Shakes para emagrecer

Entre as chamadas dietas líquidas, os shakes para emagrecer são os mais usados. Quais os reais efeitos dessas bebidas em uma dieta hipocalórica? Eles são seguros? Do que são feitos?

02 de abril de 2014 • Por Mariana, em Alimentos, Dicas e Dietas


Muitas leitoras do blog me questionam sobre os shakes para emagrecer. Eles cumprem o que prometem? É possível perder peso substituindo uma refeição por uma dessas misturas em pó? Como os shakes agem no organismo? Quais refeições trocar por um shake? Há alguma contraindicação? E como podem existir tantas dúvidas sobre os shakes para emagrecer? É para responder estas pertinentes perguntas que mergulhei no mundo em pó e colorido dessas bebidas liquidificadas. Pegue seu canudinho!

Do que são feitos os shakes para emagrecer?

Os shakes para emagrecer são compostos em pó que geralmente contém carboidratos, como a maltodextrina, com a adição de diversos nutrientes que variam dependendo da marca.

Na maioria das vezes os shakes para emagrecer contém diversas vitaminas e minerais como zinco, cromo e ferro, além dos sabores artificiais sem adição de açúcar.

Como os shakes para emagrecer agem no organismo?

Para resumir, os shakes para emagrecer enchem o estômago de ar. Isso mesmo! Os médicos com quem conversei dizem que a maltodextrina, que é feito à base de amido de milho, e a albumina, a chamada “proteína do ovo”, têm digestão lenta e ajudam a “inflar” outro ingrediente presente nos shakes para emagrecer, a goma guar. Por isso depois de tomar um copo de shake, as pessoas sentem-se saciadas.

Os shakes para emagrecer tem efeitos colaterais?

Quem toma os shakes para emagrecer costuma soltar muitos gases por culpa da albumina. Esses shakes também são pobres em gorduras e fibras, o que torna o intestino mais preguiçoso. Por isso mesmo há toda uma linha de produtos que acompanham o pó para shake, como cápsulas de fibras e barrinhas de cereais.

carregando…

Quais refeições devem ser trocadas pelos shakes para emagrecer?

A recomendação é que os shakes para emagrecer devem ser substitutos das refeições menos calóricas, como o café da manhã e o jantar. Evidentemente, quem poderá definir as melhores refeições a serem trocadas é o seu médico.

Como tomar os shakes para emagrecer?

Com o auxílio de um canudo. Brincadeira! Os shakes para emagrecer precisam de um certo ritual para que a perda de peso desejada seja alcançada.

  • Comece a trocar as refeições pelos shakes para emagrecer às segundas;
  • Tome um copo grande de shake sempre acompanhado de fibras;
  • Seja moderada nas refeições sólidas e escolha os alimentos mais saudáveis e leves;
  • Não passe a viver à base de shakes para emagrecer! Use por duas ou no máximo três semanas e depois volte à rotina alimentar, de preferência menos calórica.

Um alerta: não tome shakes para emagrecer sem o conhecimento de seu médico e inclua atividades físicas moderadas durante a dieta líquida. Esse aviso torna-se mais importante depois do que aconteceu com uma consumidora de shakes e remédios para emagrecer no Espírito Santo. Leia aqui.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!