Você quer emagrecer bebendo água morna ou água gelada?

A água, vital ao ser humano, transformou-se para alguns em solução mágica para o emagrecimento, em suas versões gelada e morna.

10 de junho de 2015 • Por admin, em Dicas e Dietas


Você já ouviu falar da dieta da água? E da dieta da água morna? E da dieta da água gelada?

Entre as muitas maluquices que se ouvem por aí, agora (força de expressão) virou moda falar em dieta da água. Do jeito que as pessoas falam dá a impressão que basta beber água e num passe de mágica o peso excedente vai embora, como quem toma um ônibus.

Não se deve nem entrar em discussão acerca da importância que tem para a saúde beber bastante água durante o dia.

Os benefícios da água abundante para o organismos são amplamente divulgados, e por isso presumem-se de conhecimento geral.

Também sabemos que não se deve substituir água por outros líquidos (como refrigerantes, que têm excesso de sódio e por isso fazem engordar pela retenção de líquidos, além de acelerar o envelhecimento por conta dos radicais livres).

Entretanto, os adeptos da “nova dieta da água”, qualquer que seja a variação preferida, alardeiam como se fosse algo totalmente novo, revolucionário.

A dieta da água gelada

Os adeptos da dieta da água gelada afirmam que para elevar a temperatura de 8 copos de água, de 5°C (temperatura média da água gelada) para 37°C (a temperatura do corpo) o organismo humano consome 200kcal. Para obter esse gasto calórico é necessário dividir a ingestão dessa quantidade durante as horas do dia.

Particularmente, creio que uma caminhada de 6km (que nem é tanto assim) seja muito mais eficiente para queimar calorias (pelas minhas observações, 6km de caminhada representam um gasto um pouco acima de 400 calorias).

Além disso, caminhar faz bem para o corpo todo, favorece a circulação, a respiração, elimina toxinas e promove a liberação de endorfinas na circulação sanguínea (acertou quem pensou em “hormônio do prazer”).

Beba muita água, gelada ou na temperatura ambiente, como preferir, mas não pense que gastar 200 calorias enquanto se refresca vai fazer você secar, porque isso é conto da carochinha.

carregando…

93f5c25bf8ac57f071a3b71c0fb47bc4

A dieta da água morna

No outro extremos dos bebedores de água para emagrecer estão os adeptos da água morna. Estes dizem que beber água morna antes das refeições diminui a fome e porque deixa o estômago “quentinho” e confortável (como se o estômago fosse um gato ou coisa assim).

Beber água morna é melhor do que não beber água alguma, mas vai acabar causando é dor de barriga e mal estar (talvez por isso a pessoa coma menos: indisposta, vai comer o quê?).

A dieta da sopa de pedra

Quando eu era criança meu avô me contava a história de um homem que só comia sopa de pedra. Ele ia de casa em casa dizendo que ia fazer uma sopa de pedra, mas faltava uma cenourinha, ou um macarrão, ou um chuchu, e cada vizinho dava o que podia para engrossar a sopa de pedra.

No fim, ele tirava as pedras de dentro da sopa e tinha um manjar magnífico patrocinado pela bondade alheia. Porém, se ele fosse pedir a cada vizinho que desse um ingrediente, sem antes ter começado a ferver as pedras, provavelmente morreria de fome.

As dietas da água são a mesma coisa: a pessoa diz que está fazendo a dieta da água, que é fácil, e tem um nome curioso; só que a dieta da água manda diminuir a quantidade de comida no prato, manda privilegiar vegetais crus, reduz a quantidade de carnes, proíbe o açúcar, e requer atividade física. Ora, isso é o básico para qualquer dieta!

Se você precisa de um estímulo para seguir uma dieta equilibrada, talvez a assim chamada dieta da água possa ajudar. Mas esteja ciente que sem mudar hábitos alimentares — e de vida de maneira geral — ninguém emagrece. Pode beber toda a água do mundo que se não maneirar no garfo, nada feito.

Compartilhe

 

Este site site não é farmácia ou consultório médico. Não brinque com sua saúde. Não se automedique. Consulte seu médico, e não confie no que ler na Internet, nem mesmo neste site.

Deixe seu comentário!