proibidos; o que existem são porções proibitivas que nos causam obesidade e todos os males decorrentes do excesso de peso.

O que se considera segredo nada mais são do que hábitos saudáveis abandonados graças a uma falsa comodidade. Siga o percurso do grande mistério das dietas saudáveis.

Quantidade de calorias

Uma pessoa sedentária precisa consumir no máximo 2500 kcal diárias. Essa quantidade de energia não se acumula em forma de gordura, sendo plenamente gasta durante as atividades cotidianas.

Saber o real valor da caloria

O primeiro grande segredo da dieta é só se preocupar com as calorias nesse momento. De nada adianta saber quantas calorias um x-tudo possui se você pretende comê-lo.

O sono como aliado da dieta

O segundo segredo é ter uma boa noite de sono. Segundo diversos estudos, dormir bem ajuda a liberar um hormônio chamado leptina, responsável pela sensação de saciedade. Quem costuma passar noites em claro secreta outro hormônio, a grelina, que causa fome.

A gordura não é vilã

A gordura bem utilizada pode ser uma das maiores aliadas da dieta. Porções mínimas de óleos como o azeite de oliva extravirgem ou o consumo de peixes ricos em ácidos graxos Ômega 3 e 6 ajudam a eliminar o colesterol ruim da corrente sanguínea. Lembre-se que as porções são pequenas mesmo.

carregando…

A volta dos alimentos integrais ao cardápio

Os alimentos integrais tem sido sistematicamente esquecidos graças principalmente à suposta demora em prepará-los. Com isso, eliminaram-se fontes de fibras solúveis e insolúveis que proporcionam saciedade e regularidade no trato intestinal. Um dos grandes segredos da dieta é consumir com grande frequência legumes, verduras e fibras oriundas de grãos como aveia.

Cuidado com o açúcar

Outro grande vilão quando em excesso é o açúcar. A imensa maioria dos alimentos processados possuem taxas de sacarose altíssimas. Um copo de refrigerante tem pelo menos cinco colheres de açúcar, e esse consumo desenfreado é o principal responsável pela verdadeira epidemia de diabetes que assola o mundo.

Não elimine o doce, apenas cuide dele

A substituição do açúcar é a única maneira de eliminar esse excesso. E não me refiro apenas ao uso de adoçantes artificiais, mas o consumo de alimentos que liberem glicose lentamente, promovendo saciedade, como os alimentos integrais, frutas e verduras, e o uso de especiarias que eliminem a vontade de comer doce, como a canela.

O sal na medida certa

O sal é um dos principais inimigos da dieta saudável. Uma pessoa ultrapassa a cota de diária de 5 gramas de sal por dia ao comer quaisquer besteiras na rua, o que pode causar problemas de saúde silenciosos e graves como a hipertensão, precursora de todos os problemas cardiovasculares.

Substituir o sal por temperos naturais que agreguem sabor é uma excelente pedida, principalmente se forem ricos em potássio, mineral que regula as funções renais.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!